PIONEIROS EM LIVRO


Terminei de ler ontem à noite um livro sobre algo que eu conhecia muito pouco, a história do surgimento e expansão do automóvel nos Estados Unidos. A obra, de título "Pioneers, Engineers and Scoundrels" (Pioneiros, engenheiros e desonestos, vilões, "ratos", ou qualquer outro significado nessa linha) é de autoria de Beverly Rae Kimes, uma senhora jornalista que se tornou historiadora do automóvel após publicar, na revista Automobile Quarterly, em 1963, a história do Oldsmobile Curved Dash, sobre o qual havia pesquisado a pedido do editor. Foi então infectada pelo vírus da história dos carros, vírus esse com que muitos de nós convivemos há bastante tempo, com consequências agradáveis.

Beverly nos conta logo de cara, que o livro, publicado em 2005, é a soma resumida de quarenta anos de pesquisas. Quarenta anos, dá para imaginar ?

Só as referências bibliográficas têm mais de vinte páginas, mostrando um número incrível de livros, revistas e jornais consultados, abrangendo mais de um século de história.

Se fosse só por esse fato, já valeria a pena ler o volume, não tão grande, mas denso de informações, e muito bem escrito. Coisa de mestre mesmo. Uma mestra, nesse caso.

As fotos são poucas, apenas para ilustrar um pouco o que havia no final do século XIX e início do XX, mas o texto é primoroso, e com bom-humor sem excessos.

Até mesmo o surgimento do termo automobile, após várias sugestões e tentativas mirabolantes de batizar aquela nova máquina que alterou vidas de quase todo o planeta, é bem explicado.

Muito bem explorado também o fato da mudança cultural de sair do cavalo e carroça e partir para o carro autopropelido. Claro que havia os que não queriam mudar nada, e os radicais automobilistas, que citavam como exemplo da necessidade de mudança, a quantidade de excrementos que os cavalos deixavam nas ruas de cidades que já eram enormes, como Nova York e Chicago, descrevendo o odor constante e outras consequências nefastas.

Marcas que hoje são absolutamente desconhecidas têm sua história mostrada, e os acertos e erros bem clarificados. Por que, por exemplo, os Stanley a vapor deixaram de existir, e por que Henry Ford foi uma pessoa tão criticada por uns e idolatrada por outros durante todo o tempo em que atuou nessa área, são alguns dos fatos que Kimes nos explica, sem se ater apenas às figuras centrais, mas também mostra muito dos engenheiros e dos "chutadores" que definiam como os carros seriam ou não seriam.

O nascimento e crescimento da General Motors é algo à parte de todas as outras empresas. Complicadíssimo no início, e sempre absorvendo empresas menores, William Crapo Durant é retratado como um profissional único, de energia inesgotável, e que teve a empresa praticamente tomada pelos bancos credores logo nos primeiros anos, mas resgatada em pouco tempo com o capital levantado pelas vendas da Chevrolet, que nada tinha a ver com a GM até então, mas que ele habilmente adquiriu quando ficou sem a GM. Um empresário sem igual, que tinha aversão a títulos de funções das pessoas, e que administrava intuitivamente, não necessitando de análises infindáveis de seus financistas e engenheiros para depois tomar decisões. Deve ter sido ótimo trabalhar com ele.

Em suma, um livro espetacular, uma superviagem para quem quer se imaginar naqueles tempos e que, sem dúvida, aumenta em muito a admiração que nos surge quando temos a oportunidade de ficar diante de um desses carros com mais de 100 anos, de marcas já desaparecidas, como um Schacht ou Moon, ou ainda vivas, como Buick, Ford e Cadillac.

A publicação é da SAE, e pode ser adquirido no site da entidade ou na já onipresente Amazon.

JJ

12 comentários :

  1. JJ
    Esse livro deve ser mesmo fantástico. Você se refere à SAE International, nos Estados Unidos, ou à SAE Brasil, em São Paulo?

    ResponderExcluir
  2. Bob,
    à SAE International, mas acho que dá para comprar por aqui tambem.

    ResponderExcluir
  3. JJ e todos
    O livro pode ser comprado na livraria da SAE Brasil e custa R$ 142,50, baixando para R$ 123,50 para associados. Mais informações ém www.saebrasil.org.br/livraria .

    ResponderExcluir
  4. Fui no site da SAE International e eles tem uns livros baratos demais.
    Fiquei empolgado, adicionei 7 livros ao carrinho, dando um total de 39 dólares!
    A surpresa veio no checkout, cobrando 100 dólares de frete!

    Fiquei muito puto! Vou correr atrás de alguém pra trazê-los dos EUA pra mim.

    ResponderExcluir
  5. Todos,

    O mais barato é a Amazon, o frete é apenas 10-15 dólares.

    O livro que o JJ leu é meu, e comprei por 35 dólares já com frete.

    E quando falha em chegar, te mandam outro via aérea, rápido, fácil e sem perguntas.

    Eu recomendo fortemente

    MAO

    ResponderExcluir
  6. Esqueci de dizer:

    Beverly Kimes é genial, uma pesquisadora, fonte de saber que não estaria disponível sem ela.

    Adoro tudo que ela escreveu.

    MAO

    ResponderExcluir
  7. Se não me engano a coisa funciona assim: Se os livros forem enviados de pessoa fisica, para pessoa fisica, não paga frete (ou paga uma merreca).
    Só tem o frete (alto) se for enviado de pessoa juridica (no caso a SAE) para pessoa fisica.
    Ou seja se alguem comprar os livros lá e enviar sai baratinho...
    A conferir.
    Romeu

    ResponderExcluir
  8. Para complementar a leitura, recentemente li um sobre o capitalismo americano do século 19, que tornou possível o automóvel americano, com o surgimento do petróleo e do aço. O livro se chama "Os Magnatas", editora LPM, paguei 35 reais no aeroporto. Vale a pena.

    McQueen

    ResponderExcluir
  9. Infelizmente a Beverly Rae morreu ha pouco mais de um ano -- talvez ate dois anos -- atras. Tudo que ela escreveu durante uma carreira brilhante de uns 40 anos ficou sendo como materia definitiva e insuperavel.

    She is missed.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. McQueen,
    obrigado pela dica, vou anotar na listinha infindável.

    ResponderExcluir
  12. Rex,
    não sabia que ela já havia nos deixado. Uma pena, sem dúvida.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.