REVISITA A VELHAS CONHECIDAS

Via Dutra

Fazia algum bom tempo que eu não pegava a via Dutra, mais de dois anos e meio. Neste final de semana fui visitar uns primos num lugarejo pouco depois de Bananal, SP, cuja estrada de acesso sai da Dutra no km 273, a 300 quilômetros de São Paulo. Claro de São Paulo a Taubaté e vice-versa, a rodovia usada foi a Ayrton Senna/Carvalho Pinto. Dutra só em último caso.

Saí sábado de manhã e iniciei viagem de volta no fim da tarde de domingo. Fiquei perplexo com o que vi. A Dutra mais parece uma avenida de trânsito intenso, um volume de caminhões impressionante. Mas não vi nenhum andando fora do padrão correto e, aleluia, todos andando no limite de velocidade, e não as lesmas lentas com se via até pouco tempo. As maiores potências dos motores Diesel atuais são responsáveis por isso. Até que enfim. Em compensação, com os automóveis, tristeza; mesmo na Ayrton/Carvalho.

1) Em certos momentos têm-se a impressão de estar num país de mão inglesa, com a faixa mais à direita literalmente vazia, enquanto a outra (Dutra) ou as outras (Ayrton/Carvalho), cheias. Não dá mesmo para entender.

2) Menos hoje, mas ainda há os bandidos da faixa esquerda, que pensam que andar ali é direito adquirido.

3) A quantidade de carros rodando com os faróis de neblina ligados era enorme mesmo de dia. A noite também, claro, complementado pelas luzes traseiras de neblina. Muitos, à noite, só com lanternas e faróis de neblina.

4) Quase não se vê mais quem está dirigindo, tal o número de carros com vidros escurecidos. Vários, inclusive, até com pára-brisa com película.

5) A falta de cortesia impera. Só dois motoristas me deixaram sair para ultrapassar. O resto, nem pensar. O curioso era que à frente a coluna na faixa da esquerda seguia abaixo do limite, ou seja, o fominha teria, de qualquer maneira, que ficar atrás de outro carro e logo à minha frente.

6) A falta de noção de estar numa corrente de tráfego era gritante. Onde o limite era 120 km/h tinha muita gente andando a 80 km/h na faixa central (Ayrton/Carvalho). E não era carro velho, não. Resultado, fácil, adensamento de tráfego e lentidão.

7) Na faixa do Sem Parar/Via Fácil, limite 40 km/h, tinha gente passando a 20 km/h.

8) O que Co-Piloto acusou de pardal é uma coisa impressionante. Os caras perderam o pouco que tinham de vergonha na cara. Tem que faturar.

9) Fui reabastecer e fiquei assustado com preço da gasolina no Estado do Rio de Janeiro. Gasolina comum a 2, 92, aditivada 3,02. Tinha gasolina para chegar à divisa com São Paulo e lá estava a 2,72. Cariocas (minha raça) ladrões! 

Antes que alguém pergunte, fui com uma “peruona” Freemont; fez 9,5 km com 1 litro ar ligado e no limite da via mais tolerância Inmetro; ótima de estrada, automático suave e responsivo, motor excelente, freios potentes.

Desgosto mesmo foi a concessionária CCR colocar avisos na Dutra, "Radares em instalação". Tristeza, ou raiva, maior ainda, ver uma concessionária de rodovia bancando a polícia.

BS

71 comentários :

  1. Pois é Bob... a cada 15 dias pego a Ayrton/Carvalho para visitar meus pais em São José dos Campos. No sentido interior há um radar de 100km/h que aparece do nada, com placa de aviso muito próxima. As freadas brucas de quem vem a 120km/h São constantes. Mesmo com as reformas, o asfalto também anda deixando a desejar: muitas rachaduras e inicio de buracos. Ah, realmente, as vezes tenho que tomar uma atitude que odeio que é ultrapassar pela direita na pista ao lado do acostamento (quando há 3 faixas de rolagem), pois as pessoas não sabem que o código de trânsito obriga a dar passagem quando solicitado. Será que este pessoal ter carta? Não vou dizer que ando o tempo todo a 120, já que a rodovia permite velocidades um pouco mais altas, mas chego ao extremo de pedir pessagem na esquerda para pessoas a 80km/h.

    ResponderExcluir
  2. COncordo com as observações.
    QUanto ao SemParar, é onde mostra como tem gente sem noção, desde os idiotas que passam a mais de 60km/h como os lentos que passam a menos de 30km/h.
    Porém, entre o lento precavido e o rápido imprudente, fico com o lento. Por essas e outras que sempre passo no SemParar da extrema direita, na velocidade regulamentar.

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente incucaram que dirigir bem é andar devagar. Vai chegar um ponto que vamos voltar aos primórdios do automóvel, com velocidade máxima de um homem caminhando...

    Sinônimo e bom motorista ou de motorista já "neturmado" é: vidros escuros; fróis de neblina ligados; aluguél de faixa esquerda; e 20 km/h abaixo de qualuqer limte.


    Regredimos...

    ResponderExcluir
  4. Pois é, parece que nada funciona em nosso país.
    Hoje recebi uma multa por ter cruzado sinal vermelho. Pois bem, que me lembre, nunca fiz isso, mas ao olhar atentamente a foto, percebi que os ditos cujos colocaram a sinaleira tão alta do chão que é difícil de ver. Certamente eu não a vi, porque jamais faria isso.
    Isso foi na cidade turística de Pomerode (SC), chamada de "cidade mais alemã" do país e como lá diariamente circulam vários veículos de outras cidades, acredito que a arrecadação deve ser muito boa.
    Não acredito que eles tenham feito isso propositalmente, mas certamente foi falta de algum estudo sobre o assunto.
    Pergunto, inclusive, se alguém sabe se existe na legislação até que altura essas sinaleiras, ou semáforos podem ser instalados?
    Bem, de uma coisa pelo menos eu tenho certeza. Eu visitava essa cidade, repito o nome, Pomerode, há cada dois ou três meses, mas agora podem esquecer que irei lá novamente.
    Se alguém desse município ler sobre o que escrevi, gostaria que comentasse a respeito.
    Obrigado pelo espaço.

    ResponderExcluir
  5. Vou viajar para Paraty no sábado, lua-de-mel. Já vi que vou gastar os tubos com gasolina no Omegão no estado fluminense.

    A volta vai ser por Campos do Jordão. Me disseram que a estradinha RJ-165 está intransitável, confere? Vou passar mais ao sul, subindo por Ubatuba (SP-125).

    ResponderExcluir
  6. Na estrada, no sem parar (que por sinal tá multando quem passa a mais de 40), tem que andar um pouco abaixo do limite mesmo (sou contra os extremos) pois infelizmente não é todo mundo que tem uma grande habilidade pra dirigir numa condição de emergência numa estrada como vc disse grande transito de caminhões, palhaça é qdo a pista do meio o cara ta andando a 80 (pra não ser empurrado por um caminhão) e na pista da esquerda vem caras chutados a 140, 150. Coloca uma boa música e curte a viagem. Ando devagar pq já tive pressa.

    ResponderExcluir
  7. Pois é Bob. Impera a ignorância e a burrice.
    Como você mesmo disse, tem que deletar e reformatar a cabeça da maioria.

    ResponderExcluir
  8. Tempos atrás andei fazendo uns "bate-voltas" SBC - Resende e fazia esse caminho aí. Carvalho Pinto até Taubaté e depois Dutra.

    Por incrível que pareça, o asfalto da Dutra estava bem melhor que da Carvalho Pinto, que liberaram o tráfego de caminhões.

    O asfalto está bom agora?

    Mas para andar à noite tem de necessariamente estar com um GPS atualizado com o maparadar. Na Dutra não é tanto, mas na carvalho pinto chega a dar raiva de tantos radares. O aparelhinho não para de apitar...

    E na dutra, na região de aparecida deveriam iluminar mais e "murar" a rodovia, mesmo ao lado direito.

    Duas pessoas haviam sido atropeladas por caminhão quando passei por lá...


    Marco

    ResponderExcluir
  9. Anda mesmo difícil lidar com os extremos. Como alguém já mencionou acima, cada vez mais impregna-se no "senso comum" a idéia de que a velocidade por si só é um fator de risco, então tem motorista (pseudo-)cuidadoso que só anda devagar.

    No outro extremo estão os idiotas "abram alas" que se incomodam com os lerdos que alugam a faixa da esquerda simplesmente por não correr como eles. E em boa parte são imbecis que compram carros zero caros e precisam desesperadamente sentir algum retorno sobre seu investimento no "Lucro Brasil".

    ResponderExcluir
  10. Temos que fazer uma campanha para cessar o uso imbecil do farol de neblina. Estão todos usando indevidamente e lascando os outros. É uma festa só! De cada 5 que tem farol de neblina em seus carros, 4 usam ele o tempo todo...

    ResponderExcluir
  11. JCQ

    Alguém também já fez um comentário lúcido sobre a questão do farol de neblina aqui. Como trata-se de acessório relativamente novo em carros nacionais, a maioria acaba não sabendo para que serve e quer usar simplesmente porque veio no carro.

    E ainda há o agravante de que a maioria das pessoas compreensivelmente pensam "Quanto mais luz, melhor; mal não fará.", sem saber que há uma "ciência" por trás do uso do farol de neblina.

    ResponderExcluir
  12. Faz muuuuuuito tempo que não passo em nenhuma das rodovias de São Paulo, mas me lembro que adorava trafegar na Ayrton, Carvalho, D. Pedro, Imigrantes, Bandeirantes, Castelo, Castelinho, Rondon, e até na Dutra depois de privatizada.

    PS: CCN1410, nem com toda multa do mundo, eu desistiria de ir a Pomerode, com todas aquelas loirinhas de olhos verdes e azuis. Jamais! Aaaaaaaaaaaaamo de paixão, he, he!

    ResponderExcluir
  13. Farol de neblina regulado (ou seja, sem xenon e apontado para baixo) não me incomoda, embora seja perigoso quando o IDIOTA anda só com ele aceso, sem o farol baixo, de noite, pois ele não vê nada e vc também não o vê.
    Agora, lanterna de neblina... Putz, essa é fogo! Pena de morte!

    ResponderExcluir
  14. Podem me xingar, eu cansei já tem um bom tempo, sempre andei mais forte que o fluxo e hoje ando pela direita quando livre. Ou vcs acham que eu vou ficar me desgastando com essas antas que não sabem nem a razão da existência de um retrovisor?
    Nem comento sobre película, neblina, farol de xenônio, etc. Isto é perda de tempo, estamos na M... mesmo!

    Agora dois assuntos...

    Multa no Sem Parar, isso é vero ou é boato, alguém aqui pode afirmar com certeza? Já foi multado?

    ***
    Veja o texto ao acessar a conta no site do viafacil

    A STP, empresa que opera os meios eletrônicos de pagamento Sem Parar/Via Fácil, esclarece que a emissão de multas não é uma atribuição da empresa e sim uma exclusividade da Polícia Rodoviária.

    O uso do sistema de pagamento automático de pedágios Sem Parar/Via Fácil torna as viagens por rodovias mais rápidas e confortáveis. Para garantir uma viagem tranqüila, os usuários devem respeitar as normas do Código Brasileiro de Trânsito, as placas e sinalizações dispostas nas praças de pedágio, assim como em qualquer outro ponto da rodovia.

    Ao se aproximar das pistas automáticas, o motorista deve, obrigatoriamente, manter a distância mínima de 30 metros do veículo à frente, trafegar em velocidade máxima de 40 km/h e respeitar o semáforo.

    Esclarecemos que não houve qualquer modificação nos procedimentos do Sem Parar/Via Fácil. A fiscalização e aplicação de multa sempre foi e continua sendo responsabilidade da Polícia Rodoviária.

    Atenciosamente,
    Atendimento ao Cliente
    Sem Parar/Via Fácil
    ***

    E quanto aos radares na Dutra, eu vi uma reportagem... PQP! Bem na Dutra... Peguei uma época trabalhando pra Votorantim (Barra Mansa), era velocidade mínima de 150 sem colocar ninguém em risco, numa boooooa! Aquilo vai ficar uma MERDA! Magina SP-RJ assim? Que desgraça, falam em mais 50 radares!

    É o fim da picada mesmo!

    ResponderExcluir
  15. Dirigir 20 ou 30Km/H abaixo do limite é legal e não faz mal a ninguém. O cidadão pode dirigir a 60Km/H se quiser, está no código de trânsito (para um limite de 120).
    O que não pode e não deveria acontecer é dirigir assim na faixa da esquerda, e, o pior, se negar a dar passagem quando solicitado. de maneira educada, sinalizando com a seta, porque não há nada mais irritante nesse planeta do que apressadinho piscando farol alto como se fosse o dono da estrada. se acontece comigo, não saio da frente de pirraça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antônio Martins06/03/12 12:33

      Pior que pessoas que pensam (pensam?) como vc está cheio... Dirigir está virando um inferno!

      Excluir
  16. Raphael Hagi;
    Confere, a RJ 165 na chegada de parati só passaou jipe ou entao com muita paciencia e boa vontade. Passei lá em março quebei a cara, 9km em 3 horas.

    ResponderExcluir
  17. "Dirigir 20 ou 30Km/H abaixo do limite é legal e não faz mal a ninguém. O cidadão pode dirigir a 60Km/H se quiser, está no código de trânsito (para um limite de 120).O que não pode e não deveria acontecer é dirigir assim na faixa da esquerda, e, o pior, se negar a dar passagem quando solicitado. de maneira educada, sinalizando com a seta, porque não há nada mais irritante nesse planeta do que apressadinho piscando farol alto como se fosse o dono da estrada. se acontece comigo, não saio da frente de pirraça."

    Maximizar o uso da via é questão de respeito ao próximo e educação.

    ResponderExcluir
  18. Kantynho, a forma correta, pelo CTB, de sinalizar intenção de ultapassagem, é pelo lampejo dos faróis altos, portanto você está errado duas vezes: uma em ficar nervoso com o farol e outra por não dar a passagem por nada.

    ResponderExcluir
  19. Fábio, não vi nenhum radar ou aparelho no SemParar, para mim é mito. O que eles colocam é aquele "pardal" que informa sua velocidade, se estiver acima de 40km/h toca sirene e pisca, etc... Mais para inibir, acho que não multa.
    Quanto à dirigir abaixo do limite, não tem problema, desde que na pista correta. Afinal, se a pessoa é insegura de andar a 120km/h, que seja feliz a 90km/h... Na direita.
    E tbm costumo pedir passagem com um leve piscar de faróis, sem colar ou hostilizar o cara da frente. Esperar dez segundos para o sujeito da frente achar uma brecha para sair não mata ninguém. O que mata é forçar passagem, assustar os outros, etc etc...

    ResponderExcluir
  20. Vou pela direita nos meus 140 de sempre...

    Por incrível que pareça é a pista + vazia de qualquer estrada.

    Deixo a da esquerda p/ galera passar raiva...heheheh.

    ResponderExcluir
  21. FAÇO ECO AO ANÔNIMO!
    PISTA DA ESQUERDA É PRA QUEM ESTÁ MAIS RÁPIDO E PONTO.
    ISTO É LEI!
    Posso estar no dobro do limite de velocidade, se alguém sinalizar, eu dou seta pra direita e saio, e lógico, calculando a aproximação do bólido.
    Bom para quem anda a metade da velocidade limite da pista na faixa da esquerda, este sim merece ser hostilizado! ÓBVIO!

    ResponderExcluir
  22. Kantynho
    Que a pessoa ande à metade da velocidade máxima na faixa mais à direita, é um direito certamente. Mas não não faixa central a essa velocidade, pois quem trafega corretamente deixando a faixa da esquerda para ultrapassagem somente, de repente se depara com um obstáculo móvel. Aí tem que diminuir, esperar o momento para ultrapassar e enquanto isso carros se avolumam atrás. Notei vários eventos desses na viagem comentada.
    Agora, fazer pirraça por que alguém vem rápido se aproximando e chamá-lo de "apressadinho" - termo usado por Quatro Patas - nada a ver, desculpe. Dê passagem, que é obrigação e não favor, e pronto.

    ResponderExcluir
  23. Bob,

    Não sou adepto do farol de neblina e abomino quem faz mau uso dele.

    Entretanto, quando pego estrada durante o dia prefiro utilizar luzes de posição + faróis de neblina. Acredito que se eu precisar piscar as luzes pra sinalizar algum perigo e estiver com o farol baixo ligado, não consigo obter "contraste" suficiente. De fato, se você observar, verá que durante durante o dia a diferença entre faróis altos e baixos é muito tênue.

    Ao mesmo tempo, com tudo apagado acredito que fico menos visível.

    O melhor mesmo seria ter uma solução somente para o dia, como nos Audi. Mas enquanto não chego lá...

    Abraço.

    ResponderExcluir
  24. Bob, lembrei dos seus textos esses dias... Estava na Bandeirantes e ia ultrapassa ruma carreta muito longa. Tenho sempre o hábito de quando for ultrapassar algum caminhão, me certificar que o motorista consegue me ver, pois sei da quantidade enorme de ponto-cego que existe num caminhão. Usando princípios básicos de optica, se eu vejo ele pelo retrovisor, ele me vê! E quem disse que eu conseguia ver o cidadão?
    Os caminhões estão todos com insulfilm! Uma desgraça!

    ResponderExcluir
  25. Ler o Bob Sharp falando "Quatro Patas" é impagável, salvou meu dia... kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  26. A primeira vez que dirigi na Dutra estava com meu pai ao lado. A hora que saimos da Airton Senna (na época Trabalhadores) e entramos na Dutra ele falou: "agora toma cuidado que nessa estrada você vai encontrar cavalo, pedestre, nego de bicicleta..."

    Foi ele me falar isso entrou um cidadão de bicicleta no meio da pista sem olhar! Na hora percebi que meu pai não estava brincando, hehehe.

    Hoje em dia evito ao máximo viajar em época ou horários de "cheias" nas estradas. Quando não tem jeito, ir pela direita é mais rápido e menos estressante.

    ResponderExcluir
  27. Está um assalto a mão armada andar nas rodovias paulistas: Radares por todos os lados, pedágios abusivos, um bando de barbeiros dirigindo...enfim, um horror.

    Aliás, já que a norma é proibir, deviam proibir a circulação de caminhões Mercedes do tipo 1113/1313 e derivados, com motor OM 352 e terceiro eixo: Só entopem estrada. Outro dia vi um bi-trem carregado ultrapassando com folga um Mercedes 1113 em uma subida...

    ResponderExcluir
  28. O Corsário Viajante

    E pensar que eu tive receio de usar essa expressão aqui e ser advertido pelo Bob...

    Bob

    O tal Kantynho ainda não respondeu às críticas ao comentário dele, mas não creio que ele, com o "apressadinho", tenha se referido a todos os motoristas que pedem ultrapassagem pela esquerda, e sim aos "Abram Alas" que nem esperam haver condições para dar passagem - e freqüentemente não há; inclusive comentei aqui outro dia sobre essas situações.

    Motorista que pisca luz alta e liga seta para a esquerda (que não significa nada) ordenando que o motorsta da frente vire um peido durante passagem por trevos por exemplo, onde quem está na esquerda não pode sair dela imediatamente não merece só ser chamado de "apressadinho", e sim de "apressadinho que quer tirar a mãe da zona".

    Aliás, a meu ver esses aí são tão "donos da esquerda" quanto os outros tipos criticados.

    ResponderExcluir
  29. Caio F.

    E já reparou que quanto mais gigantesco o caminhão, mais jovem é o motorista?...

    ResponderExcluir
  30. Senhores devido meu trabalho viajo todas as segundas e sextas, concordo com a quantidade de sem noção que dirigem nas estradas, mas tenho que pontuar duas opiniões:

    1° muitas vezes estou a 120 velocidade permitida e vem um porra com um SUV do farol xenon pedindo passagem só que para dar passagem tenho que ter espaço, o carro de traz precisa entender que se eu der passagem para ele entro embaixo do caminhão que está na pista do meio, então amigo não é só dar farol olhe a frente analise a situação.

    2° 40 por hora no sem parar é um absurdo você vem em media a 110 com uma carreta na nuca e segura para passar a 40 !!!!!!!!! 60 por hora é uma velocidade cabível para passar na cancela

    ResponderExcluir
  31. Wallysson, obrigado pela dica!

    Bob, estava pensando enquanto vinha pra casa de Omega. 9,5 km/l o barcão faz com ar ligado, e são 4,1 litros. Flex?

    ResponderExcluir
  32. Sem Parar é ridículo... uso o serviço por não ter que andar com dinheiro e ser mais rápido. Porém acho errado ser o mesmo preço de quem paga na cabine e mais absurdo ainda o limite de 40km/h com cancela. Se a cancela não abre, o cidadão vai frear com tudo e o de trás dá no meio, pois normalmente está acima do limite e não mantém os 30 metros de distância. Seria muito mais simples tirar a cancela ué, quem não tem Sem Parar e quer dar uma de "smartão" é só aplicar a multa, quem tem o sistema paga normal, qual é o problema??

    ResponderExcluir
  33. Marcelo Junji12/09/11 23:38

    Daniel Shimomoto, em vez de proibirem os 1113 de circularem, por que você não compra um caminhão moderno para cada proprietário destes. Eu não me incomodo que veículos lentos estarem lentos, o que me incomoda é carrão atrapalhando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou então ele que troque de carro por um menos potente, assim fica mais equilibrado...

      P500<<

      Excluir
  34. Marcelo Junji12/09/11 23:38

    Daniel Shimomoto, em vez de proibirem os 1113 de circularem, por que você não compra um caminhão moderno para cada proprietário destes. Eu não me incomodo que veículos lentos estarem lentos, o que me incomoda é carrão atrapalhando.

    ResponderExcluir
  35. [FORA DE TÓPICO]
    fuçando no webmotors olha o que encontro.
    http://www.webmotors.com.br/webmotors/carro/usado/ford-maverick-5.0-gt-coupe-v8-16v-gasolina-2p-manual/7282827/detalhe.wm

    Bob, o seu maverick era dessa cor também, não?

    ResponderExcluir
  36. Dirigir virou um inferno, tantos kantinhos pelas estradas!

    ResponderExcluir
  37. Engraçado, nunca me senti incomodado por nenhum "abram alas"... Mas que coisa!

    ResponderExcluir
  38. Para mim, caminhões com mais de 20 anos de uso deveriam ficar restritos a viagens de no máximo 100km quando carregados.

    Dorso

    ResponderExcluir
  39. Gustavo Cristofolini13/09/11 01:41

    Passar no Sem Parar "voando as tranças" não da multa. Senão eu já estaria cheio delas. Me divirto entrando a "milhão", pendurado no freio, senão a cancela não abre. Meu recorde até momento foi de 78km/h no radarzinho, mas lá dentro tem que passar perto de 40.

    ResponderExcluir
  40. Falta de informação e falta de fiscalização de um governo fraco e omisso (em todas as esferas). O Resultado é caos, desperdício e raiva....

    Não pegou engarrafamento senão acrescentaria na sua lista os espertinhos que trafegam no acostamento....

    Eu já não suporto mais a maioria dos meus "semelhantes"...

    ResponderExcluir
  41. Se alguem quiser ver carros abandonados, é só dar uma volta no Extra Tijuca (Av. Maracana) no piso superior. Tem mmmmmmmmt carro abandonado. O Extra é gigante e o estacionamento maior ainda ... vagas ociosas ao extremo!

    ResponderExcluir
  42. Macelo Junji;

    Alguma vez você já recebeu encomendas carregadas por esses veiculos?

    Já recebi muito fertilizante carregado por 1113 e derivados e certa vez recebi uma carga onde o caminhão (medido pela balança) estava com 34 toneladas de PBT (acredite se quiser).

    Junta excesso de carga + caminhoes velhos e fracos adaptados com terceiro eixo e a consequencia é sempre a mesma.

    ResponderExcluir
  43. Samuca - Puma GTI13/09/11 09:34

    Ando por estas estradas 3 vezes por semana, no circuito Sao Jose dos Campos - Sao Paulo - Taubate. Por incrivel que pareca, sucatearam a Ayrton Senna e a Carvalho Pinto, que estao com o piso horrivel, cheio de buracos e sem manutencao. Bob, a Dutra esta bem melhor, por mais esdruxula que seja esta afirmacao ! Ah, e o pessoal freando de repente nos radares da Ayrton Senna ... neguinho ja vai a 80 e de repente enfia o pe no freio, dane-se quem vier atras -- e o limite eh de 120 !

    ResponderExcluir
  44. Essa coisa de caminhão, o pessoal esquece que se as balanças funcionassem nas estradas do Brasil não veríamos tantos acidentes nem tanto asfalto esburacado.

    ResponderExcluir
  45. Para Rafael (13/09/11 08:41): e tem alguma coisa interessante o bastante para ser "adotada"? Se tiver, é capaz de eu dar um pulinho no Extra da Av. Maracanã.

    ResponderExcluir
  46. Bob Sharp disse...

    termo usado por Quatro Patas


    MITO!!!!!!!!

    HAHAHAHAHAHHAHAHAHA

    ResponderExcluir
  47. João César Colatrello
    Exato, quem pede passagem na situação que você descreveu tem de ter bom senso (e educação) para poder analisar o quadro como deve ser. E realmente, 40 km/h é velocidade desnecessariamente baixa na faixa do Sem Parar. Certos os portugueses, que não usam cancela no que chamam de Via Verde. É passar praticamente como se vem.

    ResponderExcluir
  48. JCQ
    Campanha pouco adiantará. Só mesmo resolução do Contran proibindo o uso sem a existência de neblina. Educação de trânsito se faz pelo bolso do cidadão.

    ResponderExcluir
  49. Daniel Shimomoto
    Está mesmo um saco dirigir nas rodovias paulistas, quando o normal seria o contrário. Estou com você, caminhão tinha de ter uma relação peso-potência mínima tal que tirasse as lesmas da estrada.

    ResponderExcluir
  50. Anônimo 12/9 23:44
    Os Mavericks da equipe Mercantil Finasa-Motorcraft, representante oficial da Ford nas competições, eram amarelos com faixas verdes e azuis. E o amarelo era um pouco mais escuro.

    ResponderExcluir
  51. Concordo plenamente! Aqui em Poa/RS, BR 290, os caras andam sempre na esquerda e mesmo dando sinal de luz pedindo passagem eles ñ saem para a direita. O que mais m indigna é q há camaras para monitorar o trânsito (será mesmo) e penso q era para PRF parar estes motoristas e orienta-los q a pista da esquerda é para ultrapassar ou para quem estiver andando mais rápido. O risco de acidente é grande ao ultrapasar pela direita, mas as vezes até eu sou obrigado a fazer porque o cara pede passagem e eles nem ligam. Andar de farol ligado a meu ver atrapalha os outros.

    Abraço

    Tazio Nuvolari

    ResponderExcluir
  52. jackie chan13/09/11 13:54

    D. Araujo, MB 1113 não é nada, pois não temos mais tantos deles rodando. O pior é essa praga de caminhões de cana, que mesmo sendo novos, são muito lentos, espalham detritos pela pista, e são muito longos, piorando bastante a segurança na ultrapassagem.

    ResponderExcluir
  53. Anônimo 12/9 20:21
    Seu carro ficaria mais visível de dia só com o farol baixo e você continuaria a dispor do recurso de relampejar. A diferença entre baixo e alto é grande, como se nota ao cruzar com um carro com altos ligados de dia.

    ResponderExcluir
  54. Caio Ferrari
    Dessa eu não sabia. Até caminhões agora viraram esconderijos volantes? O Febeapá está demais mesmo. Essa comunicação visual que você usa, também uso, é importantíssima!

    ResponderExcluir
  55. Rodrigo Costa
    Como é difícil, não?

    ResponderExcluir
  56. Kantynho,faz pirraça com uma LK140 sentadinho no banco traseiro do seu carro,faz,hehehehehe,pirracentos assim costumam ficar com o parachoque traseira amassado,hehehehe......

    ResponderExcluir
  57. bob vc tá muito pé de chumbo , tá parecendo que é das antigas!!!

    ResponderExcluir
  58. Aqui na Fernão Dias no trecho Mairiporã - Atibaia tem corrida de FORMULA TRUCK TODOS OS DIAS..Esses lazarentos descem esse trecho a 120Km/h com carreta e tudo...!Enquanto os "pregos" de carrinho novo andam a 80,90Km/h...

    Fim dos tempos . .

    ResponderExcluir
  59. Decididamente, Fernão Dias não é estrada pra prego...

    Coitados dos incautos que acham que só pq tiraram a CNH estão "credenciados" a enfrentar uma estrada dessa...

    Bom, rodoanel é outro bom exemplo, a faixa da esquerda "sempre 80"... Dooose!

    ResponderExcluir
  60. Pior do que os "Kantynhos" da vida são os camaradas que se recusam a dar passagem para um carro pequeno/popular na esquerda.

    Canso de pedir passagem com meu Ka 1.6 para todo tipo de carro e ninguém nunca me respeita, ou quando saem da frente, vão pra direita e afundam o pé.

    Lamentável...

    ResponderExcluir
  61. A estrada de acesso a Bananal, a partir da Dutra, é uma delícia, mas só no trecho de SP. Após a placa de divisa entre estados começam os buracos. Fui a Bananal há alguns meses e peguei essa estradinha vazia. Pura diversão.

    ResponderExcluir
  62. Marcelo, muitos podem discordar da minha opinião, mas a pessoa que age assim merece ser hostilizada sim. O problema neste caso é que você fica em "desvantagem física".

    Hoje sinalizei que vinha rápido de longe, apenas uma "farolada", a pessoa não abriu e ao perceber que puxei pra direita, acelerou... Não deu outra, coloquei o carro na brecha e não adianta chiar... Ficou! "Sumi na neblina"!
    Se o entusiasta resolve "acompanhar", deve abrir passagem e depois "colocar o bólido para falar", lógico há casos mais estúpidos, que nem há necessidade de abrir, mas estamos falando de "carros populares".
    Mas eu não acho isso legal, aliás desaprovo, na minha opinião, se você está num ritmo, não é porque alguém te passou, que você vai mudá-lo, já disse e repito isso pra quem quiser ler ou ouvir.

    Gustavo, esta estrada é a Rod. dos Tropeiros? Fui no GMaps por curiosidade... Um post-lista sobre estradas divertidas não é uma boa idéia?

    Sds

    ResponderExcluir
  63. De fato, a sanha arrecadatória via radares nas estradas do Estado de SP por onde trafego está sem limites...

    Outro dia, indo pela Castello Branco sentido interior (sei lá se é sentido sul, norte, leste ou oeste...), próximo à saída para Tatuí, o cidadão responsável pelo caça-níquel, digo, radar móvel, teve a pachorra de instalar o radar numa pista e parar o carro na pista de sentido contrário, a mais de 100 metros do radar, só para não levantar suspeita! E os radares móveis modernos são minúsculos, mal se percebe de longe. Confesso que deu vontade de parar o carro e dar um belo chute na tralha toda, já que o cidadão ia demorar uma eternidade para chegar até onde estava a porcaria...

    ResponderExcluir
  64. Realmente os caminhoneiro dirigem bem melhor que os motoristas de carro. Eu confio mais neles. Dentro de carro a navalhada predomina.

    Tanto que a Bandeirantes domingo a noite, quando os caminhões são proibidos, tem trânsito igualmente ruim. Mesmo sem caminhões os motoristas de carro não usam a faixa da direita. Andam todos a 100 km/h na faixa do meio. Então o pessoal que está a 120 km/h na esquerda fica com preguiça de dar passagem para quem está mais rápido.

    Para completar, um carro a 102,7 km/h acha espaço para ultrapassar um carro a 99,8 km/h que trafega pela pista do meio. Aí o trânsito se perde...

    As vezes eu não tenho paciência e sigo a lei a risca: Passei um carro eu caio para direita sem pensar e cravo o pé. Se eu passei alguém pela direita, problema de quem não seguiu lei...

    ResponderExcluir
  65. E pensar que em 2008, domingo à noite na Rod. Bandeirantes, o trânsito era totalmente livre, lembro que eu ía pra Hortolândia sem tirar o pé do assoalho, lógico só reduzia pros conhecidos radares.

    ResponderExcluir
  66. Fabio, não lembro o nome da rodovia. Mas pelo Google Maps, me parece ser a Rodovia do Resgate, pois quando peguei foi saindo de Volta Redonda. Eu apoio um post sobre estradas divertidas!
    O Bob já comentou também, em um post sobre DKWs, sobre a estrada que liga Petrópolis a Teresópolis. Outra estradinha gostosa, apesar dos remendos mal feitos no asfalto.

    ResponderExcluir
  67. "Cariocas (minha raça) ladrões!"

    Bob, essa doeu!

    Lamento, mas nós, Cariocas, somos vítimas da ganância absurda dos donos de postos de combustíveis e, talvez, estejam malcomunados com políticos... esses sim, provavelmente os verdadeiros ladrões.

    Vale lembrar que quem nasce no Estado do Rio de Janeiro é Fluminense, na Cidade do Rio de Janeiro é Carioca.

    Talles Wang
    Carioca sim, ladrão jamais!

    ResponderExcluir
  68. Srs. , morram de inveja (como eu) pois estou em ferias na Alemanha. Alias, desculpem-me pela falta de acentuacao...
    Enfim, eh simples. Leiam novamente o texto do Bob Sharp e invertam o sentido. Nas autobahns a faixa da esquerda permanece livre, as pessoas soh utilizam tal faixa para ultrapassagem e voltam rapidamente para a faixa do meio ou da direita. Mesmo nessas faixas a velocidade media eh de 160 km por hora, mesmo no caso de veiculos de menor potencia. Claro q as vezes vc encontra algum esquecido na faixa da esquerda, mas assim que ele ve algum carro em clara velocidade ou indicacao de ultrapassagem, o sujeito cai para a direita. Radares? Zero. Apenas indicacao de velocidade limite nos limites urbanos (eh comum estradas secundarias passarem dentro de pequenas cidades). Policia rodoviaria? Zero. Buracos ou asfalto irregular? Zero. Pedagios? Zero. Tachoes ou olhos de gato? Zero. As faixas demarcadas tem uma ranhura que produzem um barulho caracteristico se vc passar com os pneus por sobre elas, avisando ao motorista que ele estah "comendo faixa". Aposto que os indices de acidente de transito na Alemanha sao infimos perto dos do Brasil. Antes de mais nada, o que desorganiza e mata no transito eh a falta de responsabilidade do motorista e nao a velocidade em q ele estah. Enquanto isso, no nosso querido pais, os governos continuam a tratar as pessoas como debeis mentais e a extorquir com impostos, multas e praticas anacronicas. Abraco. Felipe Reis.

    ResponderExcluir
  69. Bportari,
    salve Bob apos longo tempo descobri seus belos comments neste blog. lendo seus comentarios sobre os apressadinhos da esquerda (quatro patas) fico imaginando que ou pagam pedagios mais caros ou ipva maior para alugarem estas pistas. Como usuario frequente da Airton Sena/C Pinto fico abismado com isto e pior ainda quando chegam nos tuneis eles ainda reduzem mais a velocidade - ja tive chance de chegar a 70 km/h. E mais ainda os sem noções que entram nos "box do sem parar" sem ter o sensor remoto obrigando a todos pararem. Quase tive acidente certa vez com um 4Patas destes. È uma lastima

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.