TUDO COLORIDO

Hoje passei por um quarteirão e todos os carros estacionados em ambos os lados da rua eram prata ou preto.
Me lembrei então de um pequeno folheto que tenho em minha cada vez mais bagunçada biblioteca, que chamo de "espalhoteca" pois há itens em vários cantos de casa. Escaneei as cores, tetos de vinil, calotas e rodas para ajudar nossos leitores a imaginar o que é a possibilidade de escolher como seu carro deve ser.
Os itens são da linha Buick de 1987.
Abaixo, as cores disponíveis:

Aqui, os padrões de tetos de vinil:

E as duas imagens abaixo mostram as calotas e rodas para cada modelo:

Uma grande confusão poderia se formar na cabeça do cliente pouco decidido.
Hoje, mesmo com as crises locais e internacionais, ainda há muitas fábricas que disponibilizam uma quantidade muito grande de padrões de acabamento para seus modelos, certos de que é o único modo de agradar a clientes exigentes.
Exceto pelos tetos de vinil, que são dispensáveis em carros modernos, a possibilidade de escolher mais cores é desejável, e espero que aqui no Brasil cheguemos próximos disso, um dia.
JJ

33 comentários :

  1. Deus te ouça! É um saco olhar para todos os lados, e ver carros pretos e prata (e suas variações de tons, chegando ao "chumbo") por todos os lados. E fora a carroceria, você se esqueceu de outro ítem: opções de cores de interior, preferencialmente, monocromáticos, como já tivemos aqui em tempos passados, até em carros simples como o Chevette ou o Dodginho Polara. Falo de interiores em tons de bege, marrom, vinho, azul...Hoje é quase tudo em um tom de cinza mais escuro, ou preto mesmo. Eu pagaria por um interior destes, nem que fosse como opcional.

    ResponderExcluir
  2. Antigamente o problema aqui era volume de produção. Agora é alienação.

    ResponderExcluir
  3. Essa tendência de cores é européia também.

    Aqui em casa tenho dois: um prata e um preto. :)

    ResponderExcluir
  4. Opções de cores até temos, se entrarem no site de qualquer fabricante verão verde, vermelho e azul. Porém se o cliente quiser verde, vermelho ou azul vai ter que esperar por xx dias, ou até meses. Como sempre tem cinza ou preto no estoque, é o que o cliente acaba levando. Aconteceu isso com os dois últimos carros da minha esposa, um Classic (ela queria dourado e levou um chumbo) e com o atual Fit, que ela queria de qualquer cor, menos preto e cinza. Acabou levando um cinza um pouco mais escuro que prata, por ter no estoque e não precisar esperar sei lá quanto tempo.

    Ainda bem que o meu é verde e quebra um pouco a monotonia da garagem do prédio.

    ResponderExcluir
  5. Outro fator são as pessoas que acham que carro é investimento e acabam comprando prata e preto devido a maior aceitação de mercado dos mesmos, já pensando no momento em qe vão vender..

    ResponderExcluir
  6. O problema é que quem vai comprar não tem paciência de esperar algumas semanas pelo carro do gosto dela, chega na concessionária querendo direção hidráulica, ar condicionado, trio elétrico e carro verde, por exemplo, sai de lá de carro preto, sem ar condicionado e com travas positron...

    Conversa de investimento não vale mais, hoje tirar carro da concessionária é 20% de desvalorização instantânea. Melhor investir num modelo de maior aceitação do que em determinada cor.

    ResponderExcluir
  7. Concordo totalmente, o mundo está muito acinzentado e sem graça.

    Mas enquanto o automóvel representar uma enorme fatia do orçamento das pessoas elas vão sempre pensar na revenda.

    Note que automóveis em cores "esquisitas"; quando tem algum na concessionária; normalmente em cores berrantes têm descontos consideráveis!

    Até que novas tecnologias realmente viáveis (baratas) cheguem, já tentaram emplacar capas coloridas para mudar a cor dos carros, outras empresas tentaram vender partes coloridas para que o usuário mudasse em casa... Vamos continuar assim. Se não piorar!

    Esperemos os materiais digitais!!!! Que venha a tecnologia!

    ResponderExcluir
  8. Ui! Eu queria um rosa!

    Lady Gaga? Adógo!

    Beijinhos tio Juvenal!

    ResponderExcluir
  9. coincidência... a coluna do Jeremy Clarkson no Times de hoje também é sobre cores de carros. pelo visto, o problema do preto-e-prata também acontece na Inglaterra:

    http://www.timesonline.co.uk/tol/driving/jeremy_clarkson/article7143770.ece

    ResponderExcluir
  10. É um saco mesmo, acho que foi o Bob que comentou um bom tempo atrás, acho que foi até em outro site, uma foto de uma rua nos anos 70... impressionante como era colorida com grande variações de cores... é um saco mesmo a ditadura do prata, preto e um pouco de branco. Pior que tenho um polo prata (comprei usado, foi a melhor opção, tive que aceitar a cor) e minha mãe um Sandero prata, que pegou pq era o que tinha disponível na loja...

    ResponderExcluir
  11. O que mais me incomoda mesmo é a ditadura dos interiores escuros.

    Aí alguma fábrica oferece interiores como cinza claro, creme, caramelo ou branco e sempre tem jornalista 'especializado' dizendo para comprar preto porque as outras cores suajam. Além de especializado em falar besteira é porco...

    A combinação típica tupiniquim de carro preto, interior preto, plásticos duros, bancos molengas e sem ar... carruagem do inferno.

    Aliás, cobrar R$ 4.000,00 pelo ar condicionado é indecência...

    ResponderExcluir
  12. ...bom, realmente é chato um trânsito como o nosso em SP, preto/prata e afins...eu saio dessa regra desde meu CHEVETTE 88 "verdinho", passando por um Corsa 2002 "azul armador" e meu Celta 2005 "vermelho barroco" assim digamos...e tô em cima de um opala 74 marrom, interior preto...hehehe...

    Abraço a todos!!!

    ResponderExcluir
  13. Tendo o que eu gosto não ligo pra aparência. Cor da pintura e seu estado pra mim nem faz diferença. Esse pessoal de martelinho e funilaria anda com serviço demais. Eu prefiro me preocupar com dirigir e curtir o que os olhos não veem.

    ResponderExcluir
  14. Aqui em BSB ainda bem q não tem tanto isso. Minha noiva reparou a quantidade de carros de outras cores, principalmente branco e vermelho (!). Assim que ela disse isso, contamos em um estacionamento nada mais nada menos que 8 carros vermelho, sendo desses 2 stilo com sky window e 1 punto tjet, ou seja, não eram só carros populares. Aqui em casa até o ano passado tínhamos 2 carros verde. Fora que aqui eu já vi fusion vinho e branco pérola.

    ResponderExcluir
  15. Realmente é muito chato só achar carros no preto-preta-cinza ratazana, felizmente meu Monza é Marrom Alabama...

    ResponderExcluir
  16. É verdade, _KnZ_: se me derem um carro com interior bem claro, podem me procurar 10 anos depois, e duvido que não esteja perfeito. Carro não é lanchonete, não é fumódromo, e não é motel. Nos meus, ninguém come, fuma, ou transa. Beber, só se for água, nada de suco, refrigerante...Criança com sapato no banco, nem pensar, e muito menos com canetinha nas mãos. Isto, entre outros cuidados. Sou chato? Sou. Muuuuuuuuito chato. Em compensação, um dos meus orgulhos é entregar ao segundo dono, um usado impecável, tanto no interior, quanto no exterior, e na mecânica. Isso sem falar na facilidade de revender. Todos eles, o primeiro que foi ver, levou.

    ResponderExcluir
  17. Colorido estava SP hoje,eim?hahahahahaha

    ResponderExcluir
  18. Preocupação com aparência; deixar de dirigir em chuva por que acabou de lavar o carro; deixar de usar uma vaga próxima por medo de levar uma portada; entegar o carro perfeito ao segundo dono (sic)?

    É melhor curtir o carro, dirigir.

    ResponderExcluir
  19. Alguém falou em não sair com chuva? Alguém falou que o carro fica na garagem, que não dirijo, que não curto o carro? Vaga, procuro as mais isoladas mesmo. Não sou preguiçoso, andar 50, 100 metros, não vai me matar, e evito os imbecis que abrem suas portas sem o menor cuidado, que raspam o carrinho do supermercado nos carros do lado, etc... Por isto tenho um carro com um ano e meio com a lataria absolutamente perfeita, como o tirei da concessionária. Ah, avise quando for vender o seu, que é para ninguém perder tempo indo ver a bagaça, he, he, he!

    ResponderExcluir
  20. Anônimo do carro sem riscos, você é um belo dum mala. Puta frescura do cacete! Você só deve andar sozinho nesse seu carro, sujeitinho chato do cão.

    ResponderExcluir
  21. Anônimo do carro bagaça, você é um belo dum porco. Puta relaxo do cacete! Você só deve andar sozinho nesse seu carro detonado, sujeitinho relaxado do cão.

    ResponderExcluir
  22. Oh bando de anônimos vamos parar de briga.
    Essa monotomia de preto e prata,ainda vou ter meu Charger R/T Amarelo Boreal

    ResponderExcluir
  23. João Gabriel Porto Bernardes07/06/10 15:16

    Isso caros colegas nada mais é que o reflexo da sociedade em que vivemos atualmente...

    Vejam bem,antigamente as pessoas eram mais solidárias umas as outras,mais simples mais amáveis,não eram covardes corporativos que se escondem nos seus apartamentos cheios de aparente segurança,com suas vidinhas chatas e sem graça...
    andam em carros bobos que refletem a vida boba e chata que levam,portanto não há cor melhor que represente esses tempos que o preto ou prata...é dureza viu,as vezes me sinto um peixe fora dágua..

    Abraços!

    ResponderExcluir
  24. João Gabriel Porto Bernardes07/06/10 15:17

    Não me refiro a todos,mas a grande maioria dos zumbis,ops pessoas...rsrs

    ResponderExcluir
  25. Pra ter o meu carro zero km branco aqui em SP, tive de esperar algumas semanas enquanto ele não chegava diretamente do pátio da importadora em Vitória. Mas isso não é nada pra quem, como eu, costuma ficar com um carro por muitos anos. E quanto à hora da revenda, estou certo de que aparecerá algum maluco que, como eu, também gosta de carros brancos.

    Concordo que a ditadura do preto-e-prata é um saco. Mas não sei se isso é pior do que certas cores que se vêem atualmente na Europa: verde meleca metálico, roxinho fúcsia idem, amarelo xixi ibidem... bleargh!

    ResponderExcluir
  26. Fala pessoal. Puxa, e o meu gosto por preto? Fui comprar meu Polo Sedan preto e tive que esperar 30 dias. O problema era realmente o que já comentaram: tinham um monte de configurações padrão nas cores cinza e preto. Mas quando pedi alguns opcionais de segurança, tive que esperar. O que fiz com o maior prazer porque eu queria o carro do meu jeito. Tenho certeza que esses opcionais não terão retorno quando for vender. Mas não comprei o carro pensando na revenda.
    Abraço a todos!

    ResponderExcluir
  27. Pois é,

    Aqui no Sul por exemplo, carro branco é super valorizado assim como Vermelho e Azul (Inter e Gremio).

    Preto e Prata não são maioria por aqui. O Brasil não se resume a Rio-SP.

    ResponderExcluir
  28. João Gabriel Porto Bernardes07/06/10 17:35

    Gosto de carros pretos também,mas só de 79 pra trás hehehe

    Coisa de entusiasta rs

    ResponderExcluir
  29. Você quer derrubar o preço de um carro até R$ 5.000,00? É só procurar um veículo com as seguintes cores: verde claro metálico, marron "pálio", qualquer tom de roxo ou azul marinho que se aproxime do lilás.
    Lembre que moramos em um país católico e cores extravagantes soam como ostentação, já que todos os vizinhos tem uma imagem para zelar na comunidade e não podem dar a esses luxos...

    ResponderExcluir
  30. A dica para quem quer vender a um preço ótimo um carro cuja cor não seja preto ou prata é levá-lo para alguma cidade do interior. Fiz isso com um carro cuja cor era um azul-cobalto bem escandaloso. Ele ficou menos de um mês esquentando vaga na loja e, ao receber o cheque já com o desconto da comissão do consignador, não acreditei no quão maior era o preço em relação àquele que conseguiria em uma capital. E olha que o carro nem estava no auge de sua beleza e conservação geral.

    Ficam menos coloridas as capitais, fica mais alegre o interior com um carro usado que fugiu da ditadura das cores.
    E ficam mais burros os habitantes das capitais com a mania de comprar carros pretos e pratas achando que um monte de aço, plástico e borracha ainda é investimento.

    ResponderExcluir
  31. Pior são os comentários estúpidos para quem compra carro vermelho,por exemplo.

    "Quer aparecer mais? Pendura uma melancia no carro..."

    ResponderExcluir
  32. João, esta sua análise foi muito foda mesmo! Daqui a pouco estaremos (SP) "bem" rankeados no índice de suícidio.

    Sempre gostei de carro preto, mas meu próximo carro provavelmente será um branco... Falaram sobre a taxação sobre interiores claros e carros vermelhos... e carro preto então... "ahhh... qualquer poeira e o carro já está com aspecto sujo", "só de olhar, já está riscado", "esquenta demais né, é preto!"... se for por esta ótica...

    Lembrei do Polara 1800 Marrom que meu pai teve, monocromático... hehehe...

    ResponderExcluir
  33. JJ,
    Um dia desses vi um Fusion V6 branco Sibéria perolizado! Simplesmente fantástico, com todos os vincos e detalhes que ficam escondidos pelos tons escuros saltando aos olhos! De um tempo pra cá os carros brancos vêm me chamando a atenção...
    Com muitos fãs do Focus aqui, incluindo eu, é triste ter visto, até agora, o modelo novo apenas em prata e preto, enquanto o catálogo oferece belos tons de vermelho, azul e verde.
    Não digo que nunca comprarei um carro pintado num dos tons da escala de cinza, só se for um negócio irrecusável. Com minha conciência tranquila, tenho vermelho perolizado (em breve vermelho magma), verde Marselha e o emblemático bege Nevada...

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.