FIAT 850 SPIDER


Hoje acordei por volta das 4 e meia da manhã e não consegui mais pegar no sono. Liguei a TV no meu canal notívago favorito, o Canal Brasil (56), onde estava passando uma comédia de 1970 estrelada pelo ator Flávio Migliaccio.

Em determinado momento do filme, o protagonista participa de uma gincana motorizada, atuando como navegador de uma bela moça, que guia um Fiat 850 Spider azul claro. Acredito que seja o mesmo Fiat que aparece em outro filme de Migliaccio, também de 1970.

Sempre gostei desse italianinho. O exemplar acima pertence a um amigo, que não pensa em se desfazer dele. Aliás, esse Fiat ele não dá, não vende, não aluga e não empresta. Segundo ele, é um dos carros mais estáveis que ele já teve a oportunidade de guiar, embora na chuva seja "um perigo", graças ao peso de apenas 720kg.

E foi justamente o baixo peso o responsável pela vivacidade do pequeno carro, já que este Fiat nunca foi nenhum canhão: o motor de apenas 843 cm³ rendia apenas 47 cv e 6,1 m.kgf. Precisava de longos 18,2 segundos para chegar aos 100 km/h e a velocidade máxima estancava nos 140 km/h.

Mas nem a limitação do motor é capaz de conter o entusiasmo do proprietário, um "fiatista" incorrigível que está com o carro há cerca de 40 anos. Segundo ele, os números absolutos eram o que o carro tinha de menos importante: "O visual do carro é simplesmente magnífico, obra de Bertone, um carro que simplesmente parava o trânsito, numa época em que quase ninguém tinha Fiat no Brasil. Guardadas as proporções, um Fiat tinha quase o mesmo status de um Alfa Romeo naquela época, era coisa de poucos, apesar de ser um carro relativamente barato".

Diz o amigo que o Fiat volta a rodar ainda este ano. Mal posso esperar.

FB

15 comentários :

  1. Deve ser deveras divertido guiar esse carro!!! é como eu li aqui certa vez (desculpem, não lembro quem escreveu a frase e nem se a reproduzi corretamente): "A questão não é o desempenho que um carro entrega, mas como ele entrega isso para você."

    ResponderExcluir
  2. Esse carro e muito bonito!

    Notem-se que a versao europea, com os farois inclinados e numa posicao mais baixa na paralama, e mais bonito que a versao norte americana. Nos tinhamos aqui a versao europea por so um ano (se me lembro certo, ou 1966 ou 1967), e dai as nossas leis exigiram modificacaoes nos farois. Fiat respondeu nao so com "sealed beam headlights", na posicao vertical, mas tambem com paralamas modificadas para montar os farois mais altos. Questao da distancia do farol ao piso, em que tinhamos (e acho que ainda temos) medida minima. Com essas modificacoes, acho dificil pegar um carro DOT e fazer-lo para que apareca europeu. Muitas pecas diferentes enfrente da parabrisa!

    Por isso, se voces querem comprar um, talvez melhor pesquisar na Europa que aqui...

    Abracos a todos ai.

    ResponderExcluir
  3. Putz!!

    Tenho um amigo que teve um carro desses...
    Me lembro que ele dizia sempre que só dava problemas e enquiçava toda hora, vivia deixando na mão...

    Deve ser por isso que o VW reinou por aqui...

    Tallwang

    ResponderExcluir
  4. Notei uma vasta coleção de arvores de manivelas ao fundo da foto ao lado esquerdo. Sao modelos raros aguardando preciosidades como o 850?

    ResponderExcluir
  5. Gilberto

    É tudo virabrequim de Mopar V8.

    FB

    ResponderExcluir
  6. Eu tive uma merda dessa em 94, era um cupé 67, foi o pior cocolhão que eu já comprei,ainda mais numa época sem net e as facilidades de importar peças ,era gostoso de dirigir e bem espertinho ,mas refazer um arranque e um dínamo só para artistas, se vc desse uma lenha nele em cada esquina fervia, qdo aquilo quebrou a transmissão traseira (na verdade aonde temos a junta deslizante ou a trizeta nos trações dianteiras esse lixo tem uma luva de ferro fundido com uma coifa de borracha, a luva é estriada internamente e a estria do eixo fica passeando ali com o movimento da transmissão,simplesmente alisou os dentes!) , levei 3 messes para achar uma peça usada,montei e vendi na semana seguinte, que o inferno o tenha,hahahaha........

    ResponderExcluir
  7. Maluhy,

    Só quem teve para saber as dores e delícias....Acho o conceito deste tipo de automóvel muito interessante, como o mais recente Fiat Barchetta, se hoje tivéssemos um carro desses(poderia ser até 1,0l) na faixa de R$30.000,00, acredito que todos os autoentusiastas o comprariam, pela beleza e prazer de dirigir.

    ResponderExcluir
  8. Arnaldo Keller25/10/09 10:57

    FB
    Já guiei um e adorei. Fui com ele a Interlagos e na volta voltei guiando um Cadillac Eldorado anos 70. Imagine o conraste.
    Mas gostei mesmo do Fiatzinho.´Tem bom comportamento em curvas, sim, e acho uma droga que no Brasil nenhum grande fabricante se d~e ao trabalho de fabricar um esportivozinho barato, e de preferência conversível, para o deleite de quem gosta de guiar.
    Nosso mercado já está grande o bastante para isso.
    Aqui, tem Meriva SS, Super Sport. Esse é o que fazem de esportivo pra nós, os índios aqui. Que vão catar coquinho.

    ResponderExcluir
  9. A foto de um carro nesse estado, aguardando por restauração, é demonstração de loucura para grande parte das pessoas.

    Em mim, causa enorme euforia. Trazer um clássico de volta à sua plenitude é algo fantástico e incomparável.

    Um feliz processo de restauração ao proprietário do pequeno e simpático Fiat!

    Sds,

    Der Wolff

    ResponderExcluir
  10. Thiago,os 2 Gordini que eu tive (um original 66 e um street 67 ,matéria de Oficina Mecanica 77) não me apurrinharam 10% do que esse rascunho do inferno,hahahaha....

    Der Wolf, se quer um conselho de amigo,nem pense na possibilidade,hahahaha..........

    ResponderExcluir
  11. Maluhy,

    Desculpe não ter respondido antes, porém eu não havia retornado ao post.

    Restaurar um carro é, talvez antes de mais nada, um atestado de loucura. O problema é que essa loucura é contagiante e deliciosa.

    Não sou especificamente apaixonado por Fiat's, mas gosto desses modelos europeus mais exóticos. Eu aceitaria o desafio sem problemas, não fossem os que já tenho na fila (que não são Fiat's).

    Na verdade, o que sempre falta são aqueles dois "pequenos" detalhes: $$ e espaço...

    Sds,

    Der Wolff

    ResponderExcluir
  12. Quer se apurrinhar?Restaure um Jaguar,ahahahahaha

    ResponderExcluir
  13. amigo se pudesse entrar em contato por email robertopsparrobaigpontocompontobr gostaria de trocar algumas informacoes sobre a Spider. obrigado Paulo

    ResponderExcluir
  14. Amigo, boa noite ! Tenho uma fiat spider 850 conversivel 1966 e em breve colocarei ela a venda. Se interessar entre em contato Paulo robertopsp@ig.com.br

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.