PIAGGIO MP3 YOURBAN 300i, O TRICICLO GENIAL



O mais arrojado, destemido e insano dos pilotos que tentar levar o Piaggio MP3 ao limite em curvas dificilmente vai conseguir atingi-lo e ficará sempre com um ponto de interrogação na mente: será que dava para ousar ainda mais?

Este curioso e inovador scooter do grupo Piaggio (colosso industrial italiano fabricantes de aviões, criador da Vespa e atual dono das marcas Aprilia e Moto Guzzi, entre outras) é mesmo um veículo desafiador: tem um par de rodas dianteiras cuja característica é acompanhar a inclinação do veículo nas curvas, ou seja, um triciclo que se comporta dinamicamente como qualquer outro meio de locomoção sobre duas rodas e não como outros “três rodas”.


Tal elaborada suspensão dianteira por quadrilátero deformável é o “x” da questão, o segredo do peculiar MP3 que, da metade para trás, pouco difere de um normalíssimo scooter convencional, e empurrado por um motor monocilíndrico de 300 cm³ com câmbio CVT.


Mas, encarar curvas de modo insano é o que realmente há de mais importante a comentar sobre este MP3 Yourban 300 i, que avaliamos durante um breve período? Certamente não. A característica de plena estabilidade e o fenomenal apoio proporcionado pelos dois pneus dianteiros e suspensão sofisticada faz dele um veículo que praticamente não tem rivais em inclinações exageradas. É um detalhe, digamos, folclórico, mas que significa uma segurança inigualável. O motor monocilíndrico moderno não é nenhum portento em termos de potência – pouco mais de 22 cv – esportividade não é a praia desse MP3, e sim a capacidade de frear muitíssimo bem e de maneira segura, de enfrentar pisos de baixa aderência sem o menor problema e que tem competência para enfrentar terrenos ruins sem que seu piloto tenha que tomar excessivas precauções.


O MP3 Yourban é a 2ª geração dos MP3, aliviado em peso – cerca de 15 kg – mais estreito e com linhas agressivas. Adota rodas aro 13 em vez das pioneiras aro 12” na dianteira, enquanto atrás a roda é de 14”. Ao motor não tem sobra de potência para empurrar os mais de 200 kg em ordem de marcha, mas as acelerações até os 80 ou 90 km/h são vigorosas.

Lugar para o capacete sob o banco
 Como em todo scooter que se preze, sob o banco – onde garupa fica bem mais alto que o piloto – há um espaço razoável para capacete e demais tralhas. Atrás do escudo, um freio de estacionamento (essencial) e um gancho para sacolas fica ao lado da chave de contato. O painel com três mostradores é moderno e bem legível, e acima dele há uma bolha para-brisa estilo “pálpebra”, baixa, com funções mais estéticas do que protetivas.



Ao subir no MP3 Yourban – bem plantado sobre suas três rodinhas, sem cavalete apesar do acessório estar ali – a sensação é ótima: chega a ser luxuoso seu acabamento, e os materiais transmitem uma impressão de qualidade e requinte que não se vê facilmente por aí.

O botão abaixo do "engine stop" destrava a suspensão dianteira, permitindo a inclinação.
Motor ligado e pés plantados na plataformas divididas por um protuberante túnel, basta acelerar para que a trava eletroidráulica que mantém a suspensão dianteira bloqueada e impede o MP3 de tombar para os lados se solte e, poucos metros depois, já estamos andando como se o MP3 fosse um scooter qualquer. Não se enxergam as duas rodas dianteiras quando pilotamos, e a largura é contida. No trânsito, basta um pouco mais de atenção para que ele passe sem problemas pelas frestas normais por onde uma moto média ou scooter como o Dafra Citycom ou um Burgman 400i passariam. Todavia, nem de longe estes citados oferecem a tremenda segurança que o MP3 proporciona. Dinamicamente, o que se sente é um pouquinho de peso a mais na frente, claro, e uma inércia maior, que implica mais energia para endereçar o Yourban à trajetória certa.


Capaz de superar de pouco os 120 km/h de velocidade máxima, é um veículo urbano mas que pode certamente ser usado em viagens pequenas, sem nenhum fator limitante. É um baita sucesso na Europa – especialmente na França – mas no Brasil o MP3 certamente não será visto aos montes, e não por conta de sua exoticidade ou problemas de ordem técnica, mas sim pelo preço: custa nada menos do que R$ 37.900. Tal valor é duas vezes e meia maior do que na Itália, seu país de origem. Um veículo muito exclusivo, para poucos que têm muito.

Abaixo do gancho e chave, o comando do freio de estacionamento
RA


FICHA TÉCNICA

Piaggio MP3 Yourban 300 i
Motor: 1 cilindro
Refrigeração: líquida
Diâmetro x curso (mm): 75 x 63
Cilindrada (cm³): 278
Taxa de compressão: n.d.
Distribuição: SOHC - 4 válvulas
Alimentação: injeção eletrônica
Lubrificação: cárter úmido
Tanque (litros): 10,8
Câmbio: CVT
Embreagem: automática centrífuga
Transmissão final: engrenagem
Chassi: berço duplo tubular
Material: aço
Suspensão dianteira/regulagens: Articulada por quadrilátero
Suspensão traseira/regulagens: Amortecedor duplo/carga da mola
Curso roda dianteira/traseira: n.d.
Pneu dianteiro/traseiro:
110/70-13/140/60-14
Freio dianteiro:
Duplo disco de 240 mm Ø
Freio traseiro:
Disco único de 240 mm Ø
Comprimento: 2.040 mm
Altura banco: 780 mm
Entreeixos: 1.440 mm
Peso em ordem de marcha: 206 kg
Potência máx./rpm:22,4 cv/7.500 rpm
Torque máx./rpm:2,37 m·kg/6.500 rpm

20 comentários :

  1. Apesar de ser um CVT, bem poderia ter um conta-giros.

    ResponderExcluir
  2. Interessante, mas o preço é absurdo.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, gostei! Uma solução dessas deveria ser fabricada nacionalmente.. Saudade quando a indústria nacional criava algo..

    ResponderExcluir
  4. No início do post, fiquei com vontade de ter um.
    No meio do post lembrei do medo que tenho de andar de moto.
    No fim na matéria o preço proibitivo me colocou de vez no meu devido lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aconteceu o mesmo comigo! Comecei a ler pensando "será que meu marido me deixa ter uma scooter dessas?" e terminei respondendo a minha própria pergunta: "não, ele jamais me deixaria pagar 38 mil em uma motoca" :D

      Excluir
  5. Genial esse scooter, dua rodas dianteiras são bem melhores que duas rodas traseiras. Questão de aderência (em curvas e frenagem principalmente).

    Mas agora, quase 38 mil reais por algo de 3 rodas, com essa cilindrada que ainda provavelmente muitos terão problemas ao achar peças de reparação (não é preconceito, infelizmente é a tendencia das marcas não tradicionais, principalmente de motocicletas) é realmente muito dinheiro.

    Muito bacana o scooter, porém muito insano aquele que o compra.

    Mendes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é mais difícil encontrar peças Piaggio.
      Elas são vendidas pela internet na Inglaterra e entregues em qq parte do mundo.
      Pesquise um pouco que você encontra.

      Excluir
  6. por que aqui não se fabricam coisas assim? meu pai é deficiente e foi motociclista por muitos anos, alimenta o sonho de um triciclo (nada artesanal e sim algo pronto e econômico), mas nosso mercado não oferece, uma pena pois estas "coisas existem na Europa para atingir tbm a este mercado reprimido, seria um caso de uma das três grandes pensar algo assim.

    ResponderExcluir
  7. Genial este triciclo invertido. É revoltante saber que o preço no Brasil é mais do dobro do que é cobrado na Itália!

    ResponderExcluir
  8. Se a Motovespa tivesse sobrevivido aos anos 1980, era possível que tivéssemos essa proposta produzida aqui.

    ResponderExcluir
  9. Arthur Meideiros08/06/13 16:41

    Não achei o preço alto, não. Apesar de não ser muito potente, deve dar para se divertir um pouco. Se eu tivesse a habilitação para motos, compraria. Mas agora só tenho a categoria B mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao mesmo tempo em que acha barato, dá a desculpa de que não tem a categoria A. Cada um viu...

      Excluir
  10. Acabo de voltar da rua, fui à farmácia, e um camarada estava estacionando um ! incrível coincidência.
    Acho que é um projeto muito bacana, pena ter preço fora da realidade.

    ResponderExcluir
  11. Não troco na minha Vespinha 1980.

    ResponderExcluir
  12. Eu também gostei muito desta moto de 3 rodas! Mas o preço....
    Quem sabe alguma coreana ou chinesa não venha com um clone com preço mais palatável...

    ResponderExcluir
  13. A prpósito, a Peugeot fabrica o triciclo metropolis e também o HYbrid3 Evolution, tomara que cheguem por aqui.

    ResponderExcluir
  14. Não foi mencionado no texto.
    O sucesso da MP3 vem do fato que na Europa não precisa de habilitação de moto para pilotá-la.
    Basta a categoria B1 ou B2.

    ResponderExcluir
  15. 38 Mil? Assim fica difícil cativar algum consumidor...

    Com 34 mil se compra uma CBR 600F, que lhe dará 4 cilindros bem dispostos a entregar 102 cv que são plenamente suficientes pra se morrer numa bola de fogo gigante.

    ResponderExcluir
  16. Neste país das bananas tudo que chega aqui é um absurdo, o que na realidade serviria para diminuir o número de carros circulantes nas grandes cidades.

    ResponderExcluir
  17. GOSTARIA DE SABER SE EXISTEM REVENDAS DESTE TRICÍCLO NO BRASIL, E SE EXISTEM QUAIS OS POSSÍVEIS TELEFONES PARA CONTATO...

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.