CRIME DA AUTORIDADE DE TRÂNSITO DE SÃO PAULO

Fotos: Autor


Uma autoridade de trânsito como a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), responsável pela cidade de São Paulo, comete um crime ao sinalizar cruzamentos, como este no bairro de Moema, esquina da Av. Jurema com a Al. dos Anapurus, em que motoristas são instruídos por escrito a parar e cruzar com cuidado. Isso diante de luzes amarelas piscantes para chamar a atenção.

É crime porque existe placa de regulamentação de parada obrigatória antes dos cruzamentos, a placa "PARE", a de código R-1 (Regulamentação 1). É essa placa que se deve atentar para a existência, como na  foto abaixo, e obedecê-la irrestritamente sempre. Seu valor para a segurança do trânsito é enorme.



Essa placa só tem um significado: parar o veículo. Com a parada, o motorista tem oportunidade de olhar para a via transversal e se certificar de que pode atravessar o cruzamento com segurança. É bastante simples.

O motorista precisa entender que TODO cruzamento é perigoso, e não apenas alguns, que demandem  luzes amarelas piscando.

Ao fazer a recomendação como a da foto do início, a CET dá a entender que outros cruzamentos não são perigosos e portanto não é necessário tanto cuidado. Para motoristas com pouca experiência isso é quase uma sentença de morte.

BS

11 comentários :

  1. Outro ponto que leva ao não respeito à placa PARE (cujo não respeito equivale em multa a cruzar faról vermelho) é não haver mais fiscalização humana, pessoal, mas apenas eletrônica.

    Existe alguns programas da TrueTv que sempre mostram os patrulheiros multando (ou advertindo, que é até mais eficaz) e muitas vezes parando quem não respeita o STOP. Imagino quantas vidas não são poupadas quando jovens motoristas aprendem esta lição restando toda uma vida de motorista pela frente.

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo Laranjo11/06/10 20:46

    é engraçado isso. Nos EUA isso é levado mais a sério. Até li sobre essa "diferença" outro dia: http://partidocapitalista.wordpress.com/2009/12/23/a-lei-e-pra-ser-cumprida-p/

    ResponderExcluir
  3. Caro Bob Sharp, até concordo que seja um crime, o problema é que já há alguns anos a CET está na mão de amadores, que se preocupam apenas com o lado arrecadatório da fiscalização. Em cruzamentos com essa placa, por diversas vezes ao parar quase levo uma batida por trás, pois para 90% dos motoristas aquela placa de pare é apenas um adereço no cruzamento.

    ResponderExcluir
  4. Entendo seu ponto Bob, mas acho válido um reforço na sinalização para cruzamentos com maior índice de acidentes, levando em conta as diferenças como largura e ângulo das ruas, intensidade do fluxo de veículos, entre outros aspectos que tornam um cruzamento mais perigoso, outro exemplo, aclive ou declive acentuado.
    Aliás, deveriam guinchar o carro do babaca, proprietário deste Santana, que está com certeza prejudicando a visão dos motoristas que trafegam por ambas as ruas.
    Entretanto, reconheço que seria talvez de maior importância faixas de pedestre bem pintadas, além do "PARE" também presente na sinalização de solo, que evitaria acidentes, caso a árvore, ao lado direito da segunda foto, cresça de forma que tampe esta placa, até mesmo aquela faixa amarela pintada no meio fio, que serve como um alerta aos motoristas sem noção, como o que estampou o post.

    Abs

    ResponderExcluir
  5. Vocês falam isso porquê não conhecem o festival de estupidez (estupidezes?) que é o departamento de trânsito de Santo André-SP...

    ResponderExcluir
  6. Isso me traz saudades dos meses que trabalhei como motorista de van nos EUA.
    Lembro, que durante o treinamento, eu parei em um cruzamento onde não havia alguma sinalização de PARE. Na mesma hora o instrutor me deu uma bronca.
    Se não havia sinalização mandando parar, era pra passar o cruzamento direto, pois na outra rua que cruzava, havia tal sinalização e o motorista pararia, me assegurando um cruzamento tranquilo.

    E se eu parasse onde não havia placa de PARE, poderia causar um acidente, ganhar uma colisão traseira etc.

    Hoje, ao dirigir no Brasil, fico muito puto com as cagadas que vemos na sinalização e pela falta de multas à infrações leves, mas que educam e são a base do transito.

    ResponderExcluir
  7. "Ao fazer a recomendação como a da foto do início, a CET dá a entender que outros cruzamentos não são perigosos e portanto não é necessário tanto cuidado."
    É esse o significado do aviso com amarelo piscante? É muita imaginação... Mas, como se diz por aí, opinião, e bunda, cada um tem a sua. O duro mesmo é aturar alguém que faz questão de mostrar a sua pra todo mundo...

    ResponderExcluir
  8. Anônimo
    Comentário mais besta! Diga coisas inteligentes, interessantes. E vá acreditando que todos os cruzamentos não são perigosos que você vai se dar é mal.

    ResponderExcluir
  9. Sarpa
    Perfeito: as multas por infrações leves são a base da educação do trânsito.
    Sobre o que o instrutor disse de passar pelo cruzamento direto, isso não é aplicável ao Brasil, infelizmente. Pratico e recomendo passar por qualquer cruzamento, em qualquer hora do dia ou da noite, em velocidade que dê para parar e sempre olhando bem se não vem carro.

    ResponderExcluir
  10. Correta visão Bob!

    No ano de 1998 o instituto de planejamento de urbanização de Londrina colocou algumas placas informando ao condutor a posição dos cruzamentos em relação aos índices de acidentes.

    Em poucos meses essas placas foram retiradas, pois alguém pensou da forma que você deseja no post.

    Concordo e por isso mesmo reforço essa ideia com quem consigo conversar sobre trânsito.

    ResponderExcluir
  11. Ai sim eu concordo plenamente Bob, "em velocidade que dE pra parar", porque parar totalmente o carro em todas as placas PARE, eu vejo como totalmente desnecessario, somente valido em cruzamentos que o angulo nao permite a visualizacao rapida.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.