É DO JOGO

Foto: oglobo.oglobo.com/esportes
Não adianta espernear. Automobilismo é assim, há interesses em jogo. Barrichello teve de dar o lugar a Schumacher anos atrás no GP da Áustria e  hoje no GP da Alemanha o Massa teve de fazer o mesmo para Alonso. Todo piloto de equipe de mais de um carro sabe disso. Ele se sujeita porque há recompensas -- fartas, por sinal. Ganhar pelo menos 5 milhões de dólares por ano não é para qualquer um.
Na alvorada da Fórmula 1, os anos 1950, não só existia a troca de posição por ordem da equipe como também a troca de carro.
Quando eu dirigi o empenho da Volkswagen do Brasil no Campeonato Brasileiro de Marcas e Pilotos tínhamos dez pilotos contratados (para cinco carros) e uma das cláusulas contratuais era justamente ter de ceder posição por ordem da contratante, no caso a fábrica, sendo que ordem partiria do chefe de competições -- eu.
Nos cinco anos em que estive à testa dessa organização dei a ordem de troca duas vezes e não houve o menor ressentimento. Novamente, eram pilotos pagos para isso, e bem. Cada um tinha, fora o salário (o mais alto era equivalente a 5 mil dólares, só não me peçam para dizer de quem...), um Santana para uso pessoal.
Portanto, não há motivo para ninguém se sentir ultrajado e nem o Brasil ter ficado diminuído diante de um fato que, repito, é absolutamente normal em corrida de automóvel.
Só um exemplo: há corridas, nos dois lados do Atlântico, em que os carros de uma mesma equipe cruzam a linha de chegada emparelhados. Pelo raciocínio de muitos isso seria imoral, vergonhoso, porque os carros não estavam nessa arrumação momentos antes. Bobagem, nada a ver, não existe nada mais bonito do que uma equipe vencedora com dois ou três carros com eles cruzando a linha um ao lado do outro.
É assim que é.
BS

53 comentários :

  1. Desculpa Bob mas não consigo ver desta maneira, apesar de saber disto!Acho que o Sr encrenqueiro Alonso, devagar vai mostrando direitinho quem é! E quem era o problema na Mclaren em 2007, sem contar o episodio de Singapura em 2008, ( por sinal o Sr Flavio Briatore andou visitando a Ferrari está semana e conversando com o Domenicali, será que ...? Prefiro nem comentar.) Alonso se julga genial e acredita que todos nós somos idiotas: " Então o Felipe perdeu uma marcha? Ele conseguiu terminar em 2°?" (Disse no radio ao cruzar a linha de chegada). "Vi o Felipe lento e passei, eu não sabia o que estava acontecendo" (em entrevista após a corrida) " Eu não sabia de nada!" (sobre Cingapura 08). Fala sério Alonso! Não ofenda a nossa inteligência! E a Ferrari sinceramente deveria ter vergonha, mas isso não está nos padrões da equipe atualmente. Queria mesmo era dizer que não assisto mais essa palhaçada, mas infelizmente não poderia cumprir essa promessa, mas por quê? Porque cresci vendo F1, vendo Senna, Piquet, Prost entre outros gênios pilotando e passei a amar esse esporte como tantos e tantos Brasileiros...

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Bob,

    Quer apostar que o WSC vai cancelar a vitoria do Alonso, dar a vitoria ao Massa e tirar todos os pontos da Ferrari?

    So assim isso vai parar.

    Foi tao na cara.

    ResponderExcluir
  3. Na epoca de Barrichelo achei totalmente desnecessario, eram primeiro e segundo no campeonato e dominaram o ano.
    Um tirou pontos do outro.
    Infelizmente o campeonato para Massa, a diferenca de pontos favoravel a Alonso, que ainda tem chances.
    Não esqucam que o patrocinador eh espanhol e Alonso tem andado ano inteiro mais rapido. Alguma duvida em quem ser privilegiado?
    So acho que poideria ter sido mais natural e não precisavam ter feito do jeito que foi. Apesar de que daria a mesma falacao.
    Tambem não vejo motivos para Felipe ficar emburrado. Ele acatou, que aceite.

    ResponderExcluir
  4. Se tiver qualquer tipo de punição a Ferrari e ao Alonso, o mais correto seria que o Massa também fosse punido porque ele foi parte ativa no processo de "manipulação" do resultado da corrida. Ele não é mera vítima, ele é co-autor do que aconteceu da mesma forma que o Alonso, mas duvido que vá haver qualquer punição a qualquer um deles, no máximo um puxão de orelha e falar pra não fazerem de novo.
    Com a atual situação do campeonato, a Ferrari esta mais que correta, na minha opinião, em priorizar o Alonso que ainda tem chances de ser campeão esse ano.

    ResponderExcluir
  5. A questão é que o atual regulamento não permite jogo de equipe.

    Não são apenas os torcedores que foram feitos de bobos, foram também McLaren e a Red Bull que deixaram seus pilotos disputarem posições na pista.

    ResponderExcluir
  6. Estou de acordo com o BS.

    Tudo se resume a uma única palavra: "equipe".

    A Ferrari é uma única equipe, e seus pilotos fazem parte dela. Quem manda lá dentro deu a ordem pensando exatamente nisso.

    Na Indy esse jogo não existe porque cada carro possui seus próprios patrocinadores. Fazer jogo de equipe lá é prejudicar um patrocinador em vantagem para outro. Porém nada garante que entre as equipes com os mesmos patrocinadores em todos os carros não tirem proveito do jogo de equipe.

    Ficamos indignados porque um brasileiro foi prejudicado, porém ninguém reclamou quando a MacLaren fez o mesmo entre Berger e Senna. Também não houve estremecimentos na amizade entre eles por isso.

    Mais incrível é lembrar que já pedimos pelo jogo de equipe, e julgamos mal a Willians não interferiu na disputa interna entre Piquet e Mansell, que acabaria dando o título de mão beijada para Prost num ano não inspirado da MacLaren.

    ResponderExcluir
  7. Entendo que é o jogo da equipe, os interesses e tudo mais. O ciclismo usa disso diversas vezes.

    O que ainda me faz contestar é que (talvez esteja errado) não acredito que Prost e Senna aceitariam fazer o mesmo.

    F1 ficou pior que futebol. O business é mais descarado ainda. Vou comprar um bom livro pra ler no horário das corridas... uma pena.

    ResponderExcluir
  8. Não assisto mais corridas de F1

    Não esqueçam que futebol é a mesma coisa.

    Quem manda são os patrocinadores.

    ResponderExcluir
  9. BOB na minha opinião o massa também virou " CACHORRO DE MADAME ".

    E fica minha pergunta no ar :

    SERÁ QUE O SENNA SE PRESTARIA A TAL PALHAÇADA ????????

    ResponderExcluir
  10. Franklin Weise26/07/10 08:27

    2 pontos:

    - Alonso sabe jogar sujo. Assim como Senna. Assim como Schumacher. Faz parte do jogo no esporte a motor. Os bonzinhos não costumam ser vencedores.

    - Massa acabou de renovar seu contrato com a Ferrari num momento difícil do campeonato. Certamente houve algumas condições secretas que ele teve de engolir (no fundo, ele já sabia disto antes da corrida).

    ResponderExcluir
  11. Mister Fórmula Finesse26/07/10 08:38

    O legal do esporte é que não existe um cronograma pronto determinando o que irá acontecer no momento seguinte; isso seria o ideal, mas quando acontece de nos bastidores alterarem o imponderável (disputa...etc)....

    Entendo pelo lado da equipe, Moss uma vez colocou um volante enorme e cheio de nós no carro do seu companheiro de equipe - Tony Brooks - não exatamente para ajudá-lo!

    ResponderExcluir
  12. Eurico Jr.26/07/10 09:09

    Bob,

    Parabéns pelo texto, de objetividade e clareza ímpares.

    É importante esclarecer aos "pachecos" de plantão que a Fórmula 1 é sobretudo um negócio, e os que lá correm não são abnegados patriotas, e sim, profissionais altamente remunerados.

    Ninguém está lá pela glória da Nação, querem é ganhar muita grana.

    Infelizmente, a Fórmula 1 (e demais esportes) foi escolhida como válvula de escape para o brasileiro administrar o famoso "complexo de vira-lata".

    Se o Alonso tivesse cedido a posição, os "patriotas" estariam caladinhos...

    ResponderExcluir
  13. Absolutamente correta a atitude da Ferrari, é uma equipe e o que interessa é que ela vença.

    Pelo menos a coisa na Rossa é clara, não fica esta palhaçada como a McLaren faz de "Jenson, save fuel, Jenson, save tyres".

    A briga na Red Bull já ficou escancarada, basta ver os últimos pronunciamentos do Webber. Tirar a asa melhor e dar para o Vettel não é a mesma coisa?

    Parabéns a Ferrari. Os pachecos de plantão que se calem.

    ResponderExcluir
  14. Num campeonato brasileiro de marcas, a torcida provavelmente não saberia o nome de todos os 10 pilotos contratados. Se havia torcida, era pelas próprias marcas.

    Na Fórmula 1 existe torcida para o piloto. O campeonato é de pilotos. Há também o de construtores, mas o de pilotos tem mais destaque.

    Não sou torcedor ferrenho do Massa, mas me coloco no lugar daqueles que torcem. É uma lástima ver seu piloto favorito entregar uma posição.

    Essa história de dinheiro é relativa. O Massa já tem o suficiente até para seus netos. Eu, se arriscasse minha vida num volante de corrida, não o faria para abrir mão de uma vitória. Não por acaso, uma corrida se chama "Grande Prêmio".

    Felipe Massa renegou um "Grande Prêmio" - o que deveria ser o principal motivo do esporte a motor.

    ResponderExcluir
  15. Bob, tudo bem que corre muita grana nesse circo, mas daí a justificar que resultados sejam alterados pelos diretores de equipe...

    Então, pra ficar menos ilusório, que se elimine o campeonato de pilotos, permanecendo apenas o de construtores.

    ResponderExcluir
  16. BS,
    Concordo 100%, para concordar, tive de colocar o meu 'torcedor brasileiro' do lado de fora, o Alonso ainda está na briga pelo título, Massa não, foi assim em 2007, quando ele deu passagem ao Kimi, que ganhou a corrida e o título, por que não agora.
    Questionamos a Ferrari, mas Red Bull não fez isso quando precisou, pode lhe fazer falta na hora de contas para o título, McLaren tampouco fez isso em 2007, Kimi na cabeça.
    Como torcedor brasileiro e do Massa, tomara que ele ande na frente do espanhol em todas as demais etapas e o siga deixando passar para que leve o título, gostinho de que fui eu quem fez você campeão...

    CZ

    ResponderExcluir
  17. Zé da Silva26/07/10 10:45

    Até eu, que só cursei até o pré- primário, sei o que significa a palavra " EQUIPE ".

    ResponderExcluir
  18. Ok, é um negócio. E já que em nome do negócio pode-se f*der o esporte, então, faça-se assim: a Federação coloca o título em leilão, e quem der mais, leva. Não precisa nem ter corrida. Simples, prático, e objetivo.

    ResponderExcluir
  19. Ao Bob e todos que nos leem:
    Existe toda uma lógica correta nisso que aconteceu, como bem descreveu o autor do post. Porém, há que se considerar o ponto de vista dos torcedores que acompanham o "esporte": a emoção.
    Eu nunca vou conseguir sentar na frente da tv ou até assistindo ao vivo no autódromo (quem já fez isso sabe qual a sensação)e analisar a corrida com o mesmo raciocínio do dirigente. Assistimos corridas e outros eventos esportivos para TORCER. A partir do momento em que isso não for mais possível, acabou a graça.
    Aí quero ver o "esporte" continuar existindo...

    ResponderExcluir
  20. Creio que estas coisas já devem constar no contrato assinado e alem disto é aquele velho ditado :
    manda quem pode e obedece quem tem juizo...

    ResponderExcluir
  21. O Massa não pode fazer cara de coitado. Ele não é vítima, queria ver ser mandassem o Piquet (o pai, claro) fazer o mesmo... O Massa fez pq não é homem para desobedecer o chefe de equipe e não é bom o sificiente para andar no mesmo tempo do Alonso. Ele tá pouco se lixando para a torcida ou para algum título (que ele só ganharia com muita sorte, pq não é um ótimo piloto). Ele só quer saber da grana no bolso. Então ele fez uma escolha, e não adianta fazer carinha de quem tá revoltado.

    ResponderExcluir
  22. O Massa tá no lucro, não tem estofo pra ser primeiro piloto Ferrari. A equipe ainda foi muito legal com ele ao renovar o contrato de um piloto que tomou uma pancada na cabeça que ninguém sabe até que ponto deixou-o mais lento. Mas que afetou, afetou mesmo, ele não é mais o mesmo de anos anteriores.

    McQueen

    ResponderExcluir
  23. Crédo Pessoal. nem um beijinho no Bob antes ? O "animus fudendi" foi a seco mesmo !!! hahahahahaha

    ResponderExcluir
  24. A Formula 1 além de ser uma corrida que só duas ou três equipes tem chances, e ainda tem disso, pode!!

    ResponderExcluir
  25. Gente, chega de hipocrisia! Se vocês estivessem lá fariam A MESMA COISA. Brasileiro tem mania de tentar dar aula, mas duvido que tenham culhões de fazer diferente. O cara tem um salário de milhões e um contrato a zelar. Ele não tá nem aí para o país - e na verdade, o país não está nem aí pra ele também. Veja o Barichello, todo mundo critica até quando ele vai bem.

    No lugar dele, TODOS fariam a mesma coisa, e quem não fizesse não iria durar na categoria. Para chegar onde eles chegaram com certeza tiveram que engolir os mais diversos sapos.

    ResponderExcluir
  26. Concordo que a equipe vem em primeiro. Porem o que acho falta de respeito para com a inteligência de quem assiste e de quem organiza a prova a forma como foi feita. Se a regra diz algo e não cumprem pra que fazer regras? Todas as equipes vem sendo punidas por ultrapassar em local proibido, conduta de risco etc. Entendo que a ferrari precida dos pontos, mais a FIA, FOM ou o orgão responsavel devia punir essa atitude.
    Quando digo punir, falo de todos os envolvidos; Ferrari, Alonso e Massa. O que não pode haver é tratamento diferente de acordo com a equipe que cometeu o erro.

    ResponderExcluir
  27. Clésio Luiz26/07/10 17:09

    A regra é clara. O que aconteceu é passível de punição, está lá no livrinho da F1.

    Se no passado isso acontecia e era tolerado, problema do pessoal da época. Como as manchetes e os fóruns de todo o planeta mostram, os torcedores de hoje não aceitam mais isso.

    E se as equipes acham que o torcedor não tem opinião, boa sorte com sua negociação para um patrocinador investir dinheiro numa categoria sem público.

    ResponderExcluir
  28. Carro de Formula 1 =
    R$ XXXXXXXX
    Pagar toda a logistica do esquema =
    R$ XXXXXXXX
    Ter pilotos que tem culhão pra praticar o automobilismo em sua essência = NÃO TEM PREÇO !!!!!!!
    Agora aos amigos que acham que dinheiro vem á frente do esporte, expliquem isso para os filhos dos pilotos quando estes forem para a escola e a molecada tirar onda com eles. " você é o filho daquele piloto que tirava o pé para os outros passarem .......

    ResponderExcluir
  29. Carro de Formula 1 =
    R$ XXXXXXXX
    Pagar toda a logistica do esquema =
    R$ XXXXXXXX
    Ter pilotos que tem culhão pra praticar o automobilismo em sua essência = NÃO TEM PREÇO !!!!!!!
    Agora aos amigos que acham que dinheiro vem á frente do esporte, expliquem isso para os filhos dos pilotos quando estes forem para a escola e a molecada tirar onda com eles. " você é o filho daquele piloto que tirava o pé para os outros passarem .......

    ResponderExcluir
  30. Se fosse tão natural assim o Rubens não teria reclamado e o Shummy feito papél de tonto ao dar o lugar e troféo a ele no pódio.

    E o Massa fez beicinho igual o Rubens, e nas entrelinhas não ficou contente e não aceitou com naturalidade.

    Se o salário justifica era para terem ficado calados e explicarem o motivo da atitude da equipe para a população.

    ResponderExcluir
  31. McQueen,
    De pleno acordo. Depois do que aconteceu o Massa ficou mais lento meio segundo. Não tem jeito. Pena, mas não há o que fazer. Ele tem muito o que festejar, felizmente não ficou sequela. Mas o meio segundo não volta mais.

    ResponderExcluir
  32. Não sou torcedor do Massa, mas achei esse episódio uma tremenda falta de respeito a um esportista por parte da Ferrari. Até parece que nessas horas o fantasma do velho Enzo fica por perto para dar as ordens.

    Está certo que no GP da Inglaterra a Red Bull demonstrou favoritismo ao colocar a nova frente somente no carro do Vettel, mas isso não pode ser comparado ao misto de zarzuela com ópera bufa apresentado ontem pela Ferrari. O Niki Lauda, que conhece uma coisinha ou duas sobre o modus operandi de Maranello, usou a palavra certa para definí-lo: vergonha.

    Espero que o Alonso chegue à última prova do ano em condições de ganhar o título, e o perca porque o Massa, com o moral lá embaixo, nào conseguiu tirar pontos de seus concorrentes mais diretos. Na minha opinião, esse seria o desfecho mais justo para essa história.

    ResponderExcluir
  33. O Massa devia ter sido despedido e por justa causa :

    Há n modos de dar passagem ao companheiro de equipe mais veloz, e ele além da " trancada" umas 20 voltas antes,escolheu o meio mais " bandeiroso " possível para deixar o Alonso passar : aliviou o pé em aceleração em reta.

    Massa podia ter fingido errar e espalhar umas freadas,mas FEZ QUESTÂO de mostrar ao mundo que sua EQUIPE escolheu o piloto mais veloz e com mais pontos para vencer a prova.

    Diante da repercussão negativa, se fosse chefia da empresa mandava ele embora ontem, tem uns 5 pilotos mais rápidos no mercado, à disposição.

    Concordo com o Bob.

    E no Marcas-Rally, torcia pelo Lemos,apesar de desconfiar que o Gianetti no lugar dele daria PT na molecada do Bob

    ResponderExcluir
  34. Com o acidente ficou meio segundo mais lento, mais meio pelo filho, pronto, mais uma década sem um campeão brasileiro.

    Pior é que o filho do Nelson andava bem, não fazia feio sendo segundo piloto do espanhol, mas aí deu aquela merda.

    ResponderExcluir
  35. O que me deixou p... da vida foram algumas "coisinhas":
    - O Massa vivia criticando o Rubinho por ter sido subserviente ao Schummy.
    - O Massa, se não concordava, devia responder pelo rádio: "está mais rápido? Então mostre que é el phodón de las Astúrias e ultrapasse".
    - O Massa, se concordava, devia parar de fazer bico de bebê magoado no pódio, comemorar efusivamente com o Alonso, e na entrevista dizer que deu passagem porquê o colega de equipe tem mais chances de disputar o título. Duvido que após a prova algum comandado do Bob ficasse com aquela tromba do Massa.
    - Se o Massa acha que com essa atitude ano que vem ele vai ter alguma chance de disputar o título, esqueça. Uma vez subserviente, sempre subserviente - Coulthard que o diga.
    E chega de gastar teclado com o ex-piloto Felipe Massa, aquele cuja carreira se encerrou com um acidente na Hungria.

    ResponderExcluir
  36. Bob, não concordo! A fórmula 1 é o apice da careira de um piloto. Chegar lá para ser 2º? Então que assuma desde o começo e honrre suas atitudes como homem. Agora posar de bravo e ceder?? Ficar de beicinho?? Ele jogou os fãs dele na mais pura sarjeta. Minha mãe era fã dele, no sábado fizemos um pedido de produtos do Massa no site da F-1. Afinal fazia 1 ano do acidente. Cancelei o pedido! Eu era torcedor do Alonso, mas depois desta ele não merece minha torcida, abdicou da briga para apelar ao comodismo das ordens da equipe. Foi uma moça! É claro que ele tem mais pontos e etc, mas não era necessário. Ele estava mais rápido ia acabar passando na pista.

    ResponderExcluir
  37. Ahhh... sei lá!!! Eu gosto do Massa, o cara é boa gente e é bom piloto sim!
    Entendo que o acidente da Hungria foi um baita atraso na vida dele, mas acho que se derem "oportunidade" ele consegue voltar a ser "o cara" no ano que vem, não que eu tenha sido sugestionado por aquele papinho "Massa is back, Massa is back", uma tentativa de incentivá-lo para que ele não fizesse cara feia no pódio, mas ao lado do Alonso, "O Máscara", o papel fica muito difícil.
    Sobre anteontem, acredito que ele tenha cumprido o contrato pensando no ano que vem, também não achei legal ele fazer "biquinho", mas a questão é que ele e o Alonso não se bicam e ele teve que ceder, tem muita tretinha mal resolvida entre os dois, certeza. Aquela do GP da China tá entalada na garganta dele até hoje.
    Tomará que esta "lógica do subserviente" do Bianchini não reflita a verdade, torço pelo Massa, ele chegou muito perto aqui em Interlagos... puuuts!

    Abs

    ResponderExcluir
  38. No dia da corrida eu fiquei indignado de ver aquela situação, Brasileiro quer ver Brasileiro ganhando uma corrida de F1, mas depois pensando melhor, tive que concordar com a Ferrari, o Massa tava mais lento mesmo, o Vetel vinha babando, o Alonso tava rápido e o mais sensato era tentar a dobradinha do que o Vetel engolir os dois no final.

    ResponderExcluir
  39. Menos Hipocrisia27/07/10 14:17

    Duvido que aqueles que criticam o Massa fariam difente em uma situação semelhante, em que seus respectivos empregos e o suado dinheiro para pagar as contas estivessem em risco.

    Sem mais

    ResponderExcluir
  40. Ricardo Batista da Silva Mano27/07/10 14:30

    O que você descreveu é a parte administrativa do negócio; o torcedor quer pilotos que sejam iguais a Piquet e Senna, que apesar de assinarem os mesmos contratos de Barrichelo e Massa, desobedeceram as equipes e peitaram o 1º piloto, e nem por isso foram mandados embora e se tornaram icones e campeões. Infelizmente Massa nunca vai ser um campeão, será apenas mais um milionário; ele se esquece que todo campeão é milionário por tabela. Qual a motivação de assistir uma corrida se você sabe que seu piloto nunca chegará em primeiro, ou na pior das hipoteses botará fogo no circo. Não assisto mais formula 1, vou para Indy. Você viu a indignação do Castro Neves em ser desclassificado? Aquilo é que é brio.

    ResponderExcluir
  41. Depois do filho e o acidente o massa já não é o mesmo em agressividade.

    Nessa formula 1 sem graça o único que corre por prazer é o Lewis Hamilton.

    ResponderExcluir
  42. Serááá???

    Lewis é ratinho de laboratório... não vejo nada de prazer no seu estilo...

    Que volte o Shummy!!! EEEEEE!!!! outro que ficou zuado, mas foi de acidente de moto...

    ResponderExcluir
  43. Francisco Neto27/07/10 22:20

    Se o Massa tava mais lento e o Alonso eh tão bom, que eles se entendessem na pista

    Quem paga o salário deles TAMBEM eh o torcedor.

    Esta cada vez mais desestimulante assistir F1.

    ResponderExcluir
  44. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  45. Menos Hipocrisia...
    Duvido que aqueles que criticam o Massa fariam difente em uma situação semelhante, em que seus respectivos empregos e o suado dinheiro para pagar as contas estivessem em risco.

    Senhor sem hipocrisia,deixe de ser hipocrita suado dinheirinho ???pra pagar suas contas.
    Ahh pelo amor vai o cara é milionário,poo.

    Se ele fosse macho suficiente teria peitado a equipe,mas esquece pilotos como antigamente não se exitem mais.

    Concordo com o Bob como chefe de equipe.Mas como Auto entusiasta,eu queria ver era o circo pegar fogo,Massa e Alonso disputando posição e depois chegaria o Vetel babando pra cima do Aloso,ai sim teriamos um belo pega.

    ResponderExcluir
  46. Com certeza é assim mesmo nas categorias de origem europeia... Endurance não acho q venha ao caso, os carros cruzam juntos porque normalmente têm voltas de vantagem de um para o outro, aí tanto faz quanto tanto fez porque já estava definido mesmo!
    Aí lá vem os da F-Indy e se vangloriam de serem melhores e tal... Vão e tiram a vitória do Helinho por causa daquela regra imbecil... Se a graça é a luta por posições tanto para ganhar quanto para defender... Como não pode defender? Absurdo!
    Mas é assim na NASCAR, nas corridas q vi nunca percebi! Por essas razões q essa categoria é a mais popular nos EUA. Todos com carros praticamente iguais soltos na pista e seja o q Deus quiser! Categoria pra “MACHO” (q me perdoem as mulheres) O melhor q vença! Viva a Nascar(especialmente a narrada pelo Edgard de Melo Filho)
    Abraços!

    ResponderExcluir
  47. Ahhh... eu não curto a Nascar não, aliás, dessa cultura "anabolizada" americana, acho que eu só admiro os muscle & pony cars do final da década de 60.
    Não vejo muito sentido nesta competição, como falei em outro post, parece o Demolition Derby, sei lá... too much!
    Ahhh... Lawrence, tem mulher andando na Nascar, heim... E a Danica... wOOOOWWW!!! hehehe

    ResponderExcluir
  48. Deixando a polemica de lado, duas normas foram violadas:
    39.1 (algo sobre proibição das ordens de um time);
    151c (proibição de atitudes antidesportivas que sujem a imagem do esporte).
    Eu tenho a mesma opinião do Niki Lauda: "Vergonha!".

    ResponderExcluir
  49. Falando em mulher no automobilismo... e aquele acidente na Indy, com a Simona, o trabalho do resgate foi patético, eu não acreditei no que eu estava assistindo. "Depois falam da Truck..."

    ResponderExcluir
  50. Formula 1 é esporte de equipe, pra mim, como se fosse futebol. Já pensou os jogadores querendo só eles fazer gol? Quem vai perder no final? O time inteiro.
    A ferrari esta certa, com a descisão tomada ela garantiu 2 pilotos no pódio.

    ResponderExcluir
  51. Formula 1 é esporte de equipe, pra mim, como se fosse futebol. Já pensou os jogadores querendo só eles fazer gol? Quem vai perder no final? O time inteiro.
    A ferrari esta certa, com a descisão tomada ela garantiu 2 pilotos no pódio.

    ResponderExcluir
  52. O Marcelo resumiu bem, tanto que o post e mesmo os comentarios seriam desnecessários:

    O próprio regulamento não permite o que foi feito.

    O campeonato em discussão é assim que funciona, se outro é diferente, é outro campeonato, não importa no caso.

    ResponderExcluir
  53. Bom, legalmente, o BS e o AAD têm razão. Contrato tem que ser cumprido, e deve haver cláusula de obediência cega aos dirigentes da equipe.

    Mas aí entra o que o BS explicou: a corrida é um negócio. Fórmula 1 é um negócio. Nós queremos assistir a um negócio? Eu não, se eu quiser assistir a um negócio, eu sento na mesa de reuniões da empresa onde trabalho, e vejo ao vivo bons negócios sendo fechados.

    Há uns 20 anos eu assistia bastante a F1, não só porque haviam "pegas" de verdade, como também porque havia MUITA tecnologia sendo desenvolvida, e que acabava indo parar nos nossos carros (como ABS, ASR, EBD, etc...). Hoje, o que é a F1? Não se desenvolve NADA porque o regulamento (tosquíssimo) não permite, e não se tem a esportividade de antes porque os contratos e as equipes não permitem.

    Daí pergunto: pra que assistir isso??? Eu não assisto já há mais de 10 anos, e realmente não vejo razão alguma para alguém assistir.

    Pensasse a maioria desta forma, esvaziando as arquibancadas, aí sim gostaria de ver qual seria a reação de tais equipes e dirigentes. Que F1 é um negócio não há dúvida, mas enquanto negócio eu não tenho o mínimo interesse.

    Também não tenho o menor interesse sobre o negócio de fabricação de carros. Quero carros BONS, de bom desempenho, potência, frenagem, acabamento, pintura, enfim, tudo do bom e do melhor, com preço acessível. Como o fabricante pode conseguir isso? Não sei nem quero saber, isso é problema dele. Ele que se vire! Tanto é possível que já existiu, mas a ganância não permite que isso continue existindo. Exatamente o mesmo acontece com TODOS os esportes.

    Portanto, todos os esportes eu dispenso. Prefiro ficar na garagem cuidando dos meus esportes.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.