PORSCHE TIPO 547


Depois que o pessoal quis saber mais sobre o motor do 356 Carrera 2, não resisti em publicar esta magnífica foto de seu predecessor, o Tipo 547, montado num 550 spyder azul.

O Tipo 547 tinha um virabrequim Hirth roletado, com rolamentos de esferas e de rolos e que tinha que ser montado (várias peças com junções serrilhadas aparafusadas, ao oposto de um virabrequim normal em peça única). Inicialmente deslocava 1,5 litro, e era uma unidade de competição, que apareceu em 1952-53. Logo aparecia sua versão de rua (547/1), em 1955, no Porsche 356 Carrera. Versões de 1,6 (547/4) e 1,7 litro (547/5) apareceriam antes do redesenhado, maior e mais simples tipo 587 (o Carrera 2) aparecesse, com seus dois litros e virabrequim normal, com mancais lisos de casquilhos em vez de rolamentos, para aposentar de vez o 547.

Criados pelo Dr Ernst Führmann, os dois motores são muito similares, e são conhecidos pelo nome do criador até hoje.

Eu particularmente prefiro, no caso do 356, o mais simples tipo 616: última evolução do quatro -cilindros contrapostos baseado no desenho VW (OHV), deslocava 1,6 litro e debitava ótimos 90 cv, e era um motor liso, menos complicado e mais durável e confiável que o exótico quatro-comandos de Führmann. Foi usado também no 912, e deveria ter sido o motor do Porsche 914, mas não era para ser...

MAO

8 comentários :

  1. Alan Lopez17/10/09 22:11

    O Super 90 Também seria minha escolha , já que é bem mais confiavel , esse 550 azul , tá estranho , ele nao levantava a traseira toda para ver o cofre?

    ResponderExcluir
  2. Alan Lopez17/10/09 22:37

    Achei esta foto , parece ser o mesmo carro , prototipo ,

    http://img30.imageshack.us/i/imagemkc.jpg/

    ResponderExcluir
  3. Olá amigo, Confira De Gennaro Motors com Chip Foose.

    http://www.degennaromotors.blogspot.com/

    Forte abraço,

    Fernando Gennaro

    ResponderExcluir
  4. Alan,

    Não sempre, as primeiras Spyder eram como a da foto, um capô no meio.

    MAO

    ResponderExcluir
  5. Esse motor 547 é bem coisa de alemão mesmo, complicadinho tecnicamente...

    ResponderExcluir
  6. A avó desse alemão era Italiana ou francesa,hehehehehehe

    ResponderExcluir
  7. Bruno Moreno19/10/09 22:41

    O distribuidor deslocado é bem interessante.

    ResponderExcluir
  8. O motor Furhmann é bem duravel e só ele ganhou as competicoes da epoca chegando a equipar até o primeiro Porsche F1 de todos os tempos. O pushrod nao aguentava o tranco. Não tem comparação. O problema é q os comandos e ignicao tem q ser bem regulados a cada 10.000kms, e na decada de 70 ninguem queria pagar o custo destes ajustes levando os motores a falharem, e falhas nos 4-cam eram sinonimo de retifica muito cara. Nao se pode comparar um motor com 4 comandos por engrenagem e dupla alumagem com camara de combustao esferica com os velhos pushrod de 3 mancais oriundos dos VW. Os 8.000 ou até 9.000rpms q estes motores giravam seriam equivalentes a motores de 14.000rpm hoje... Ou mais.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.