PIERO GANCIA: O CAMPEÃO E AMIGO SE VAI

Foto: www.diariomotorsport.com.br

Piero Gancia nos deixou hoje e estou muito triste. Nascido em Turim, Itália, fez 88 anos em 30 de agosto. Tinha a saúde debilitada pelo Mal de Alzheimer, do que eu estava a par pelo filho e também amigo, Carlo.

Muitos não sabem que Piero Gancia foi um expoente do automobilismo brasileiro, quando no comando da equipe Jolly-Gancia deu muitas vitórias à Alfa Romeo no Brasil, ora como piloto, ora como chefe de equipe. Ele sagrou-se campeão brasileiro em 1966.



Entre suas honrosas atribuições, foi presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo de 1987 a 1991. Uma de suas grandes realizações à testa da entidade, por sugestão do ex-piloto Bird Clemente, foi dar ao campeão brasileiro de Fórmula 3 brasileira, depois estendida à sul-americana, o mesmo status do campeão inglês da categoria, desse modo habilitando os pilotos sul-americanos à Super-Licença necessária para correr de Fórmula 1. Rubens Barrichello e Christian Fittipaldi foram dois brasileiros que se beneficiaram da providência tomada por Piero Gancia (leia mais sobre a sua vida na página a ele dedicada no site Bandeira Quadriculada, do historiador e entusiasta Paulo Roberto Peralta).

Mas o que poucos sabem, e minha gratidão ao Piero será eterna, é que foi ele quem, por força de seu livre trânsito na Ferrari, por duas vezes conseguiu que eu testasse Ferraris na Pista de Fiorano, próximo à fábrica de Maranello. Um vez foi o Ferrari 355 e outra, o 512 TR berlineta boxer. Na época, período compreendido entre 1993 e 1997, eu era editor de testes e técnica da revista Autoesporte.

Foi graças ao Piero que eu pude chegar duas vezes diante do mítico portão com a placa "Pista di Fiorano" e vê-lo abrir-se. Uma vez dentro, na pequena área de box, disseram-me "Esta é a máquina, esteja à vontade". Nenhuma recomendação, nenhum limite de tempo, nada de reduzir velocidade nas retas com cones. Confiança total em mim, mas não meus lindos olhos, e sim pelo "avalista" que tive: Piero Gancia.

Obrigado de novo e sempre, amigo Piero. Eu e muitos sentiremos sua falta, mas ao mesmo tempo nos miraremos no seu exemplo de vida, na sua cortesia, na sua educação, na sua paixão e pilotagem de carros de corrida.

Deixo as condolências do AUTOentusiastas e minhas à D. Lulla e aos filhos Carlo, Eleonora e Barbara.

Resta in pace, campeão!

BS

16 comentários :

  1. Lindas palavras...

    Minhas condolências aa Familia.

    ResponderExcluir
  2. Daniel Shimomoto01/11/10 21:45

    bob

    Palavras emocionantes...Sentidas! Somente amizade e a lealdade geram palavras como essa.

    um grande Abraço

    ResponderExcluir
  3. Comovente teu depoimento.
    Já tinha lido sobre ele em revistas antigas.

    Meus sinceros pêsames.

    ResponderExcluir
  4. Bela mensagem, Bob. Minhas condolências à família. Tive 2 avós que sofreram de Alzheimer e sei o quanto deve ter sido difícil para os familiares e amigos mais próximos.

    ResponderExcluir
  5. D.Piero foi um "bravo brasilianno".
    Gentleman, grande piloto, grande empresario e inestimavel incentivador do nosso automobilismo.
    Que o automobilismo brasileiro saiba reverenciar para sempre a lembrança do campeão de 1966.

    Antonio Seabra

    ResponderExcluir
  6. Faço minhas suas palavras. Bons tempos do autodromo do Rio quando oPIERO com as GTVs OKM mais o Emilio Zambello . Muitas saudades
    Carlos Sanzio Neto
    csaneto@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. Ícone do automobilismo. Merece reverência de todos que acompanharam seu desempenho nas pistas e na administração como dirigente e empresário. Deveria ser homenageado com nome de autódromo (fica a sugestão ao pessoal do Velopark).
    Condolências à familia.
    Irapuã

    ResponderExcluir
  8. bob, belo texto.
    tenho a convicção que o piero construiu uma legenda. era o empresário vitorioso, o gentleman driver europeu. participava, motivava - quem não sem lembra de um 1.000 km de brasília com dona lula e seu motorista correndo em fiat com kit abarth ?
    e empreendia. montou uma equipe para resgatar e dar cor ao nome alfa nas corridas; a estrutura para importá-los e mante-los,foi marco e referência.
    e era, como exemplificou o bob, o sóbrio aval do empresário europeu ao automobilismo local, tão distante no sub equador.
    vai o homem, fica a imagem da finura, da elegância, da seriedade, da gentileza. uma perda nestes tempos de valores tão trêfegos. r nasser

    ResponderExcluir
  9. Claudio Drummond02/11/10 15:03

    Faço minhas as suas palavras Bob.
    Pessoa singular e extremamente simples, sem estrelismos.
    Uma grande perda...

    ResponderExcluir
  10. Mais um que se vai,Bob,talvez fosse melhor nós irmos primeiro do que assistir amigos queridos indo na frente.......

    ResponderExcluir
  11. Ele e a esposa Lulla fizeram muito pelo automobilismo nacional, da época de pilotos até o período gestão da CBA. Descanse em paz, Piero.

    ResponderExcluir
  12. Mister Fórmula Finesse03/11/10 09:20

    Ótima homenagem Bob, através de leituras antigas e sites relacionados, eu percebi a importância que este grande homem teve para o automobilismo nacional.

    Meus sentimentos a família!

    P.s: 512TR hein? que máquina que deve ser!

    ResponderExcluir
  13. Grandes feitos, grande homem. Sei como é triste Alzheimer. E ele também tem um grande avalista aqui com você homenagenando-o, Bob.

    ResponderExcluir
  14. Vamodoido,
    Obrigado. De fato, eu tinha enorme respeito e consideração para com o Piero.

    ResponderExcluir
  15. EH o grande ¨time¨ Jolly que tanto fez pelo Cuore vai se desfazendo, não nos esqueçamos que a tempos atras foi-se estupidamnente nosso querido Manolo.
    Que estejam em paz

    ResponderExcluir
  16. Durval
    E bem antes do Manolo, o Giuseppe Perego, que ensinou tudo ao Manolo. Era mesmo um grupo incrível: Piero, Zambello, Giuseppe e Manolo. E de quebra o mecânico Filippo, excelente também.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.