NOVO PALIO, UMA GRATA SURPRESA

Alterações extensas no estilo, novo em cima


Resolvi visitar o sítio da Fiat, mais precisamente a seção com informações do 500, mas dei de cara com o novo Palio na página inicial. Observei que já está disponível o botão "monte o seu" e, momentaneamente, esqueci do pequeno 500.

O visual do carro já não é mais novidade, as projeções divulgadas na internet já mostravam algo muito parecido com o que estamos vendo agora. O desenho é bom, mas não chega a empolgar, de todo modo representa um grande salto em relação ao atual, que já vinha sofrendo o peso dos anos.

Mas a maior supresa apareceu na hora de simular a montagem de uma versão. Eu me lembrava vagamente dos preços do Palio, 40 mil é o número que ficou na minha cabeça junto com a imagem de um 1.8R amarelo. A versão já saiu de linha e os preços praticados sempre foram um pouco abaixo do sugerido pelo fabricante.

Eis que o novo Palio surge na versão Sporting com o interessante motor E.TorQ de 1,6 litro, já com ar- condicionado e direção assistida de série e preço sugerido de R$ 39.990,00. Vale destacar que o pacote HSD (de high safety drive), que conta com freios ABS e duas bolsas infláveis, é oferecido a menos de 2 mil reais em todas as versões, e promocionalmente a 1.000 reais no Sporting.

A versão Essence antiga ainda aparece no sítio da Fiat e tem preço sugerido de R$ 36.860,00, mas condicionador de ar é pago à parte e custa quase R$ 3.000,00. A mesma versão, modelo 2012, vem com preço sugerido de R$ 37.990,00, e traz o ar-condicionado como equipamento de série. É quase difícil de acreditar que o carro novo (não é apenas mais um face lift) chegue mais barato que o anterior, mas é isso que o sítio da Fiat mostra. 

Que belo interior, não acham?


Confesso que me despertou vontade de passar em uma concessionária para ver o carrinho de perto. Há poucos dias o Bob, que esteve no lançamento, escreveu sobre o novo Fiat.

AC

18 comentários :

  1. Impressão minha ou os preços em geral estão caindo? os recentes lançamentos estão vindo com preços mais palatáveis?

    ResponderExcluir
  2. Tem muita gente por aí descendo o cacete (principalmente no design), mas eu gostei, embora não tenha ido ver ainda, e ao vivo, pode se ter outra impressão. Gostei também (gostar não é bem o termo, digamos que não achei nenhum absurdo) dos preços, epecialmente dos de motorizaçção maior, e mais completos. Configurei uns dois 1.6 com alguns pacotes (air-bags e abs inclusos) e ficou por volta dos R$41/42.000,00, mais em conta que alguns concorrentes, mais caro que outros, mas na média da categoria. E vale lembrar que por estes preços, alguns concorrentes não podem vir com este pacote de segurança, nem como opcional, e outros podem, mas ficam mais caros, exceto o Fiesta Rocam 1.6 hatch, que está uma verdadeira pechincha. Se o comprador não ligar para o fator "novidade", nem precisa ver os concorrentes, vai direto na Ford.

    ResponderExcluir
  3. R$40 mil num carro pequeno não é uma pechincha não. Quando o J3 chegou, os nacionais tiveram que baixar seus preços e matar a gigantesca margem que separava o 1.0 pelado do 1.6 completo, o qual chegava a passar dos R$50 mil.

    Se alguém achava racional pagar R$15 mil a mais por um motor maior (mas de mesma concepção), um ar condicionado e uma direção hidráulica, com vidros elétricos (só na dianteira, a nova modinha do Brasil) e travas, consulte um psicólogo.

    Na minha opinião, o Palio chegou sem fazer alarde, sem grandes atributos para se diferenciar da concorrência e com um preço na média. Lembra um pouco a chegada do Fox, que foi bem comentada mas não foi um sucesso gigantesco.

    ResponderExcluir
  4. Eu digo pechincha, considerando os outros, e não o Fiesta isoladamente. Isoladamente, todo carro brasileiro é caríssimo. E este Fiesta Rocan 1.6 hatch com o pacote máximo com que pode ser configurado (air-bags e abs inclusos), está por R$36.000,00.

    ResponderExcluir
  5. Mister Fórmula Finesse11/11/11 14:57

    R$ 40.990,00 por um Palio Sporting com ABS, AIRBAG e trio, realmente não é nada mal.

    Provavelmente uma das melhores opção custo bemefício de "esportivos".

    ResponderExcluir
  6. Não podemos achar que as coisas estão melhorando assim tão cedo... Há uma crise econômica a ponto de estourar para afetar o mundo todo, as pessoas estão com receio de consumir, até mesmo no Brasil... E oooutra! O Fiesta já era, o novo está aí com preço de lançamento e cheio de gadgets, acessórios e penduricalhos... rsrsrs

    ResponderExcluir
  7. AC,

    Desculpe, mas interior só vendo ao vivo. Por foto/rendering é tudo lindo.

    Diferentemente do exterior, o interior sofre muito mais em consequência de "redução de custos".

    PS.: esse quadro de instrumentos e as saídas de ar redondas já deram... eita pecinhas cansativas que todo fiat tem há tempos... aff

    ResponderExcluir
  8. Os preços estão caindo, sim. O bobo aqui comprou um Siena 1.8 HLX em 2008, só com o trivial: AC, DH, VE dianteiro, TE e Roda de Liga. Com um ótimo desconto na época paguei R$ 46.000,00. Hoje, por este preço temos mais e completas opções. mas ainda falta muito, é certo.

    ResponderExcluir
  9. Mais do mesmo.
    Um carinho sem graça, caro, pelado e com motor manco.
    Queria ver alguém ter a coragem revogar o IPI diferenciado para estas aberrações chamadas de carro de 1000 cm3.
    Ah não, isto não aconteceria no Brasil, ainda mais agora onde "carro potente mata!"
    Mas quem mais morre no Brasil é motoqueiro de 125cm3 e motorista de carro 1000 onde os itens de segurança inexistem.

    ResponderExcluir
  10. Para mim está claro que devemos ser gratos aos Chineses, em especial à JAC que escancarou preços no horario nobre dos canais, o que na minha opinião mexeram no inconsciente e no consciente dos consumidores em relação a referencial de preços. Sim, nao acho que dá para dizer que temos uma pechincha mas melhorou sim, so nao vê quem nao quer.
    Mais uma vez obrigado JAC, Lifan, Effa e etc, alem é claro dos coreanos em geral.
    E, uma vaia para a equipe anto-economica do Dilmão que mexeu no IPI dos importados (isto, qualquer pessoa com QI maior que 0 e menor que 1, concorda).

    Fernando RD

    ResponderExcluir
  11. Berlusconi11/11/11 22:53

    Eu digo: o novo pálio uma nova velha tragédia que vai custar (o "top") menos de 30 mil em menos de 10 meses tendo em vista os concorrentes do ano que vem.
    É o que eu sempre digo, cara Fiat, não abandone o velho UNO, a única coisa que prestava para o que servia.
    Carros e armas italianas não funcionam quando a gente precisa.

    ResponderExcluir
  12. Berlusconi,

    Má catso, tem uns trabucos italianos que são bem legais viu, Perazzi, Beretta, Breda e outros mais. Não vá ficar apegado demais ao slogan dos Marines que dizem que: you have not became a seal until You have eaten italian steel, só porque uma beretinha 92 ou outra explodia assim de bobeira né? eles tem muitos motivos para ter saudades daquela velhinha de 100 anos, a tal da colt 1911, mas fazer o que né? hahahaha

    ResponderExcluir
  13. jackie chan12/11/11 09:36

    Preços mais palatáveis em boa parte devido ao efeito JAC. Eu costumo reclamar que no Brasil cobra-se muito caro por maquinas e ferramentas chinesas, que sao vendidas aqui por cerca de 3 vezes o preço praticado nos países desenvolvidos, mas pensando bem, se não fossem as chinesas, estariam cobrando ainda mais caro pelas de primeira linha...

    ResponderExcluir
  14. Postei sobre o Palio na matéria do Bob. Mas ressalto aqui algumas considerações em relação ao custo/benefício:

    "O Palio é um carro honesto e ouso dizer que o melhor carro compacto desde seu lançamento no final de 1996. Macio e agradável de dirigir.
    Tive 2 até hoje: 1998 (EDX 1.0) e 2008 (ELX 1.4). O problema dele é não se destacar em praticamente nada. É bom de conjunto, mas não se destaca em nada.
    No meu caso, em ambas as ocasiões em que comprei Palio 0 km ele funcionou como um coringa. No primeiro, estava vendendo um excelente Del Rey Ghia que já tinha dado tudo o que tinha que dar (em prazer de dirigir e defeitos...), não tinha grana para voar mais alto e estava tentado a possuir meu primeiro carro 0 km. Cansei de passar sustos na estrada com o ridículo desempenho do Palio 1.0 em ultrapassagens e subidas de serra. O segundo comprei porque não gostei de nenhum hatch médio da época para substituir o meu carro de então, um Brava ELX 1.6 que, a exemplo do Del Rey, já não era mais viável.
    O preço do Novo Palio segue o que vivi na compra do meu 2008: encosta nos hatches médios básicos ou nos famigerados "compactos premium", inclusive no Punto (outro que, pra mim, não empolga). Basta colocar alguns opcionais a mais e dá vontade de partir para um carro superior, tamanha é a ganância da Fiat."

    Concluindo, recomendo ao Alexandre Cruvinel que confirme bem esses valores do site. Compare com o Punto, por exemplo, com os mesmos equipamentos. A não ser que a Fiat faça promoções nos próximos meses, acho que o Palio não vale a pena.

    ResponderExcluir
  15. Zé da Silva12/11/11 12:31

    Supondo que eu disponha dos 40 mil, que mercedes usado eu poderia comprar ?

    ResponderExcluir
  16. Zé da Silva12/11/11 12:31

    Supondo que eu disponha dos 40 mil, que mercedes usado eu poderia comprar ?

    ResponderExcluir
  17. Pessoal

    Não fiquem se entusiasmando tanto com as surpresinhas de preços q. a Fiat(e outras,com certeza)vão tirando da cartola.Tá chegando a hora de tirar o bode da sala...

    Bom domingo

    ResponderExcluir
  18. Quem é vivo sempre aparece. Alexandre Garcia, você defendendo os carros italianos?

    Ah! Lembrei que existe um minúsculo Fiat 600 em sua posse, vai chamá-lo de que quando terminar de "arrumá-lo"? Aliás tem mais algum carro italiano que você ache ao menos legal?

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.