A MINHA PRIMEIRA VEZ


Conheci o Alexandre Garcia no Banco do Brasil, trabalhamos juntos uns anos lá, para desespero de nossos chefes, pois o papo sobre carros era inevitável. Por sorte deles nossos turnos eram diferentes, nos encontrávamos apenas por um hora, o suficiente para colocar o papo automobilístico em dia. Em poucos dias percebi que o sujeito não era exatamente normal: propôs de cara tentarmos colocar um 2-litros de Tempra no Mille ELX que eu havia acabado de comprar. E me falou de um carro legal que ele tinha, uma Caravan com motor V-8.

Ainda iniciante na área, fiz a pergunta que quase todos fazem: V-8 de Dodge ou Maverick? Nada disso, V-8 Chevrolet, como tem que ser. Tive um par de Opalas 4100 anos antes e fiquei morrendo de curiosidade de conhecer o carro daquele sujeito apelidado pelos colegas de banco de "Dino", pois vivia zanzando pelo prédio com uma malinha de ferramentas tal como o Dino da Silva Sauro, personagem do seriado que fez sucesso entre a garotada em meados dos anos 90.

Umas semanas depois, combinamos alguma bagunça automobilística num sábado e saímos com a Caravan. No banco da direita já dava para perceber como andava fácil, como sobrava potência. Mais para frente o xará me oferece o comando, claro que entrei em parafuso! Não esperei nem ele acabar de falar e já estava abrindo a porta da esquerda e esperando ele trocar de assento. Me ajeitei ali, naquele cockpit tão familiar para mim, primeira engatada, saio devagar tentando sentir a fera. Dócil, mas ali já deu para sentir que com um micronésimo de borboleta aberta a besta já queria se livrar de amarras.

Mais uns quarteirões e já estava íntimo da perua Opala vitaminada, arrisquei até umas aceleradas fortes. Meu amigo MAO, esqueca aquele papo de gigante zen, que pratica tai-chi-chuan, esse gigante não empurrava suavemente não, tinha modos de Mike Tyson e acelerar em qualquer marcha era como levar um murro na traseira. Uns 300 cv e menos de 1.300 kg só podiam dar nisso.

No caminho de volta devo ter repetido o mantra Opala V-8 uma centena de vezes sem perceber, de tão impressionado que fiquei. O Garcia, que não deixa barato, propôs montarmos um para mim no melhor esquema "orçamento pequeno". Topei, e realizamos esse meu sonho, graças à generosidade do grande amigo AG.

Por último, já adianto que também conheço o tal comercial que diz que "potência não é nada sem controle"', e que um Opala V-8 é uma das mais claras demonstrações práticas dessa frase. Mas querem saber? Os caras falam isso porque não andaram em um!

AC

26 comentários :

  1. Opala V8 é algo que realmente me fascina.

    AC, dá para estimar quantos R$ morre para montar um V8 num Opala/Caravan?

    ResponderExcluir
  2. Kevin de La Noya13/11/10 17:32

    Ufa! Só mesmo um post como esse para curar a náusea causada pelo Palio 1.0...

    ResponderExcluir
  3. Joel,

    o AG é o cara para falar sobre isso. Já foi mais barato arrumar small block Chevy, mas material para o motor ainda é baratíssimo, ainda mais com esse câmbio favorável. E tudo depende do que se pretende, se só um Opala mais forte, mas mantendo a caixa de marchas e freios originais, ou se vai mexer em tudo para acompanhar o acréscimo de potência.

    ResponderExcluir
  4. Opala V8 esta na wish list.
    Faco minha a pergunta do Joel: quanto custa?

    ResponderExcluir
  5. Opa, respondido, valeu AC!
    Mas fica a sugestao para o AG fazer um post a respeito.

    ResponderExcluir
  6. AC

    Obrigado.
    Vamos ver se o Ogro do Cerrado aparece.

    Adalberto
    Apoado!

    ResponderExcluir
  7. O Ogro do Cerrado e suas injeções de alegria! Alguém tem o email dele pra um contato em busca de um V8 chevy? Meu Opala tb precisa de um transplante...

    ResponderExcluir
  8. As maldades que passam pela cabeça...

    Um orçamento bom(LOUCO), trabalhar em suspensões novas e dar uma melhorada no V8, uns 350cv.

    De resto pode mandar o que tae ae. Ou esse verde ou um azul Prússia

    As rodas são ATT??

    ResponderExcluir
  9. www odnotraxniki ru -







    www odnotraxniki 527968
    486 odnotraxniki com
    odnolubovniki net 1348

    ResponderExcluir
  10. O controle é fundamental, mas isso também vai do gosto, um europeu entusiasta jamais andaria num carro que não curva, não tem boa direção, ou não freia bem, só porque tem motor. Já um americano pensaria o oposto.

    Eu tinha um 206 1,6 16v, um Mave V8 sempre rodada por aqui fazendo burnaoseiquela que a mulecada tanto gosta. Um dia por acaso ficamos emparelhados numa lombada, eu sossegado em segunda, giro lá em baixo, vi ele saindo igual um doido e olhando pra minha cara (infelizmente 206 feline tem cara de esportivo) e apenas pra tirar uma encontei o da direita no batente e esperei. Enquanto ele perdia tempo destracionado trocando marcha naquele limite de motor diesel ainda faltava muito pra chegar no corte de 6500 do meu. Quando chegou na curva então ele parecia que estava dirigindo em cima de uma geladeira

    ResponderExcluir
  11. Esses briquedos normalmente só servem para acelerar em linha reta, e olhe lá.

    Um carro 1600 moderno acelera igual ou próximo a um Maverick original. Mas o Maverick, se bem pilotado, vai tracionar melhor em uma arrancada.

    Quanto ao motor girar, a Caravan verde gira os mesmos 6500 do corte do Peugeot. Nem sonha em acompanhar um carro moderno em curvas, mas em aceleração te faz se perguntar se seu carro não está com um cabo de vela desligado, de tão rápido que desaparece.

    ResponderExcluir
  12. opaleiro é uma raça dificil...

    vai colocar na cabeça deles que o linguição nao vale nada...

    e pra quem ta pensando que é coisa de 3 mil "pilas" pode adicionar um zero (30 mil)...
    e pra um opaleiro investir isso de cara... ixi nao quero nem pensar

    ResponderExcluir
  13. Já estava ficando preocupado com o AE falando bem de 1.0,uffa ainda bem que voltaram a falar a minha lingua.
    É por isso que vou ter um Dodge,em vez de Opala,ele já é V8 e não preciso gastas 20 mil,pra trazer um SBC

    ResponderExcluir
  14. Luiz Dranger14/11/10 23:27

    Alexandre,
    Belo post ! Fui para Brasilia há um tempo atrás e oedi ao meu amigo Bob para me apresntar o Alexandre. Fui lá visitá-lo e fiquei maluco com a oficina bagunçada, com cachorros em volta, mas fiquei fascinado em fazer um Opala 4 portas com um small block GM que o Alexandre é especialista. Quando puder ($$$$) voltarei lá um um 4 portas impecável e o Alexandre faz o resto. Já tive um Chevette-Lotus e adoro transplantes.
    Abr,
    Luiz

    ResponderExcluir
  15. Cruvinélio!!
    eu me lembro bem das aceleradas de Grapete!

    a frente subia e o encosto do banco descia. o nilo no banco de trás dando risada e o cara da moto 500cc não entendia nada!

    como está o carro?

    abraço
    Rajão

    ResponderExcluir
  16. Troco Fiat Palio 1.6 16v por bloco-de-metal-que-nao-faz-curva-e-que-tenha-cara-de-mau empurrado por um V8 borbulhante e frenéticamente ditatorial! Volto um PS3, algumas borrachas usadas de aparelho ortodontico (já descoloridas pelo tempo de uso), uma lista com telefones de algumas moças interessantes e alguns pares de meias e cuecas usadas, mas em condição e uso! A condição básica é fazer 100Km/h abaixo dos 9s, oq é facil. Negoção, oq acham??!!! Oportunidade única pra vc se livrar daquele trambolho enorme que susurra "Petroleoleoleoleo" ao bater da chave.

    ResponderExcluir
  17. Mister Fórmula Finesse16/11/10 08:26

    AC, estamos esperando um post sobre esse Opala vitaminado...tenho certeza que tens um assunto maravilho para ser explorado e dividido em mãos.

    ResponderExcluir
  18. Maravilhosos posts, um em cima do outro!!! Ota blog bom esse em. Até o do Palio está ótimo.. não chinguem!

    Falando nisso... onde está o AG?

    ResponderExcluir
  19. Me chamaram?
    Moçada, o lance é o seguinte: por mais que eu tente esta é uma guerra que estou perdendo, tem muito opala, tem muito 350, tem muito 383 e tem até 400 plegadas bloco pequeno. E tem muito cara estragado, podre da cabeça que me pedem as pencas para fazer o mal. E claro, eu faço o que me pedem.
    Estou com 4 opaloitos aqui agora, e é só festa. De dia no Banco, de noite e fim de semana nos opaloitos. Só alegria.
    O minimo que uma bagunça desta custa é algo como 16 mil reais por um carro que tenha nascido 6 cilindros, para não ter que trocar radiador nem mexer em suspensão e jpa ter diferencial longo. Para um serviço completo, caixa de C10 4 marchas e eixo de maverick com blocante e escape dimensionado completo e mais algumas maldades para ver aí seus 320 cvs pode ir preparando uns 25 mil reais. Breve farei um post decente (ou será indecente???) com esses opaloitos todos aqui e vai ter muita gente não querendo ler ou ver os detalhes sordidos. Vai ser para fechar o ano com chave de ouro, o peru de natal, a cereja do bolo, o fim da picada! Voces vão amar!

    ResponderExcluir
  20. Paulo,

    Sem querer sequestrar o post, mas já fazendo bagunça: acho que vc já viu que eu tenho uma ligeira queda por Dodge. Tenho alguns aqui bem legaisinhos, inclusive um 383 montado, outro 360, mais 2 com 318 mexidos e em breve, algum dia num futuro não muito distante monto o meu 426 em um 70 que está aqui parado. Pois bem, a triste noticia é que essa caravan que vc viu aí, o opaloito do cruvinel e mais alguns que fiz com bastante espero massacram um dodge normal que vc tenha gasto praticamente o mesmo na mecanica e ainda pense em dirigir na rua. Para voce poder ter alguma paz de espirito, parta de cara para um 360 ou faça logo um stroker 394 emcima do 318 e seja feliz. Só não esqueça: cambio wide ratio, eixo traseiro dana 44, blocante, traction bars, escape tubular dimensionado, bons pneus traseiros pelo menos para ter chance de acelerar junto. Esses opaloitos com eixo grande e caixa wide não tem nenhuma dificuldade de ver 0 a 100 em menos de 7 segundos, se fizer bem orientado a arrancada, tipo com caixa close de dodge e eixo mais curto, é em 6 que a conta fecha, seis imorais segundos é tudo o que vc preisa para ver o ponteirinho safado bater os 100 km/h com o reloginho bem calibrado, ok? Como pesam, mesmo com o V8 ango como pelo menos 300 quilos a menos que um opala, a porca torce o rabinho de sacarolha com força, viu, meu camarada. Dart games é outro post que estou devendo aqui, esse iria para vc e para outros mopar maniacs de carteirinha que eu sei que acompanham aqui o blog, na surdina, hahahaha.

    ResponderExcluir
  21. Ola Alexandre Garcia, meu nome é Rafhael, tou pensando em entrar de cabeça nessa de opaloito :D preciso de um contato seu você é de brasilia né? bom que ja casa certinho posso voltar dirigindo ele pra casa... Pretendo colocar um vortec 350 5.7 que gere algo em torno de 300 cv pode me ajudar nesta empreitada? hehe obrigado!

    ResponderExcluir
  22. Ninguám fala em retificar um 2.5 4cilindros, partem logo pra inguinorança!!!
    Dá pra estuprar uma Marajó com um V6 de Blazer??

    ResponderExcluir
  23. Pena que a GM não lançou um opala com moto V8, se o L6 250S ja deu pau nos maveco quadrijet, imagina um opala com motor V8. Pena que a estrutura original não aguenta.

    ResponderExcluir
  24. Perfeitamente aceitável um Opala com motor V8 Chevy e sinto que deve ser muito interessante. Mas destoa o conjunto, ainda fico com o 6. Talvez o 292, chamado de canavieiro seria bem interessante também apesar de ter praticamente 1 litro a menos de deslocamento.

    Opala, um sonho.

    GiovanniF.

    ResponderExcluir
  25. amigos,acabei de achar uma raridade abandonada um 71ss,ja verifiquei e um ss original coupe ano71,e dai ja vem as ideias to pensando em v6 vitaminado(270cv ou mais)com blower ou supercharger o que achar e cambio 5marchas alguem sabe de algum desse bem barato p me ajudar?

    ResponderExcluir
  26. Me dar esse seu 71SS que te arranjo um v6 262 com cambio 5 marchas com essa potencia ai abs

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.