AS MUDANÇAS NA LINHA VOLKSWAGEN 2014 NACIONAL

Fotos: Divulgação VW
Fox Rock in Rio

A Volkswagen apresentou na semana passada mudanças na sua linha nacional ano-modelo 2014 que abrange Gol, Voyage, Polo, Golf, Fox e CrossFox. Ficaram faltando Saveiro e SpaceFox, além do óbvio em razão da certa – ainda por anunciar – aposentadoria: a Kombi. Na ocasião, realizada em Curitiba, foi mostrada uma nova versão do Fox, a Rock in Rio.

As mudanças de ano-modelo foram mais aumentar os conteúdos de série e uma muito importante, a chegada do ABS 9, apenas no Fox/CrossFox, a nova geração de sistema antitravamento de rodas que vem ao encontro das necessidades "do nosso chão" caracterizado por irregularidades e ondulações.

Falei sobre o assunto num post em 17/06/11, após dirigir na Alemanha, no campo de provas da Bosch, um Citroën C4 com essa geração de ABS e constatei que ela não deixava mais se enganar pelos pisos ondulados, minha perene reclamação como muitos leitores sabem e motivo do meu posicionamento contra o ABS no Brasil, onde não neva e não há formação de gelo nas ruas e estradas.

Junto com o ABS 9 foi aumentado o diâmetro da câmara de vácuo do servofreio, que passou de 8,5 para 10 polegadas, para maior conforto ao frear ao exigir menos força no pedal, bem como os discos de freio passaram de 256 para 280 mm de diâmetro..

Outra mudança é no marketing. Passa a ser adotada a denominação Highline nas versões-topo do Fox, Gol e Voyage. Ela já era usada nas versões superiores do Jetta e da Amarok e pela primeira vez é aplicada a modelos fabricados no Brasil. No Gol e no Voyage desaparecem as denominações Power e Comfortline; no Fox, deixa de existir a Prime.

Nessa nova versão Highline, Fox, Gol e Voyage passam a trazer, de série, ar-condicionado, como também alarme sem chave (keyless), chave-canivete, vidros traseiros elétricos em adição aos dianteiros que já vinham com esse acionamento, ajuste elétrico dos espelhos externos com o direito baixando a orientação ao engatar ré, e sensor de aproximação na traseira.

O Voyage traz ainda, em qualquer versão, bolsas infláveis frontais, freios ABS e assistência hidráulica de direção, além de travamento central e abertura interna da tampa do porta-malas. No Gol, duas e quatro portas, passam a ser de série limpador, lavador e desembaçador temporizado do vidro traseiro.

No Fox, todas as versões vêm com direção assistida hidráulica, conta-giros, ajuste de altura do banco do motorista, chave-canivete, rodas de aço de 15 polegadas, pára-choques na cor da carroceria, limpador e lavador, mais desembaçador, do vidro traseiro e aviso sonoro de faróis ligados, entre outros itens.

Como já introduzido no Gol e no Voyage em julho, Fox/CrossFox estão com a nova arquitetura eletrônica, permitindo, por exemplo, a função pisca-3 e a sinalização traseira de freadas fortes pelas luzes de freio em funcionamento piscante, passando automaticamente ao pisca-alerta se o veículo parar.

Rádio RCD 320

Fox e CrossFox passam a ser equipados com o rádio RCD 320, o mesmo do Jetta Comfortline, com recursos na parte frontal, incluindo entradas Auxiliar, USB e SD-Card. O rádio tem interação com o I-System, transmite as informações exibidas na tela ao mostrador central entre o conta-giros e o velocímetro. Há ainda o Bluetooth, que permite também sincronizar com aparelho de áudio do carro os arquivos de áudio armazenados no telefone celular.

Quando o modelo tiver o sensor de aproximação traseira, é exibida na tela do rádio a silhueta do carro vista de cima e uma barra que vai se aproximando da traseira quanto mais perto estiver o objeto, combinada com aviso sonoro de freqüência crescente.

Outro recurso é o ECO Comfort, quando o veículo tem o I-System opcional, mensagens escritas no mostrador central que sugerem atitudes para economizar combustível como "Não acelerar com o carro parado". Quando dotado do câmbio robotizado ASG, há avisos destinados a economizar também, como "Coloque a alavanca em D", caso o  modo S esteja sendo usado desnecessariamente por muito tempo. Mas quem não quiser ter esses avisos pode desligar o ECO Comfort.

Interruptor de luzes giratório (Foto do autor)

Outra novidade é o interruptor de luzes do Fox passar a ser por botão giratório, não mais pela seção giratória da alavanca do indicador de direção, alinhando-se ao padrão mundial da marca. No CrossFox, a cor das barras no teto e das carcaças dos espelhos passam a ser combinadas com a cor da carroceria, como a preto Ninja trazer as barras em prata Satin e carcaças dos espelhos e insertos no pára-choque dianteiro, cromados. No pára-choque traseiro, insertos cromados sempre.

O Polo recebeu modificações visuais no revestimento dos bancos e novas calotas com pintura metálica exclusivas, bem como passam a ser opcionais as rodas de alumínio de 15 polegadas e cinco raios que são de série no 1,6 Sportline e no sedã Comfortline 1,6 e 2-litros. Nada mais.

No Golf, pequenas mudanças no visual da grade da versão básica, pintada em preto brilhante e apliques na parte da grade sob o pára-choque. Todas as versões passam a vir com controle de cruzeiro.

As motorizações de todos os modelos e versões não sofreram alteração.

Fox Rock in Rio

Este Fox tem como base a versão Highline, exclusivamente com motorização 1,6-litro e câmbio manual, e rodas de alumínio modelo Dakar, de 15 polegadas. As lanternas são escurecidas, as maçanetas são da cor da carroceria e o pára-choque traseiro tem adesivos em preto fosco. É disponível nas cores vermelho Tornado, branco Cristal e preto Ninja (sólidas) e azul Boreal e prata Sargas, metálicas.

Faixa lateral com imagem de uma guitarra

A grade do radiador é diferenciada, há adesivos nas portas, logotipos Rock in Rio em resina com o nome da série, espelhos cromados, adesivos entre os refletores na traseira, adesivo sob a placa traseira, defletor traseiro na cor do veículo, interior escurecido com detalhes em vermeho, volante em couro e coifa da alavanca de câmbio com costuras em vermelho, novos figurinos dos bancos com bolsas laterais e etiquetas bordadas, cinzeiro com logotipo e adesivo de soleira de porta com placa metálica.

A série é limitada e durará seis meses, de abril a setembro, este o mês da realização do festival musical. O preço do Fox Rock in Rio é R$ 44.690, R$ 1.300 menos que o Fox 1,6 Highline. Mas esse e todos os preços poderão baixar em razão da conservação das alíquotas do IPI no nível janeiro-março anunciada no dia 30 de março.

BS

(Atualizado em 5/04/13 às 16h40, informação de discos de freio do Fox e do CrossFox maiores)

99 comentários :

  1. Rafael Pinto01/04/13 12:05

    Gostei desse recurso "sinalização traseira de freadas fortes pelas luzes de freio em funcionamento piscante, passando automaticamente ao pisca-alerta se o veículo parar."

    Bem útil no caso de algum acidente em estrada.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns a linha 2014 da VW adicionar itens que estão presente no Polo 07 de casa. Com exceção do rádio, nenhum novidade plausível.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Lorenzo Frigerio01/04/13 17:46

      Do jeito que "embonecaram" o Fox, é provável que o estejam preparando para tomar o lugar do Golfsauro e do Polossauro, ja que o Up está vindo aí. O Gol também será "promovido". Assim, não será necessário trazer o Golf VII ao Brasil.

      Excluir
    2. Polossauro? Que maldade. Apesar do tempo de mercado, é mais moderno, e arrisco dizer, melhor que os concorrentes. Um tapinha no visual faria bem. O problema é o preço.

      Excluir
    3. Polossauro!! Protesto.

      Excluir
  4. Podia ser que eu pagasse quarenta e cinco mil dinheiros em um Fox Rock in Rio, mas não sem antes dar uma bela estudada nas opções da concorrência.

    ResponderExcluir
  5. Fora o ABS9, só perfumarias. Essa VW move-se com passos de tartaruga! Manter o Golf e o Polo como estão e com o preço que tem é algo inadmissível, melhor seria tirá-los logo de linha. O Fox tem 10 anos e permanece quase o mesmo (mudar o painel e a frente era obrigação ...) e o Gol/Voyage já sentem a concorrência.

    ResponderExcluir
  6. Coragem ao exibirem o jurássico Golf como 2014; muita coragem (e olha que eu sempre gostei de Golf)!

    MFF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eae Finesse, fiz mal de ter apostado minhas fichas? hehehe... Estou apaixonado pela Ford! Abraço

      Excluir
  7. Além da linha 2014 estar sendo apresentada agora, se esse Fox Rock in Rio fizer parte dela - que é a lógica mas nunca se sabe - será algo no mínimo estranho: um modelo 2014 feito em série limitada homenageando um evento de 2013.
    Sobre aumentar o reservatório de vácuo do servofreio, tenho certeza que é para atender os imbecis que acham que freio bom é aquele que você olha para o pedal e ele já estanca. Dane-se a modulação, o ABS estará aí para nivelar os operadores de alavancas ainda mais por baixo. Apesar disso, por mais que seja alguma "tendência de mercado", ainda acho que esses pedais sensíveis demais continuarão sendo causas de alguns acidentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há alguns anos os Fiats eram super-assistidos em termos de freios, depois de tanto reclamarem ela voltou ao normal, agora a VW vai lá e insiste no erro da italiana...

      Excluir
  8. Se a linha é 2014, o Gol mais básico não deveria já vir com os air bags e ABS de série?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 01/04/13 13:58
      A obrigatoriedade é para veículos vendidos a partir de 1/1/14.

      Excluir
    2. A lei só vale para veículos fabricados a partir de 01/2014.
      Em outras palavras, vai ter o "2014 fora da lei" e o "2014 dentro da lei". Brasilsilsilsil...

      Excluir
    3. Bob, agora surgiu a dúvida! O Air bar e o ABS são obrigatórios para veículos vendidos ou fabricados a partir de 01/01/14?

      Excluir
    4. Anônimo 01/04/13 21:59
      Veículos produzidos, é o que estabecem as resoluções n° 380 do Contran. de 28/04/2011, para o ABS, e n° 311 de 3/04/2009 para a bolsa inflável.

      Excluir
  9. Acredito que o Fox seja o compacto mais bem equipado desse nicho. Pode não ser o mais bem acabado, embora eu ache muito bom nesse aspecto, mas é bem recheado. Só falta o controlador de velocidade, presente na concorrência (Palio e Agile tem). Resta saber como um projeto já com 10 anos se comporta diante das novidades HB20, Fiesta e outros "newcomers".

    Lucas Franco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai reagir da mesma forma que o Classic, Siena EL, Mille, etc... reagem diante de seus concorrentes, pegando o consumidor no custo-benefício.

      Excluir
    2. Ainda não chegou nesse ponto. O Fox tem uma base melhor que a desses carros e não tem muitos dos defeitos congênitos deles. O que eu considero defeito dessa plataforma é a dureza absurda da suspensão, culpa talvez dos pneus de perfil baixo. Mas o carrinho não tem problemas ergonômicos como por exemplo o Classic (volante muito baixo) tem, nem outras falhas graves.

      Lucas Franco

      Excluir
    3. Mas vai chegar, espere pra ver. E comparar projetos com mais de dez anos de diferença entre um e outro é covardia. Claro que o Fox é superior a um Classic nesses aspectos por você citados mas, em minha opinião, a questão da suspensão dianteira e suas buchas de plástico enterra o carro de vez, coisa que, nos velhinhos que eu citei lá em cima, não acontece.
      PS. Tive de refazer o comentário pois parece que o anterior foi barrado. Acho que este passa. Valeu!

      Excluir
  10. Esse Eco Comfort acho desnecessário... mais um duende, mas pode-se colocar fita adesiva na boca desse...rs

    ResponderExcluir
  11. Incrédulo01/04/13 14:23

    Já 2014? Adequado pra um dia 1º de Abril...

    ResponderExcluir
  12. VW do Brasil esta totalmente fora da realidade e tão distando de sua matriz que parece até que é uma outra marca, e olha que gosto dos VW, só que dos importados e nacionais até do ano 2000...Mas hoje em dia não tem como ter algum carro nacional, apesar que não posso ser tão injusto assim pois as outras marcas nacionais estão no mesmíssimo nível que a VW Br. Sobre o nosso Golf 4,5 é motivo de piada no mundo afora. Agora fica aqui mais um milionésimo pedido: Tragam o Golf VII pelo amor de deus(carro do ano no exterior!!!), que fora o Focus e menos de meia dúzia de gato pingado contado nos dedos, estamos muito mal servidos de hatch grande por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo Augusto01/04/13 15:14

      Engraçado que exite a versão perua do Golf e nunca vendeu nada, a choradeira sempre foi o preço, não seria diferente com um novo Golf.

      Excluir
    2. Antonio, pedir [i]pelo o amor de [b]Deus[/b][/i] para um fabricante trazer o modelo atual é no mínimo patético, tô falando na boa tá!
      A Ford este ano está aí com o Novo (novo mesmo) Focus com duratec com VVT 160cv e talz... e provavelmente preço competitível. Para quem não poderá pagar pela versão turbo (meu caso). Sds

      Excluir
    3. Olá Fabio, "o" pelo amor de deus é sim uma suplica de um consumidor brasileiro "órfão" que nesse caso já teve um Golf GTi 01' comprado zero e que considerado o melhor carros que dirigi e tive, e só muito tempo depois com a aquisição de um Focus 2.0 2011 tive um carro quase na altura do GTi.

      E sim estou no aguardo da chegada do Focus G3, mas gostaria que o Golf VII estivesse aqui também para compara-los, pois são os melhores hatch do mundo né !

      Até mais.

      Excluir
    4. Sério que você acha um Golf IV melhor que o seu carro atual?
      2001... hum... E ainda era o 150cv... Na boa... Talvez nem pelo motor!

      Bom... Cada um com seu cada qual...

      Até

      Excluir
  13. Meu vizinho é mais ou menos como alguns de vocês; vive em concessionária fazendo test-drive, comparando carros e discutindo preços. Diz que VW é caro e obsoleto, mas não passa uma semana sem encher o meu saco, perguntando se não vendo pelo menos um dos meus oito exemplares da marca alemã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A coisa é desse jeito mesmo....

      Vejo um monte de gente reclamando dos Volkswagens, etc. mas na hora que os "modernosos" dão problemas, se lembram (com saudades) dos Volkswagens, muitas vezes espartanos, mas que pouco enchem a paciencia!

      Excluir
    2. Dani Carvalho F. Arofa G. Rosélia01/04/13 22:02

      Meu pai já dizia, carro é VW. Nenhum outro sabe fazer carro que não dá problema, depois de Fusca e Gol não precisava ter mais carro nenhum

      Excluir
    3. Diga a ele que largue de ser poser e crie vergonha na cara.

      Excluir
    4. kkkk eu aki com o meu gol bola 96 andando sem dor de cabeça... kkkk

      Excluir
  14. Marcelo Augusto01/04/13 15:10

    Eu gosto do interruptor de luzes na alavanca, facilita algumas gentilizas como deligar momentaneamente os baixos, como quando a topografia os deixa nos olhos do motorista do outro sentido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo Augusto,
      Para mim é indiferente, mas sou pela padronização na indústria, deveria ser obrigatória.

      Excluir
    2. Marcelo Augusto01/04/13 15:55

      Deve ser questão de costume, já que venho de Peugeot, Fiat e Honda com comando na alavanca, fica mais próximo do volante.

      Mas o interruptor do alto deveria ser somente de puxar.

      Excluir
    3. Senhores! Também prefiro o comando das luzes na alavanca... Torna-se mais ágil o seu uso... Do jeito que está, na minha opinião, há um retrocesso já que no Gol GIV era assim desde sei lá que ano.

      Excluir
  15. Fox e Gol passam a contar com o sistema CAN-BUS agora ?

    ResponderExcluir
  16. Anônimo 01/04/13 15:11
    Fox, agora; Gol/Voyage em julho passado.

    ResponderExcluir
  17. Marcelo Augusto01/04/13 15:59

    Sempre achei que a VW teria a primazia de um nacional com caixa automatizada dupla embreagem, pelo visto só depois da rival de fato Fiat.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, essa primaziq já foi dá Ford com o Novo Eco. O New Fiesta trará a primazia nos compactos.

      Excluir
  18. "...ajuste elétrico dos espelhos externos com o direito baixando a orientação ao engatar ré..."

    Bob,

    Este sistema pode ser desligado?? Não vejo necessidade nessa alteração da posição do espelho, em qualquer manobra em ré.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser desligado sim.

      Excluir
    2. Marcelo R., o sistema pode ser desligado sim. Eu mesmo, as vezes, não faço uso no meu.

      Excluir
    3. Pode, é só você manter o comando do retrovisor elétrico na posição "0". Acredite, esse negocinho é bem útil, me acostumei rapidinho.


      Lucas Franco

      Excluir
    4. Bastante útil quando vc está fazendo baliza, com a guia ao seu lado direito. Começou, se não me engano, nas BMW's do início dos anos 90...
      Wagner

      Excluir
    5. E põe útil nisso... eu, como sou pobre e nunca tive carro com esses badulaques, faço na mão mesmo. Estico o braço e empurro o espelho pra baixo. Ensinei a manha pra minha esposa e... VIVA!!! nunca mais precisei trocar as calotas do carro dela.

      Excluir
  19. Marcelo R.
    Acho que não pode desligar, mas vou me certificar. Estou surpreso de você não ver necessidade, ou utilidade, dessa função, no caso de estacionar junto à guia da calçada. Como curiosidade, estou testando o Hyundai Equus VS460 (post em mais uns dias) e ambos os espelhos desviam para baixo ao engatar ré.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o sistema for igual ao Polo 2007, deixando a posição neutra do botão de regulagem dos espelhos, a função fica inativa.

      Excluir
    2. Bob, esse sistema é desligável, só é deixar o seletor do retrovisor elétrico na posição central. Se selecionar qualquer retrovisor, a função "tilt down" é ativada. Também acho bastante interessante e não sei porque todo carro com retrovisor elétrico (e rede de dados integrada) não o tem.

      Excluir
    3. Bob e Leonardo,
      No meu Jetta 2008, o rebaixamento do espelho direito (assim como o pisca-3) é ativado ou desativado por meio do computador de bordo. Creio que nos novos VW também funcione assim.

      Excluir
    4. isso mesmo... ou pode ser desligado definitivamente através do VAG.

      Excluir
    5. Mas se se quiser manobrar, por exemplo, numa garagem onde não tem meio fio, mas tem pilastras ou outros obstáculos acima do chão, o mecanismo não só é desnecesário quanto é contraproducente.

      Excluir
    6. Anônimo 20:53 ,por isso o sistema pode ser desligado,como está escrito acima..Acreditem,parece algo inutil,mas ajuda demais para manobrar o carro em vagas apertadas..Quando comprei meu Polo achei que o Tilt Down e o sensor de ré fossem frescura ,mas não.

      Excluir
    7. "Estou surpreso de você não ver necessidade, ou utilidade, dessa função, no caso de estacionar junto à guia da calçada. "

      O que é isso Bob? Não é em uma situação como essa, citada por você, que eu acho esse recurso desnecessário, não! rsrs

      É quando, por exemplo, vou tirar o carro da garagem. Eu preciso visualizar as laterais do carro, e a distância entre elas e o portão. Ter o retrovisor apontado para o chão, neste caso, me é inútil. Exatamente o que o anônimo das 01/04/13 20:53 disse. Para estacionar junto ao meio-fio, quando o carro tem retrovisor elétrico, eu sempre o aponto para baixo.

      Grato por todas as respostas!

      Excluir
    8. Marcelo e todos
      Informação oficial da fábrica:
      A função Tilt Down não está atrelada ao I-System, mas à regulagem elétrica dos espelhos retrovisores.
      Traduzindo: se o botão de ajuste dos espelhos estiver na posição neutra (no meio) a função Tilt Down é automaticamente desligada. Agora, se o botão seletor estiver posicionado em qualquer outra indicação, o rebatimento automático do retrovisor do lado do passageiro é acionado.
      Para regular é simples, quando o espelho rebater, basta ajustar no botão seletor a posição desejada. Na próxima vez que o sistema rebater o espelho, o mesmo ficará na posição selecionada. (fim)

      Excluir
    9. Obrigado pela resposta, Bob.

      Um abraço!

      Excluir
  20. Grande problema da volks; carros SEMPRE muito mais caros do que a concorrencia. Veriquem a tabela de preço da VW BR e teremos os preços dos carros lá em cima e quantidade de acessorios de série lá em baixo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até que a segunda parte melhorou com essas mudanças. Os carros agora vem com o básico que se espera (que incompreensívelmente o mercado chama de carro "completo"), exceto pela falta da DH no Gol. Epero que o preço não tenha aumentado com os novos equipamantos, ou anulará a vantagem dos novos equipamentos.

      Excluir
    2. Anônimo, a VW tem preços "de tabela" mais altos, mas na concessionária se consegue negociar descontos. É difícil eu encontrar quem comprou um VW pelo preço informado no site.

      Excluir
    3. Nas outras marcas também podem-se negociar descontos, exceto quanto aos lançamentos.

      Excluir
  21. VW padronizou tanto que entrar num fox e num Jetta eh quase igual.. volante, som, interruptor de luz, espelho retrovisor.. enfim... quase tudo igual...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andar num alazão é a mesma coisa que andar num jegue, seguindo esse raciocício. A cabeça, as patas, a crina... tudo tá no mesmo canto!

      Excluir
    2. é ai que está...carro acima de td para muitos é status....

      Excluir
  22. Sim Bob, o sistema do retrovisor do Golf 1999 que tive podia ser desligado. Assim como o comando elétrico de ajuste tinha uma estranha função para ajustar os dois espelhos ao mesmo tempo (que eu jamais entendi, pois ambos os refletores orientavam-se para direções completamente opostas). Coisas de alemão.
    Eu também começo a achar, Anônimo das 19:51, que de um Gol para um Touareg muda apenas o tamanho e o motor. Porque a linha VW é uma verdadeira profusão de repetições. Os modelos médios têm todos a mesma inconfundível cara. Lamentavelmente a Chevrolet está indo para o mesmo caminho. Alguém vai dizer, "mas os Mercedes e BMW também têm a mesma cara...", concordo plenamente, mas é uma cara com estilo, que imprime identidade, é uma marca registrada e não uma mistura de todas as outras como a VW e a Chevrolet andam fazendo.
    O rádio mudou? Grande coisa, continua não sendo uma central multimídia. E para piorar, parece que o formato no painel não permite a substituição por uma. Por falar nisso, anda muito em voga ultimamente essa coisa de rádio personalizado, cada marca tem o seu formato, cada modelo e cada versão tem um aparelho com formato e encaixe próprios. E quando esses carros tiverem os seus 9, 10, 11 anos de uso? Esses aparelhos estarão completamente obsoletos, muitos não funcionarão mais, e não poderão ser substituídos. O dono de um carro mais velho não tem direito a ouvir um rádio? Não me esqueço do Xantia que tive, tinha um toca-fitas "personalizado", que além de completamente obsoleto, ainda por cima não funcionava mais. E lá se foi o Xantia sem música...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O formato do encaixe do som é padronizado, de modo que eles são intercambiáveis. O que muda é a moldura, que se harmoniza no painel, ao contrário do que era anos atrás. No Fox, é Double Din, ou dois andares. Se um fabricante se dispuser a fabricar uma pesonalizada pro carro, fica perfeito. Eu usava um Dvd Player da JVC, que ficava bem integrado. Ah! É claro que daqui a 10 anos os aparelhos funcionarão. Você acha, sinceramente, que o aparelho usado pela VW é inferior ao do Honda Fit ou qualquer outro médio? Ele é para a linha toda, se é durável para o Jetta Variant, certamente vai ser durável para o Fox. Os velhos Roadstar que o digam. Se a Citroen tivesse uma representação decente ou o carro fosse mais vendido, você acharia com alguma facilidade, mas como é um modelo que vendeu pouco, de uma marca que era rejeitada pelo mercado, acontece de ficar sem peças muito específicas, como o seu toca fitas.

      Lucas Franco

      Excluir
    2. Não precisamos, Franco, ir muito longe. Algumas versões do Fit 2004 trouxeram um equipamento de som integrado ao painel, muito bonito, você deve lembrar, um modelo com um botão circular que se destaca no painel. Só que esse equipamento não toca MP3, não tem saída RCA e nem entrada USB. Ou seja, completamente obsoleto e para sua troca, é preciso adquirir uma moldura muito difícil de achar.

      Excluir
    3. Anonimo, as concessionarias vendem a moldura por cerca de 80 reais. Há também no EBAY.

      Existe ainda um adaptador para USB/MP3/Bluetooth, disponível em gromaudio.com, que funciona perfeitamente (tenho em meu carro). Neste caso não é preciso alterar nada no painel, basta plugar o adaptador atrás do rádio, sem cortar fios nem nada.

      Excluir
  23. Ou seja, muita frescura, e nada de motor melhorado... Pelo menos o ABS já é um começo.

    ResponderExcluir
  24. VW 2014 mais do mesmo!
    Jorjao

    ResponderExcluir
  25. Bob Sharp, espero que leia.

    A van usada pelos criminosos presos no Rio (no crime recente contra o casal de turista e diversos outros) tem os vidros completamente escurecidos, com os tais 'sacos de lixo'. Não fosse assim, alguem de fora poderia ter percebido o que os meliantes faziam lá dentro...

    E mais do que isso, o simples fato de o veículo estar irregular (com transparencia menor do que a permitida) já deveria ter ensejado sua retirada de circulação, ou no minimo uma abordagem que poderia até mesmo ter impedido os crimes. Mas é claro que a policia, bem como a opinião publica, só está preocupada em prender os que beberam antes de conduzir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma coisa não anula a outra: quem bebe e dirige tem de parar na cadeia.

      E mais, esses criminosos fizeram essas barbáries porque não haverá pena de morte contra eles. Em breve estarão soltos novamente para fazer novamente esse tipo de crime.

      Excluir
    2. "Sacos de lixo"... Posso presumir então que você usa películas escurecedoras nas lixeiras da sua casa, já que diz que são a mesma coisa? Meu pensamento, e que vai de encontro aos colunistas desse blog, em especial ao Bob Sharp (mas já explicitei isso a ele, e nos entendemos perfeitamente. Tanto que continuo frequentando o blog): Não quer usar películas no seu carro? Ótimo, mas não tire o meu direito de usá-las. Não quer tomar uma lata de cerveja quando sair do escritório? Ótimo, mas não tire o meu direito de tomá-la. Não quer portar armas de fogo? Ótimo, mas não tire o meu direito de portá-las. Em suma: Você não é obrigado a fazer nada que não queira, mas não tente obrigar aqueles que querem a deixar de fazê-lo.

      Excluir
    3. TOMARA QUE MORRAM NA CADEIA COM O PENIS E AS BOLAS ENFIADOS NA BOCA!

      Excluir
    4. O problema, como sempre, não é o saco de lixo em si, e sim, a maneira indiscriminada como é utilizado. Tem carro por aí em que a diferença entre a película que usa e um vidro pintado de preto fosco é apenas questão de semântica. Não é possível que um ser humano normal consiga enxergar direito através de um vidro nessas condições. E se isso pode provocar um acidente pois que seja, na forma da lei, reprimido.
      Questões de direito pessoal vão até o limite em que interferem nos direitos de outros.

      Excluir
    5. Paulo, eu não disse que sacos de lixo e peliculas são a mesma coisa. Apenas usei o termo pois já vi colunistas daqui se referirem a peliculas assim, de todo modo ficou bastante claro, se não compreendeu a falta foi tua. Ademais, não quero tirar teu direito de usar peliculas no seu carro, quero apenas ver cumprida a lei, que já proibe peliculas como as usadas na van dos criminosos. Como tambem não quero ver qualquer um portando armas de fogo, sem critérios bem elaborados.

      Quanto à pena de morte, não resolve. Já disse Beccaria há séculos: não é a gravidade da pena que inibe o crime, mas a certeza da punição. A criminalidade só é alta pois a impunidade tambem o é. Pode ter certeza que esses meliantes não teriam cometido os crimes caso acreditassem numa grande possibilidade de serem pegos, processados e condenados. Ninguem quer passar 10, 15 ou 20 anos em cana.

      Excluir
    6. Hoje não se interessam por nada que essa marca tem no mercado, amanhã estão como loucos vendendo seus Celtas para tentarem comprar um TSI usado.

      Excluir
  26. A VW tem que melhorar o preço, suavizar as suspensões, durinhas pro meu gosto, e as peças estão pela hora da morte. Com o lançamento do "Up", avançará no segmento de entrada.

    ResponderExcluir
  27. Bob, permita-me discordar, mas acredito ser completamente desnecessário esse aumento da assistência do servofreio. Os freios já estão com assistência exagerada já faz algum tempo, em alguns casos levando facilmente ao travamento. Claro, o esperto consumidor brasileiro enche a boca ao dizer que "é só olhar para o freio que o carro pára". Então, as fábricas, de orelha em pé, carregam na assistência. Dê uma voltinha num bom exemplar de um carro da década de 90 (o omega seria um ótimo exemplo) para ver como que atualmente os fabricantes perderam a noção da razoabilidade nessa questão.

    Abraço

    Lucas CRF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas
      Dei uma breve volta com o Fox Highline, só para experimentar o freio, e não há excesso de assistência, como não há no resto da linha. Inclusive, como você deve lido no recente post sobre o Fox 1-L, ainda com ABS 8 (a fábrica jura, mas na minha opinião já era o 9), o ABS foi um ponto alto, combinado com uma modulação ímpar.

      Excluir
    2. Concordo com vc Lucas, é completamente desnecessário um hidrovácuo/servofreio tão exagerado.

      Creio que essa mania começou com a linha Palio.

      Fica até difícil vc modular o pedal com precisão.

      Mas é pra agradar a massa..que confunde isso com carro freiando bem.

      Excluir
    3. Bob, realmente fico surpreso com sua informação que o freio apresenta boa modulação mesmo com tanta assistência. Parabéns, portanto, à VW, porque em alguns Fiats e GMs o pedal de freio virou um botão de liga/desliga.
      Como curiosidade, é possível perceber o aumento da assistência em um mesmo produto ao longo dos anos. No caso específico, por ser proprietário de Astras de distintas gerações, assim como já fui de Santanas e Palios, é bem perceptível o pedal de freio exageradamente sensível.

      Unknown,

      curiosamente tive um Palio em 97, menos de um ano após ser lançado. E o freio dele era normal! Em 2005 tive outro, e o freio, infelizmente, já havia sido "estragado" pela fábrica.

      Abraço!


      Lucas CRF

      Excluir
    4. Lucas
      Tudo depende da calibração da válvula do servofreio. Basta querer e saber fazer. Lembre-se que uma câmara maior pode ajudar o motorista "medroso" de aplicar força total no pedal numa frenagem máxima.

      Excluir
    5. Freio com assistência muito pronta é questão de se acostumar. Para modular, primeiramente é preciso aprender a pisar mais leve no pedal. O curso costuma ser curtinho e aí é preciso sensibilidade para lidar com esse curto espaço. Porém, quando se acostuma, acaba sendo o melhor dos mundos, justamente pela tal ação mais pronta.
      Em algumas marcas, tornou-se meio que assinatura de identidade. Mesmo carros mais antigos da GM costumam ter freios de ação bem pronta, a ponto de alguém acostumado com a marca dirigir um modelo mais novo e não estranhar o tempo entre a pisada e a ação propriamente dita.

      Excluir
    6. Eu tenho um Fox 2014 e um Fiat Bravo 2012 e posso afirmar que as modulações dos freios são tão distintas, que ao dirigir ambos carros em em um mesmo dia, chega a gerar desconforto.
      Na minha percepção, a modulação dos freios no Fox é mais voltada para um usuário comum: a adaptação é fácil e intuitiva. Já no Bravo, é como o amigo comentou acima: ou freia "pouco" (não entenda como falta de força) ou "estanca com vontade" (te joga para frente).
      Modular o freio no Bravo exige uma sensibilidade maior do motorista, mas não é difícil de se acostumar. A do Fox que é muito fácil!
      Já exigi o ABS nos dois modelos e posso afirmar que o do Fox demora mais para atuar, talvez pelo "super" dimensionamento do servofreio, que pode ter melhorado a frenagem antes do ABS. No Bravo, talvez pelo peso ou outra característica técnica (ou da marca), o ABS aparece mais cedo (também notado quando as setas piscam freneticamente em uma parada de emergência).
      Abraço,
      Ricardo C.

      Excluir
  28. Tenho que informar aos amigos que após um AVC, fui finalmente promovido a General de Brigada.
    Abraços a Todos
    Gen.Weigand

    ResponderExcluir
  29. quem vai substituir a Kombi?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara: a Kombi é insubstituível. Vou ter que comprar umas 4 para deixar de reserva na empresa.

      Excluir
  30. Eureka, o sistema de ver as fotos do post voltou ao modo antigo nesse e em todos os bons blogs que acompanho.
    Muita gente deve ter reclamado.
    Agora dá pra rolar as fotos ampliadas e passear entre elas sem stress.

    Luiz CJ.

    ResponderExcluir
  31. Bob, mais uma mostra de automobilifobia em São Paulo. Querem fazer uma zona livre de carros em São Paulo e o que conseguem... é uma zona.

    ResponderExcluir
  32. Bob,

    Essa denominação HIGHLINE já foi utilizada em carros da VWB. Lembro-me do Polo Sedan 2003, que foi substituído pelo Comfortline.

    ResponderExcluir
  33. Se tem algo que não interessa é o que essa marca tem no mercado.

    ResponderExcluir
  34. Pra quem nao pode pagar por um Jetta TSI. CLARO! Sejamos honestos!

    ResponderExcluir
  35. O Polo continua? Achei que ele ia sair de linha para a entrada do novo santana, no site da VW na parte de Monte o Seu, o Polo ja nao está na lista faz tempo, tem alguma noticia sobre isso Bob? E a vinda do Santana?

    ResponderExcluir
  36. Excelente post, Bob!
    Nós, autoentusiastas, gostamos de ler novidades técnicas, coisa que não existe nos materiais de marketing.

    ResponderExcluir
  37. Eu queria saber como descobro a versão do ABS do meu carro....

    Será que tá escrito na caixinha dele dentro do capô???

    (em casa temos Punto 2008, Vectra 2009 e Corolla 2012, todos com ABS)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 06/04/13 20:13
      Não sei responder. Entre em contato com os fabricantes e solicite a informação, fornecendo o número do chassi.

      Excluir
  38. Discordo do comentario que fazem ao acabamento interno dos VWs. Acho um pouco saudosistas, os que ainda tem como referencia de bom acabamento, os GMs ou Fords. A linha Gol, por exemplo, e até mesmo a linha Fox, na minha opinião, tem acabamento melhores do que os similares de outras marcas (encaixe dos plásticos, rebarbas, material utilizado e etc.).

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.