CURIOSIDADE: NÃO CONFUNDIR

O post do Alexandre Cruvinel de ontem sobre carrinho de rolimã me fez lembrar do início do curso pilotagem de avião, quando é dada aos alunos uma instrução importante em relação aos pedais usados para comandar o leme, mostrados no desenho acima.
Um dos textos dizia: "Quando se exerce pressão sobre o pedal direito do leme de direção, o avião gira ao redor de seu eixo vertical, deslocando-se o nariz do avião para a direita do piloto; quando a pressão é aplicada no pedal esquerdo, o nariz do avião se desloca para a esquerda do piloto. O uso do leme de direção confudir alguns alunos devido à experiência com trenós, onde o método de dirigir com os pés é exatamente oposto. Todavia, tal confusão desaparece com a prática".
Na mesma página, uma nota de rodapé esclarecia "Os carrinhos, tão conhecidos das crianças, também são dirigidos como os trenós".
O desenho digitalizado e as instruções acima constam do Boletim Técnico n° 4 publicado pela Diretoria de Aeronáutica Civil (atual Departamento de Aviação Civil) do Ministério da Aeronáutica, em 1947. Por ser uma tradução de obra americana, os instrutores daqui sempre lembravam que os carrinhos citados eram os de rolimã.
BS

13 comentários :

  1. Sim, lá são os Soap Box Derby Racers, com capeonatos, liga e etc. Não raro muito complexos de serem construídos (já tentei) pois a direção não é direta, com os pés, mas sempre acionada por cabos. Os designs dos anos 60 são sensacionais, linhas fluidas e que remetem aos rodders dos lagos, os belly tanks. Enfim, brincadeira profissional, como quase tudo por lá. Uma foto da Wiki:

    http://en.wikipedia.org/wiki/File:Soap_Box_Derby_Racer.jpg

    ResponderExcluir
  2. Ah, deveras importantei, achei o link para o Museu dos Soapbox. Com direito a como construir um clássico. Vale a visita.

    http://www.mission.museum.bc.ca/soapbox-buildracer.html

    ResponderExcluir
  3. Carros Antigos,
    Que máximo!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom, BS ! Não tive dificuldade com isso, o que eu custei um pouco foi acertar coordenação de primeiro tipo. Mas de fato pode confundir quem sai direto do trenó para o avião. Legal a observação do 'similar nacional', já que trenó aqui não faz sentido.

    ResponderExcluir
  5. Bob, vez ou outra eu começo um soup boax e desisto. Por conta do assunto ter sido mencionado aqui, fui pesquisar e vi que os australianos são mais simples que os americanos, e mais democráticos na hora de ensinar a construir os seus, que lá chamam de Billy Cart. Aqui há dois PDFs com projetos que até eu faço. Sábado têm barulho lá em casa!
    Abraços, Nikollas.

    http://www.victorianbillycartchampionships.com.au/projects.html

    ResponderExcluir
  6. Bob,

    Elerão é brabo...

    Não seria Aileron?

    Pelo menos foi assim que aprendi...

    Um abraço,

    Rafael Aun

    ResponderExcluir
  7. Nikkolas,

    Pelo que vejo os americanos, apesar de mais complexos, parecem ter um cunho educativo.

    Imagina para uma criança poder aprender noções básicas de engenharia mecânica e uso de ferramentas com seu pai ou avô.

    Deve ser incrível!

    ResponderExcluir
  8. Aun

    Você assistiu "Gran Torino"??? Eu piro quando o Walt Kowalski (Clint Eastwood) mostra sua oficina completa, com bancada, ferramentas... E diz que cada ferramenta tem uma utilidade específica.

    Eu gostaria de ter tido um professor como aquele. E nada mais é do que o americano médio.

    FB

    ResponderExcluir
  9. Felipe,

    Infelizmente não vi este filme!

    Gostaria de ver se brasileiros tivessem a oportunidade de adquirir ferramentas específicas com um preço mais justo, certamente poderiamos criar coisas interessantes.

    Um problema seria as nossas leis que impedem qualquer alma de boa vontade criar e homologar. Enquanto os Yankes constroem aviões no quinal, nós arrumamos a máquina de lavar.

    Como diria Raul:


    ...Tem que ser selado, registrado, carimbado, avaliado, rotulado
    Se quiser voar (Se quiser voar)
    Para a lua, a taxa é alta
    Para o sol, a identidade
    Vai já para o seu fogete
    Viajar pelo universo é preciso o meu carimbo dando sim, sim, sim, sim...


    Um abraço,

    Rafael Aun

    ResponderExcluir
  10. João Gabriel Porto Bernardes14/06/10 21:10

    Eu tenho esse livro,reconheci pela figura...rs

    Abração!!

    ResponderExcluir
  11. Aun
    Elerão é feio de fato, mas é apenas aportuguesamento de palavra francesa, grafada igual em inglês. Aile é asa em francês, aileron é uma derivação, algo pertencente à asa. Há muitas palavras que foram aportuguesadas e estão em uso sem problema algum: capot/capô, divan/divâ, abât-jour/abajur, stand/estande, whisky/uísque

    ResponderExcluir
  12. Aun
    A própria palavra rolimã é aportuguesamnto de roulement, rolamento em francês.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.