ENGANAÇÃO?


Anos atrás, no lançamento do Maserati V-8 que foi no circuito de Interlagos, eu estava ansioso para que chegasse a minha vez de guiar esse carro maravilhoso. Mas a prioridade ficou para o Amaury Júnior e sua equipe de TV, e lá foi ele guiar um Spider amarelo.
Muito galante, ele chamou uma das belas atendentes, colocou-a no banco do carona e, de capota arriada, lá foram eles pra pista. Evito ser preconceituoso, principalmente porque já tive várias surpresas na vida, mas, vem cá, o Amaury não leva a menor pinta de piloto. Talvez eu tenha achado isso naquela hora porque eu estava meio emputecido por aquele camarada lá que não tem nada a ver com carro ter essa regalia só porque tinha TV nas costas.
Talvez eu tenha achado isso por ter visto ele se ajeitar no banco do motorista e vê-lo regular sua posição de maneira totalmente escôncia, com os braços mais esticados do que os do Homem Borracha e se achando o maioral. Mas, tudo bem, vá lá, eu espero.
Então, para minha surpresa, lá veio o Maserati amarelo pela Reta dos Boxes e ao vê-lo frear escutei um belíssimo punta-tacco reduzindo sucessivamente várias marchas, tudo certinho, na finesse. "Ca-ra-ca! E não é que o cara pilota legal!", exclamei. Caraca o caramba.
Quando fui guiar o carro vi que o amarelo tinha o Cambiocorsa, que faz uso das brabuletas na coluna de direção. Então, é pé no freio e dedos esquerdos na brabuleta, que o punta-tacco sai como o piloto de testes da Maserati acha que deve sair, ou seja, perfeito. Me senti enganado. Eu, que sou bom nisso, tenho jeito pra coisa, me esmerei em fazer a coisa direito, agora ser equiparado a um esperto qualquer.
Agora a moda é launch control, ou seja, controle de largada. O camarada aperta lá um botão (o L.C. da foto), clica a brabuleta engatando 1a marcha, acelera no talo -- o motor sobe só até o giro ideal, que não é o máximo -- e para largar é só tirar o pé do freio. E pronto! O carro simplesmente larga da maneira mais rápida possível.
Tudo bem, é a tecnologia a serviço do homem e tal, mas, torno a me sentir enganado. Com essas e outras os bons pilotos perdem algumas cartas da manga, aquelas manhas que os fazem dar um couro nos outros, mesmo tendo um carro inferior. Esse é um orgulho, afinal, merecido.
O filminho foi feito há anos pelo Fábio, dono do Cobra preto -- um QSH de suspensão traseira independente --, quando estávamos fazendo uma matéria para a Quatro Rodas, um comparativo entre as três melhores réplicas de Cobra feitas no Brasil. Esse aí foi o melhor em tudo. Era a tomada de tempo para numa só largada fazermos o 0 a 100 e os primeiros 402 metros. Foi feita com Correvit, um aparelho computadorizado. Então, basta o carro se adiantar um centímetro que o cronômetro já dispara.
O motor era um 302 preparado que rendia uns 380 cv. O carro pesava 1.080 kg, com 52% deles na traseira, pneus novos e ruins da Yokohama (preferi de longe os Michelin de outro Cobra). O câmbio Tremec de 5 marchas tinha a 1a muito curta -- condizente para um carro com uma relação peso-potência  mais alta -- o que dificultava a boa largada, pois provocava patinagem em excesso e obrigava que se jogasse a 2a antes de esticar a 1a até seu máximo. Tentei até largar direto em 2a, mas para isso ela era longa demais. Nessa largada fiz o 0 a 100 em 5,4 seg, enquanto que outros dois jornalistas da Quatro Rodas fizeram 5,9 seg e incríveis 9 seg. Cada um largou umas 3 ou 4 vezes. Esse meu tempo, então, passou a ser o segundo melhor de todos os testes feitos até então pela revista, só superado pelos 4,9 seg do Bob Sharp num Ferrari F40, um recorde ainda não batido, e quero ver quem bate sem esse botãozinho aí. Depois um Corvette 2008, de 7 litros e 505 cv, fez 5,2 seg.
Bom, é claro que com isso tirei meu sarro, porque também gosto de encher o saco dos outros. Que graça teria fazermos esse mesmo teste se esse Cobra tivesse o maldito botãozinho de controle de largada e umas brabuletas pra mudar as marchas?
video

44 comentários :

  1. Curiosamente, nesse dia vi um jornalista novo no pedaço e me perguntei quem seria, de onde era. Ele era meio peixe fora d'água... Depois, na hora das perguntas e respostas uma pergunta que escutei me fez virar para trás para ver de quem era, tal a qualidade de pergunta, algo cada vez mais raro. A pergunta foi do...Arnaldo Keller. Estávamos em abril de 2002. Parodiando o Rick Blaine (Humphrey Bogart) de "Casablanca", ainda não era o começo de uma longa amizade, mas ele ocorreria no Encontro de Antigos de Águas de Lindoia alguns dias depois. Eu estava com meu irmão e tornei a encontrar o Arnaldo, que estava com um de suas filhas.
    E depois dizem que não se faz amizade depois de velho...

    ResponderExcluir
  2. Arnaldo Keller23/05/10 13:32

    Legal, Bob.

    Amizade não tem idade. Amizade é afinidade, não necessariamente no geral, mas na essência.
    E o Maserati? Bom pacas, né? Saboroso, rico de prazeres. Preferi o com câmbio mecânico.

    ResponderExcluir
  3. Belo texto Arnaldo! como sempre, mandando muito bem! O Maserati é um baita carro! mas eu gostei mesmo é do relato sobre o teste com o Cobra! delíciaa. Logo no início do texto, pude ver a sua insatisfação quanto a postura errada do ''pseudo-piloto'' ao sentar-se!. Pois bem, lembro-me de ter visto muitas vezes, os comentários do Mestre Bob em relação a verdadeira postura na direção ( posição das mãos e pés, e a perfeita regulagem dos bancos ). Então estive pensando...até porque o Bob já havia comentado isso aqui antes, a idéia de produzir um vídeo-educativo abordando um assunto simples, mas que passa despercebido para muitos! Seria possível faze-lo?
    Vivendo e aprendendo com aqueles que sabem! Um abraço a toda a equipe do AUTOentusiastas!

    Abraços. Henrique

    ResponderExcluir
  4. Bom texto, caro AK, mas o cotovelo doeu hein

    ResponderExcluir
  5. Mas mesmo com toda essa tecnologia "dispensa piloto", ele ainda faz diferença.

    Não me esqueço daquele ano com Rubens e Shummy na Ferrari, melhor carro disparado. O alemão se acidenta e o campeonato cai nas mãos do brasileiro... mas o Mika Hakkinen tomou dele. E o Shummy ainda voltou no fim da temporada e ficava tirando o pé para não passar os dois...

    ResponderExcluir
  6. ... lebrei de outra coisa. Assisti ontem um vídeo do engennheiro da Magneti Marelli falando sobre o Free Choice (o automatizado do grupo Fiat que todo mundo usa, até a F1).

    E ele disse "o sistema retira a variável piloto", ou seja, ninguém vai se sobressair sobre o outro, seja para o bem (ser mais rápido numa troca) ou para o mal (danificar a caixa ou a embreagem). Tempos modernos.

    ResponderExcluir
  7. Henrique,

    Pode deixar que pego o Bob num fim de semana e faço um videozinho sobre a posição de guiada.
    Valeu sua insistência e valeu a idéia.
    Olha, o Maserati foi um dos melhores carros que guiei. É daqueles que a gente admira mesmo, tira o chapéu e bate as palmas.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  8. Arnaldo, muito bom você dizer algumas verdades,esse blog é um bom espaço para sabermos por exemplo que um segundo pilotro lá na QR tomou " meio " num 0-100 num TTzeira.

    AK, o tempo da QR da F 40 parece que foi batido, segundo passei os olhos foi um Porche Turbo 2010, provavelmente com toda a parafernália.

    Os 3 Cobras daquela reportagem,estou sem a revista aqui, mas usavam os seguintes jantes:

    1)Toyo Proxes TPT(de camionetes)
    2)Toyo Proxes 4 ( tu elogiou)
    3)Michelin(não lembro o modelo, mas não era Pilot Primacy,Preceda nem Exalto)

    Anônimo, naquele ano era o Eddie Irvine, o Barrichello estava na Stewart

    ResponderExcluir
  9. Arnaldo, o mundo acabou mesmo, para os puristas como nós. Tecnologia deve evoluir sempre, mas me pergunto se é mesmo necessário toda essa aporrinhação eletrônica para fazer zilhões de cavalos-vapor chegarem ao chão.
    Me parece sempre que simples será mais prazeroso.

    ResponderExcluir
  10. Alexei,

    Que memória a sua!!
    Peguei a revista e vi que vc tem razão: o Cobra QSH estava com Toyo Proxes 4 e o Michelin era um Pilot.
    E o terceiro "piloto" tomou 3,4 seg...
    O Corvette fez em 5,2 porque ele faz o 0 a 100 só na 1a marcha. Já o Cobra acho que precisava engatar até a 3a.

    Juvenal,

    Pois é. Uma coisa é o prazer de guiar e outra é a eficiência da máquina. Se for pra competir, sem dúvida o lance é usar todos os recursos possíveis, mas para prazer de guiar, o simples é mais saboroso.
    É como piloto de avião de carreira que pilota teco-teco para curtir o real prazer de voar, o prazer de se sentir um piloto de verdade.

    ResponderExcluir
  11. Com um cambio milagroso desses, até o Padre Marcelo vira reencarnação do Guerino Bertocchi.

    ResponderExcluir
  12. O Amaury é um cara tão grudento e pegajoso que deve ter dado trabalho para tirá-lo de dentro do Maserati.

    ResponderExcluir
  13. Mister Fórmula Finesse24/05/10 09:10

    Vi uma dessas Maserati quase entalando em um quebra molas, preta fosca - mau gosto não escolhe bolso - atravessando de lado, o desacordo entre motor e câmbio (se fosse manual, juro que pensaria que o cara tentou sair em terceira)....agoniante até o carro pegar o mínimo de velocidade, mas um ronco ardido e maravilhoso.

    9 segundos com o Cobra??? não me admira...Polo VHT fazendo em 13 segundos, Civic automático em 12,5, 19 segundos para Ka. Arrancadas ruins são uma constante na QR!

    ResponderExcluir
  14. Não tem nada melhor quando você está em um semáforo tranquilo e vem um zé mané repicando o acelerador e você da uma despachada nele assim que o semáforo abre,mas isso e gosto quando você que está fazendo todo o trabalho,com isso se percebe o que se tem a melhorara a aperfeiçoar.

    No momento que se elimina essa possibilidade(pra quem curte uma caixa manual)passa-se eliminar qualquer vantagem nesse quesito como disse o Arnaldo.Mesmo assim já vi um caso de uma famosa em que o carro em que ela dirigia,no caso um PORSCHE que muito provavelmente devia ter a caixa PDK,em que esse não conseguia arrancar em uma rampa que dava acesso a entrada de um evento,essa famosa era a ANA MARIA BRAGA,deu a impressão de que ela como o AMAURI JUNIOR,não sabia o que estavam dirigindo,no caso dela foi simplesmente ridículo,o carro urrava e começo a sair uma fumaça do compartimento do motor que dava dó!

    esse e o link do vexame!http://www.youtube.com/watch?v=Ogc2Pb7b-g4

    ResponderExcluir
  15. São tão extravagante os controles eletronicos que me pergunto qto tempo ainda vai demorar para tirarem do piloto/motorista, o direito de conduzir a máquina largando tudo nas mãos ?? de um computador.
    Larguei mão de comprar 4R a muito tempo pois seus testes são medíocres.
    Só leio uma se estiver disponível, no barbeiro, dentista, médico, lava rápido, por aí.

    Menos ruim que ler ?? Caras por exemplo.

    Na penúltima etapa do Paulista (a última foi sábado) tinha um cretino montado numa rossa que começou fazendo lambança na fila do box. Deu vontade de tirar o cara de lá e espancá-lo pela heresia . O que judiou da máquina foi uma grandeza. Um Astra bem nutrido e nas mãos de um competente piloto se divertiu um bocado . Só perdia no retão.

    E o Alexei lembrou na hora do erro do anonimo. O Irvine foi outro que perdeu o campeonato pra ele mesmo, isto é, prum filandez simplesmente muito melhor. O Schummi no fim desse campeonato só se divertiu e fez o que se esperava dele.

    ResponderExcluir
  16. vexame mesmo ocorre qdo se escreve um coment, envia, dá um F5 e percebe os erros de português. Sorry moçada. Não foi proposital.

    ResponderExcluir
  17. Erlanbiker,

    Você viu a cena da loira no programa Pânico na TV, não é? Eu também. Assisto direto.
    Deu uma aflição medonha aquela fumaceira.
    Por outro lado, uma tarde, no maior frio, vi passar o Raul Gil num Boxter sem capota, boina na cabeça, curtindo um monte, sozinho. Aí sim achei legal. Tava valendo.

    ResponderExcluir
  18. 1) Quem foi o sujeito que conseguiu a façanha de carava o tempo de 9 segundos no Cobra????

    2) Jamais soltaria uma Maserati nas mão de um apresentador festeiro que na TV dá o tempo todo a impressão de estar calibradinho...

    ResponderExcluir
  19. Zé da Silva24/05/10 16:08

    Homem-Baile, a sua impressão sôbre a calibração do referido grudento é mais do que correta, em dias normais êle sempre está calibrado, e com muita pressão.

    ResponderExcluir
  20. André Dantas24/05/10 17:10

    O que será que a Ana Maria Braga fez para acelerar tanto aquele Porshe e ele não sair do lugar?

    ResponderExcluir
  21. Deve ter colocado uma 5º marcha e tentou subir a rampa....

    ResponderExcluir
  22. Homem-Baile,

    Não cabe dizer quem é, mas adianto que ele não escreve na revista, portanto, não é conhecido do leitor.

    ResponderExcluir
  23. Achei estranho a QR fazer o 0-100 do C6 Z06 em 5,2 seg, quando os colegas da Car and Driver americana repetiram o teste em 3,4 seg...
    Aliás, freqüentemente as publicações brasileiras conseguem tempos de aceleração absurdamente maiores em relação às publicações européias ou americanas...

    ResponderExcluir
  24. Infelizmente o avanco da tecnologia vai continuar cada vez mais igualando os pilotos e nos motoristas... Ha uns anos atras, fiquei impressionado, com o "capricho" com que dirigia o dono de uma Ferrari 360 novinha num reluzente vermelho. Na ocasiao pensei "puxa como dirige bem ! No lugar dele so teria freado pois pela pouca velocidade o punta taco era desnecessario" . É ... mais tarde acabei descobrindo e tbm "me sentindo enganado" pela habilidade do cambio F1 e suas borboletas magicas...
    Mas nao precisamos ir muito longe outro dia dirigi um Fox com cambio Imotion (Magneti-Marelli)e o danado o tbm fz punta taco qdo se utiliza as trocas de marcha no volante.. Enfim e um caminho sem volta ...
    Teremos saudades, bastante saudades das embreagens e cambio manuais muito em breve...
    Abs
    Guto

    ResponderExcluir
  25. Caro The Sting:

    Vc sabia que existem outros carros no mundo além do Corvette???
    Vc só sabe falar deste carro, cara. Tah enxendo o saco!

    ResponderExcluir
  26. Guto,

    Não esquenta não. Sempre farão carros de raiz. Em menor escala, mas farão.

    ResponderExcluir
  27. Guto,

    Não esquenta não. Sempre farão carros de raiz. Em menor escala, mas farão.

    ResponderExcluir
  28. Arnaldo, teus posts sempre são sucesso! não vou chover no molhado.

    Erlan! Valeu cara! chorei de rir aqui! muito bom este Evandro, o cara faz o momento ficar ainda mais hilário.

    Qt ao Amaury, não é a toa o personagem Amaury Dumbo que vi com um copinho de "Ipiroca" na mão... kkk

    Abs

    ResponderExcluir
  29. Infelizmente a eletrônica está tomando conta de tudo. Contudo, o mais triste é que às vezes nem a eletrônica consegue consertar as bobagens de alguns. Eu estava ao lado do Regi quando o elemento deixou morrer a F360 na fila da saída dos boxes para o treino classificatório da Força Livre... que vontade de dar uns cascudos!

    ResponderExcluir
  30. Bianchini,

    O Bob não me deixa mentir, pois ele estava ao meu lado.
    Quando fui andar no GT40 original para uma matéria da 4Rodas, o Barrichello foi sair com o carro e não conseguiu. Comando bravo pacas, embaralhando pacas, e ele deixou o carro morrer umas 5 vezes na saída. Desistiu...
    Aí, eu ia guiar o carro e o Alcides, dono do carro, me deu uma indireta: "Olha o Paulão Gomes moeu minha caixa de câmbio. Cem il dólares pra arrumar..."
    Achei melhor deixar o dono guiar e ir ao lado. Foi o único carro que não guiei. U$ 100 mil é dose. Mas que eu saía direto com aquilo, saía, o próprio Bob confirmou. "Cara! Vc sai na boa!", ele disse.

    ResponderExcluir
  31. Bera Silva25/05/10 10:21

    Por favor Arnaldo, você pode reescrever pra gente as suas aventuras com o Porsche 914 que você escreveu no Primeiramão?
    Obrigado

    ResponderExcluir
  32. Bera Silva,

    Escrevo com prazer, mas, por favor, dê um tempo. Ando atopetado de trabalho.
    OK?

    ResponderExcluir
  33. Ana Maria Brega25/05/10 14:09

    Quem é que táh falando mal de mim ai hein?! também sou entusiasta!

    Vou mandar o loro José bicar a bunda de vocês!

    ResponderExcluir
  34. Bera Silva25/05/10 22:37

    Valeu Arnaldo.
    Sem problema, tudo a seu tempo.

    ResponderExcluir
  35. Leandro Silveira26/05/10 13:41

    Arnaldo, como assim o barrichelo ñ conseguiu sair com o gt40?!?!?! =o

    q ele ñ era um primor do volante eu já sabia, mas isso?!?!? fiquei pasmo!!!

    o q será q o paulão gomes fez prá destruir a cx d câmbio?!?

    automobilismo é um dos únicos esportes onde, prá se conseguir ir 'bem', basta ter dinheiro e ñ talento msm... =/


    sobre os avanços tecnológicos-bunda-moles: vcs viram o vw tiguan q faz baliza sozinho?!?!? por um lado é uma maravilha!!! fim dos ralados, fim da falta d vagas ocasionadas por idiotas q ñ sabem estacionar e deixam o carro td torto, fim dos idiotas deixarem o carro grudado no nosso e dpois ñ conseguirmos sair. por mim devia ser equipamento d série em quase tds os carros, menos no meu....rsrs dá aquela massagem no ego estacionar numa vaga apertadinha, deixar o carro certinho e tal!!! rsrs

    ResponderExcluir
  36. Essa do Barrichelo eu tb estranhei... o GT40 não deve ser mais difícil de sair do que a "Passatera do lokão aqui da vila"... kkkk... comando bravíssimo!

    ResponderExcluir
  37. Leandro e Fabio,

    Isso mesmo, não conseguiu sair, mas verdade seja dita, depois andei com ele num Golzinho mexido e com pneus slicks e o cara mandou uma barbaridade, e depois ele andou em um Mercedes SLR V-12 monstro e andou outra barbaridade. Só não estava acostumado com essas velharias.
    Parece que o Paulão, que pilota pra burro, cometeu um erro: meteu marcha errada. Acontece.

    ResponderExcluir
  38. Veeeeschi!!! Que dó da GT40! Conheci um cara em SCS que enfiou 1ª numa M3 depois de puxar 2ª... rs*... aliás o carro era do pai dele...

    ResponderExcluir
  39. Caro Anônimo,

    Primeiro, vá aprender a ler. É The Stig, e não The Sting.

    Depois, quem citou o Corvette foi o próprio Arnaldo. Leia o post. Ah! Deixa pra lá...

    Arnaldo, tens a reposta da minha pergunta? Admito que sempre fico intrigado...

    ResponderExcluir
  40. Se não me engano, o Escort V8 do Dimas fez em 3,8 segundos o 0 a 100.

    ResponderExcluir
  41. The Stig

    Não achei que era uma pergunta. Talvez não saibam tirar tudo o que o carro dá. Não acha?
    Só pode ser.

    ResponderExcluir
  42. The Stig

    Não achei que era uma pergunta. Talvez não saibam tirar tudo o que o carro dá. Não acha?
    Só pode ser.

    ResponderExcluir
  43. Sobre os testes da Quatro Rodas, lembro que uma vez eles explicaram como era realizados os testes. O 0 a 100 km/h era feito largando em 3000 rpm e trocando marcha na rotação de potencia máxima do carro.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.