ENTRE O DIA DAS CRIANÇAS, DAS BRUXAS E DE FINADOS!


Fotos: GBfans.com e arquivo pessoal.

O Ecto-1, o rabecão "eternizado" como a viatura dos Caça-Fantasmas
Ecto-1 ou, se preferir Ectomobile, o nome é o menos importante, o que vale mesmo é a lembrança de quem foi criança nos anos 1980. Se o garoto curtia automóveis com certeza em algum momento se imaginou saindo de um antigo prédio dos bombeiros dirigindo um Cadillac funerário 1959 com uma reluzente pintura branca e sua estridente sirene e luzes arroxeadas. A bordo da enorme barca, quatro jovens cientistas paranormais com um objetivo: caçar fantasmas. Eu fui um desses moleques que sonhou em acelerar o carro do filme "Ghost Busters" ("Os caça-fantasmas",1984), mas, quem diria, hoje o veículo está moribundo à espera de uma merecida restauração, um carro à beira da morte.

Em um pátio de Hollywood, o Ecto-1 aguarda por restauração

Estava pensando em uma maneira de juntar algo que me lembrasse a infância e algum outro elemento que remetesse ao Dia das Bruxas e Finados. Seriam duas postagens, infelizmente, encontrei um veículo que contempla os três temas, infelizmente. O Cadillac 1959 transformado em station wagon pela Miller-Meteor, que criou para os modelos da luxuosa marca americana a versão "Ambulance", simboliza um desenho feito especialmente para transportar pacientes que necessitavam de cuidados médicos e também aqueles que já haviam passado deste plano. Ao criar o argumento do filme, Dan Aykroyd, idealizou que o quarteto usaria esse veículo na versão "rabecão", onde em seus rascunhos o automóvel seria na cor preta e também com as janelas substituídas por lataria, conferindo um ar de furgão de entregas ao carro fúnebre.


Projeto original rascunhado por Dan Aykroyd...

... mas para encaixar melhor na trama o veículo permaneceu com as janelas...

...e ganhou equipamentos mais harmônicos para conferir beleza ao carro.

Durante os primeiros tratamentos do roteiro, já com a colaboração do também ator e diretor Harold Hamis e do produtor Joe Medjuk, notaram que o filme teria a maioria de suas cenas noturnas, então seria necessário mudar a cor, optaram então pelo branco e para ressaltar o desenho típico dos Cadillac de 1959 optaram por marcar as saliências do tipo "caudas-de-foguete" (ou no popular "rabo-de-peixe") na cor vermelha. Foram mantidas às janelas da versão destinada a ambulância e, a pedido de Aykroid, ficaram as luzes de sinalização roxas, assim o automóvel ganhou uma certa "aura fantasmagólica". Com a idéia pronta, o carro ganhou o nome: Ecto-1.
A cor branca cortada pelo vermelho que ajuda a ressaltar as saliências típicas dos Cadillacs modelo 1959

Muitos atribuem à George Barris, que criou o Batmóvel de 1966 e diversos outros carros de cinema, a criação do Ecto-1, mas a oficina Barris Custons apenas executou o trabalho a pedido do produtor de objetos Steve Dane, que seguiu muito das idéias que já estavam no roteiro e também inventou boa parte da aparência do veículo, ou melhor "dos veículos", isso porque foram usados quatro veículos — praticamente iguais — para as filmagens. Um dos veículos foi mantido da maneira como foi comprado, com a pintura preta e em péssimo estado, foi usado somente para a cena em que um dos caça-fantasmas chega com o veículo dizendo que comprou por uma ninharia; esse ganhou o apelido de "Pre-Ecto-1".

Os outros três foram devidamente transformados no carro do filme, o interessante é que nos três casos os carros tinham a carroceria limusine, ou seja, as portas traseiras afastadas da caixa de roda, mas só um tinha as portas com abertura invertida, apelidadas de "suicidas" — passa a ser engraçado, imaginar um rabecão com uma porta suicida...Por conta desse detalhe o carro era usado somente para cenas em movimento. O veículo em questão — único — foi vendido para um colecionador de San Diego, que optou por esse automóvel justamente pela curiosidade da porta.

Nas mãos de um colecionador o único dos quatro que possui portas traseiras "suicidas"
O único dos quatro veículos da produção que permaneceu na cor preta é o da sua primeira cena, apelidado de Pre-Ecto-1
Terminadas as filmagens do primeiro longa-metragem, sucesso total de bilheteria em todo o mundo, o filme virou febre. Virou desenho animado, mas curiosamente só no primeiro capítulo os heróis usam uma Kombi (também branca) depois o veículo passa a ser o Cadillac, que mais tarde deu origem a uma série de brinquedos para alegria de crianças. Terminada as ações comerciais do filme, os dois Cadillacs que ainda eram da produtora foram abandonados no pátio da Paramount, a ferrugem chegou, algumas avarias também. Quando saíram os recursos para o filme "Ghost Busters 2", as viaturas foram reformadas, novamente por George Barris, que dessa vez seguiu novas orientações para que o automóvel ganhasse novos acessórios, ficando, assim, o carro conhecido como Ecto-1A. No início dessa nova ficção o automóvel aparece em mau estado de conservação, era como os veículos realmente estavam, enquanto um fez "o papel" de Ecto-1 em petição de miséria, o outro "atuou" como o Ecto-1, de volta à ativa.

Em petição de miséria, o interior do carro desconfigurado e com seus equipamentos amontoados, antes da segunda reforma.

Com o final desse novo filme, uma das unidades ficou com George Barris, que passou a explorar a imagem do carro, o acordo era parte do pagamento por seus trabalhos. O veículo restante foi colocado em leilão, a estimativa era levantar alguns milhões, mas os lances não chegaram a frustrantes vinte mil dólares. A franquia "Caça-Fantasmas" passou a ser de propriedade de Dan Aykroyd que também ficou com o outro Ecto-1A.

Há alguns anos, os direitos sobre a obra foi passado para a Sony, que pretende lançar o terceiro filme da série. Junto com a compra para exploração do filme e seus subprodutos veio o veículo que ficou em exposição em um dos parques que a companhia tem participação, exposto ao sol, chuva, neve e outras ações climáticas, além de mãos curiosas que, mesmo sem querer, acabavam por danificar o veículo — mais uma vez, quando sua aparência passou a depor contra a exposição, o carro foi recolhido a um quintal anexo a um dos galpões da produtora. Em 2008 foi iniciada uma restauração, mas a crise americana do sub-prime chegou e o automóvel ficou desmontado e com mais itens danificados do que antes.
 
Ecto-1A, a nova versão do automóvel para o filme "Os Caça-Fantasmas II"
Em exposição, já sob propriedade da Sony

Agora o pessoal do "GBfans" iniciou um processo de petição, onde o fã-clube propõe a compra do veículo, com o compromisso de restaurá-lo e cedê-lo para futuras gravações, filmagens, exposições e garantir a participação em eventos de automóveis antigos, além de guarda-lo com o devido respeito que este "ator de lata" merece.

Em 2008, o veículo foi encostado para receber a restauração mais do que merecida...
... mas em 2009 veio a crise e o carro foi largado, hoje está "abandonado" em um pátio da Sony Pictures


Ação semelhante já foi feita aqui no Brasil, há alguns anos. O ator Carlos Miranda, nosso primeiro herói da televisão, o eterno Vigilante Rodoviário, recebeu de um grupo de fãs de suas aventuras na tela uma réplica do veículo usado em boa parte das cenas, um Simca Chambord que ficou famoso nas cores amarelo e preto. Em 2008 o veículo sofreu um acidente, eu soube da notícia pelo próprio Carlos Miranda, que me ligou num domingo aos prantos, parecia uma criança ao perder o brinquedo preferido. Sem dinheiro, mas com boa vontade, me propus a ajudar e formamos um grupo de admiradores de veículos antigos que conseguiu nova carroceria, doação de pintura, enfim, um novo Simca para o patrulheiro ícone da TV brasileira.

A primeira réplica do Simca Chambord "Vigilante Rodoviário", do ator que viveu o personagem-título...
... resultado do tombamento da carreta de transporte durante a viagem de volta do evento
Após uma ação do bem, onde tive a sorte de conseguir reunir diversos fãs e antigomobilistas para dar um novo Simca ao eterno Vigilante, nosso herói, o Patrulheiro Carlos Miranda


Se a proposta deu certo no Brasil, deve funcionar também nos Estados Unidos. Independente do lugar, saber de iniciativas dessas é sempre um presente, ver o veículo pronto então seria um perfeito presente para autoentusiastas do mundo inteiro. Aos fãs brasileiros que pretendem ajudar na restauração, podem aderir ao projeto no site do GBfans: http://www.gbfans.com/

PT

27 comentários :

  1. Se você gosta de carros e um dia pretende ir ao Universal Park, ESQUEÇA! Dá tristeza de ver os carros lá, largados nas mãos de turistas idiotas e sua crianças retardadas que ficam subindo nos carros [todos exemplares dás décadas de 30, 40 e 50, há até um DeLorean], um ou outro ainda escapam por terem passado por reforma recente, os mais antigos ficam até escondidos entre as vielas menos movimentadas. O que ainda está melhorzinho é o DeLorean por estar com divisória ao redor, impossibilitando mãos curiosas.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Portuga, por ajudar o Vigilante Rodoviário e também preservar parte de nossa história automotiva e televisiva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bera,
      Eu só dei o pontapé inicial, todo o restante foi realizado por pessoas bem intencionadas e com amor ao automóvel na alma.

      Excluir
    2. O primeiro Simca do Sr. Carlos foi, salvo engano, doado pelo Alexandre de Taubaté, que fez a réplica e o CAAT convidou o Sr. Carlos para um passeio até São Luiz do Paraitinga, em 1992. Tinha este video guardado, mas a fita deu pau e se perdeu. Foram 45 min de gravações profissionais feitas para o evento. Creio que alguém do "old" CAAT ainda deva ter uma cópia... A partir de então, o Sr. Carlos voltou a se vestir como a personagem que ele deu vida nos anos sessenta, e o resto desta maravilhosa história todos nós conhecemos.

      Excluir
  3. Ola Paulo,
    Pois é, sei bem como é ver os antigos da Universal no maio dos corredores do parque e com um monte de gente - mesmo que sem querer - depredando. Uma pena não estarem num museu com a dignidade que mereceriam. Um dos De Loreans usados na trilogia recentemente foi restaurado, graças à iniciativa de um fã clube do filme, mas nem todos tem a mesma sorte, uma pena.
    Quem sabe, um dia, alguém além do George Barris se preocupe em fazer um museu sobre os automóveis de cinema,

    ResponderExcluir
  4. Ainda fico com o velho Batmovel dos anos 60!
    Jorjao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou Fã do Lincoln Futura e sua respectiva "evolução": o Batmovel.

      Excluir
  5. Outro que teve um fim bem triste foi o Carcará
    Recordista brasileiro de velocidade em 1966 desapareceu sem deixar pistas
    Dizem que depois de abandonado, chegou a ser usado como uma nave espacial num filme tupiniquim brasileiro
    Depois disso sumiu ou virou sucata
    Triste fim de um ícone de uma era de gloria do nosso automobilismo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, e pensar que a história do Carcará começa antes dele ser o Carcará.
      O carro era um Fórmula-DKW Júnior e ficava guardado na casa do Bird Clemente (era dele e do Marinho), usavam o carro para algumas corridas esporádicas, minha fonte é o próprio Bird, meu amigo.

      Excluir
    2. O Carcará original está listado nos arquivos do Museu Paulista de Antiguidades Mecânicas, de Roberto Lee, em Caçapava/SP. Não só listado: Foi tombado, fotografado e arquivado pelo CONDEPHAAT. Portanto, de lá "sumiu" como vários outros exemplares sumiram.........

      Excluir
  6. Se não me engano, em "007 Os diamantes são eternos", na cena em que JB chega aos EUA com o caixão do seu irmão, o "rabecão" preto que os busca no aeroporto possui porta traseira suicida.
    Vou assistir o filme mais uma vez e conferir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 14:43,
      Sabe que nunca reparei nisso, confesso que James Bond não é meu forte, mas vou procurar informação.

      Excluir
  7. Portuga,
    Belo texto e algumas imagens tristes, principalmente do Simca destruído, porém me bateu uma dúvida exatamente sobre ele: a troca do brasão foi uma homenagem ao Carlos Miranda ou teve algum outro motivo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A troca do brasão foi para homenagear tanto o grande Carlos Miranda, quanto desvincular o patrulheiro do título "vigilante rodoviário" que é propriedade do falecido cineasta Ari Fernandes, que por motivos pessoais não gostava de sua obra vinculada ao ator, mas hoje essa "rusga" está resolvida. Para o bem de todos nós que apenas somos fãs,

      Excluir
  8. Pobre ecto-1! Por ser propriedade de uma empresa japonesa (que tem a tradição de valorizar a própria história), e estar nos EUA, certamente o país que mais presa e mais deve ao automóvel, achei que ele estaria em melhores condições...
    O carro do inspetor Carlos eu já ví duas vezes. Tanto o carro quanto o inspetor são, claro que ao seu modo, extremamente simpáticos, e estão em ótimo estado de conservação. Vale ressaltar a paciência quase-infinita que o ex-policial, eterno astro exibe nesses eventos...
    E já que estamos falando em atores de lata, alguém sabe quantos "Herbie" já existiram? Sério que alguns deles foram cortados em pedaços para compor a decoração de parques temáticos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brauliostafora,
      Eu coleciono informações sobre o Herbie, foram muitos carros ao longo dos cinco filmes de cinema, um tele-filme e do seriado. Acredito que a história dos parques usarem "originais" retalhados seja - em grande parte - verdade.

      Excluir
  9. Essa perua dos caça-fantasmas lembra muito um Plymouth que vi em Guararema.

    João Paulo

    ResponderExcluir
  10. Portuga, segundo relato do sr Carlos Érico Costamilan ao forum Simca. o carro original( ou um deles) do vigilante rodoviário foi transformado em carro de competição e venceu a terceira edição das 12 horas de Porto Alegre em 1963. Pela foto do Simca#77 é mais fácil localizar o relato na página do fórum.

    http://forum-simca.2308807.n4.nabble.com/Aos-Amigos-td4200665.html

    Martim José

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Martim,

      Não conhecia essa história, minha fontes sobre estes veículos (Carlos Miranda e o saudoso Ari Fernandes) desconheciam o paradeiro dos carros originais do seriado. Alguns alegavam que uma unidade estaria com um colecionador de Atibaia e outros veículos teriam tido seus futuros perdidos em desmanches, mas tudo muito impreciso, daí a não certeza de paradeiro. Agora com esta nova informação - que até então eu desconhecia - acredito que vale a pena realizar novas anotações, isso pode até render mais do que juntar informações, quem sabe um dia chegamos a algum dos automóveis.
      Obrigado pela dica.

      Excluir
  11. Nós temos o costume de reclamar do Brasil e consequentemente dos brasileiros que nunca se preocupam com a história e principalmente com sua memória. Mas pelo que se percebe, os americanos não são muito diferentes. É muito triste saber que esses carros históricos (por que não?) usados em filmes de sucesso, tem esse trágico destino. Abandonados no tempo, mal tratados e estragados pelo próprio publico que se divertiu ou se emocionou na frente das telas do cinema. Mais espantoso ainda, é saber que os próprios criadores e produtores dos filmes, não se preocupam em conservar esses carros, visando inclusive a perspectiva (quase obrigatória), da continuação das suas histórias na telona. O que de certa forma evitaria varias reformas nos carros.

    ResponderExcluir
  12. Sou fã incondicional de automóveis de filmes, particularmente Delorean, Ecto1 e K.I.T.T. São meus top 3 MOVIE CARS. Uma pena realmente o desleixo dos americanos com esses "mitos" sobre rodas, que pra quem viveu nos anos 80 são tão importantes quanto os atores dos respectivos filmes (séries).
    Felizmente, há pouco tempo, um grupo se reuniu e restaurou o "A" car de Back To The Future. Back To The Future teve 3 carros principais, carro A carro B e carro C. Cada um utilizado pra um tipo de filmagem diferente, sendo que o "A" CAR era o mais completo e detalhado deles. Esse grupo se auto-denominou TMR ( Time Machine Restoration ). Com páginas no Facebook, vídeos no Youtube, alguns produtos de merchandising, etc... Tiveram o apoio oficinal de Bob Gale, produtor e co-escritor de BTTF, dentre outras pessoas importantes para fazer essa reforma.
    Inclusive o time do TMR está unido com o pessoal de Ghostbusters para apoiar essa reforma!
    Creio que deva sair do papel sim, o que colocaria mais um "astro" de Hollywood de volta a ativa!
    Pra mim BTTF e Ghostbusters perderiam, E MUITO de sua graça se não tivessem o DMC12 e o 1959 Cadillac Miller-Meteor como co-adjuvantes, ou dependendo do ponto de vista, quase protagonistas de seus respectivos filmes.

    Respeito é bom e eles merecem!

    Who you gonna call? http://www.youtube.com/watch?v=ahyRM0eRBvo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De Volta para o Futuro tem um carro que me chama atenção: O Ford Deluxe Eight do Biffy - claro, por motivos mais do que especiais: Eu era criança e fã do filme nos anos oitenta e meu pai comprou um modelo igual e colocou na coleção. O que me chama atenção: No primeiro filme, na cena da perseguição com skate, são usados dois Fords: Um 1946 (maiores cenas) e um 1947, igual ao do meu pai.

      Excluir
  13. Geléia, Stay Puft e tantos outros fantasmas não curtiram essa postagem... chato, ver o Ecto-1 assim.
    Como curiosidade "desenhística", na série original dos anos 80 ele levava uma espécie de autogiro denominada Ecto-2 no porta-caixão... ops, porta-malas. E em "Extreme Ghostbusters" ele recebe uma rampa pra permitir o acesso do Caça-Fantasma cadeirante.

    Sobre o carro, espero mesmo que ele seja reformado em sua antiga glória.
    E sobre o Vigilante, ele foi meu cliente na época de Gurgel... o atendi inúmeras vezes, gente boníssima e simpaticíssimo. Lembro que na época ele estava meio tretado com a Gurgel devido ao uso de sua imagem pra promover o BR-800. Uma vez ele deu uma entrevista paramentado como o personagem ao lado do Simca... foram inúmeras interrupções de fãs que o viam e vinham cumprimentá-lo.
    A série fazia parte da programação do Canal Brasil, bem como o filme de 78 andou passando por lá também.

    ResponderExcluir
  14. Olá Portuga!
    Em Miami tem um museu muito legal com carros de filmes, fui lá em Julho desse ano... não sei se tem algum carro original, mas tem vários modelos, como carros do 007, batmovel, general lee, Ecto-1, etc...
    O nome é Dezer Collection, segue o site:
    http://www.dezercollection.com/
    Att.,

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.