EGOÍSMO OU FALTA DE EDUCAÇÃO?



Foto tirada no fim de tarde com a câmera do celular, quando fui à padaria da esquina. Este é o prédio onde moro, em Moema, bairro de São Paulo.
O trecho de calçada vai do portão de entrada da garagem do subsolo ao da garagem do térreo, da direita para a esquerda na foto. Cabem ali seis carros de até 4 metros ou cinco maiores, três-volumes, de 4,5 metros -- mas não do jeito que os carros da foto foram estacionados.
Para piorar, o carro cinza escuro, Fiesta 2 de um morador, está estacionado (há tempo) muito à frente do portão da garagem, é que não dá para ver nessa foto. Desperdiça enorme espaço, pois o portão atrás dele é o de entrada e quem adentra à garagem  passa longe da traseira dele mesmo que esteja alinhada com o limite do portão.
Já os motoristas dos outros três obviamente são do tipo que não estão nem aí para a melhor ocupação da rua, não querem saber de dar chance para outros estacionarem. Pode ser egoísmo, pode ser falta de educação. Ou ambos.
O único jeito é a autoridade de trânsito passar a demarcar os espaços para estacionamento e multar quem desrespeitar os limites. O bolso sempre educa.
Uma curiosidade: notaram que nada da dupla preto-prata defronte do prédio? Milagres acontecem!

36 comentários :

  1. Reynaldo Cruz28/11/09 22:00

    Olá Bob,
    Creio que tem gente egoísta, gente sem educação, gente que vive pensando em outras coisas enquanto dirige e nem vê o que está fazendo e gente ruim que sente prazer em prejudicar o proximo em troca de um prazer que nós não conseguimos entender, ainda bem, né? São outras tribos...

    ResponderExcluir
  2. Bota milagre nisso, Bob. Ainda mais que vinho é a cor menos vendida no Brasil.

    ResponderExcluir
  3. Bob,
    soma de tudo ruim: distração, falta de educação e egoísmo, como ficar dormindo no semáforo verde, e reclamar quando o cara de trás buzina.
    Estamos mesmo ferrados.

    ResponderExcluir
  4. Isso acontece muito também onde trabalho, no bairro Lourdes (em BH). Cansei de ver pessoas estacionando o carro a 1,5, 2 ou até 3m de uma garagem, de maneira que não caiba nenhum carro ali e seja um espaço totalmente não aproveitado. Não custa nada tirar 30 segundos do seu dia pra arrumar o carro de maneira mais civilizada e otimizada - caso não tenha acertado de primeira.

    ResponderExcluir
  5. Aqui na cidade também tem muito disso.Geralmente os folgados deixam esse espaço todo para quando forem sair da vaga,não precisarem fazer mais que 2 manobras.E ainda reclamam que não acham vaga para estacionar na cidade,aproveitamento de espaço ZERO!

    ResponderExcluir
  6. Tem razão, Bob. Mas há de se conceder o benefício da dúvida aos proprietários dos veículos envolvidos, exceto os "espaçosos" do Fiesta 2 e do Vectra GT, que arderão nas chamas do inferno...rs.

    Ao estacionarem de forma irregular, esses dois acabaram gerando um "efeito cascata", e no final da história ninguem está estacionado como deveria.

    Há outra atenuante para os proprietários do Pálio e do Fiesta 3: não dá para saber se, em pelo menos um dos respectivos lugares, antes não havia um SUV dos grandes, ou até mesmo um caminhão baú.

    A sugestão de demarcar os espaços é boa, em princípio. Contudo, se o gabarito para determinar o comprimento da vaga fosse um sedan grande - um Omega, por exemplo - a vaga ficaria brutalmente subutilizada caso um Ka ou um Fox estacionasse lá. O que, em muitos casos, reduziria as oportunidades de encontrar um espaço para estacionar naquele trecho de rua.

    Enfim, é como quase tudo na vida: ganha-se por um lado e perde-se pelo outro...

    ResponderExcluir
  7. Para mim, isso é comodismo e falta de civilidade mesmo, a mesma coisa que vemos em profusão nos estacionamentos de supermercados e shopping centers: o cara estaciona o carro torto na vaga, muitas vezes impossibilitando o uso da vaga ao lado, mas não está nem aí para isso.

    ResponderExcluir
  8. Além disso, outra assombração comum são as caçambas de entulho.

    Mal posicionadas, mal sinalizadas, mal tudo.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Bob. Na teoria, você está certo, mas vamos supor o seguinte: dois caras com Fiat Uno saem de duas vagas intercaladas por outros carros. Ficam aqueles espaços ali, certo? Chega um outro motorista, com um Ford Fusion. Tem dois espações na frente e atrás do carro que ficou no meio, mas não cabe um Fusion em nenhum dos espaços, nem com reza braba. Aí o cara do Fusion pensa: se este f.d.p tivesse parado bem junto ao carro da frente, haveria espaço para o meu Fusion. O que ele não sabe, é que o suposto "f.d.p" não parou deixando aqueles espaços imensos entre o dele, e o dos outros carros que ficaram: os espaços surgiram, depois que outros dois carros sairam. Isto é uma coisa que absolutamente, não dá para controlar.
    Abraço,
    Roberto Valentim.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Olá outra vez, Bob. Um adendo: meu raciocínio não se aplica ao caso específico que você narrou, envolvendo entradas de garagens. Desculpe a distração.
    Roberto Valentim.

    ResponderExcluir
  12. Bob, acho que é um conjunto de fatores. O medo que todo mundo tem de alguem arranhar seu para choque pintado, somado ao infeliz número de motoristas que não sabem estacionar um carro.
    Somasse a isso falta de fiscalização, falta de orientação e em especial falta de educação, porque muitas vezes o cara que estaciona deste jeito é aquele que não liga para nada, que dirige bebado, que trafega pelo acostamento, que faz ultrapassagem em faixa continua e por ai vai.

    ResponderExcluir
  13. Engraçado voce querer demarcação de vagas e multa para infratores. Como não existe isso, vc pede.

    Em compensação as fiscalizações que existem como radares e rodízios vocês reclamam, acham absurdo e chama de indústria de multas.

    Porra, a indústria de multas já está estabelecida e já fodem a vida do povo. Parem de dar idéias idiotas para esse povo. É melhor dar uma volta no quarteirão e achar vaga em outro lugar do que pagar 20 multas/ano por estacionamento "irregular"

    ResponderExcluir
  14. também estou com muita raiva de quem estraga as vagas, deviam ensinar isso na autoescola, ou vc encosta perto do carro da frente ou no de tras...

    ResponderExcluir
  15. Esse é um dilema diário pra quem vai trabalhar de carro na GM. Pior que são sempre os mesmo: os primeiroa a chegar colocam o carro no meio do nada, ocupando vaga de 2 carros... Fico fulo quando chego 10 ou 15 minutos mais tarde e tenho que colocar mais longe o carro. Não pelo fato de ser mais longe, mas pela idiotice de quem chega antes de mim.

    ResponderExcluir
  16. Bom senso não está vindo mais como "original de fábrica" e talvez nem vendam como opcional!
    acredite, apesar da Lei de Gerson ser verdadeira, muitos estão se "habilitando" pela primeira vez e nem tem noção do que isto representa. Eu já cansei de descer e voltar ao carro para organizar a vaga, pensando no próximo.
    E acho também verdadeiras a afirmações de danos aos parachoques pintados e menos manobras para sair...
    E quando eu estaciono minha Banheira ao lado de uma guia rebaixada de garagem e logo um para nesta vaga?
    MH
    Tem hora que dá vontqade de vender o carro! Haja paciência!

    ResponderExcluir
  17. Vixi, meu amigo, se eu for contar quantas vezes eu já desci e reposicionei o carro para liberar uma vaga para o outro... Acho que é somente uma qestão de educação e respeito ao próximo. Abraço a todos.

    Lucas

    ResponderExcluir
  18. 2:32h da manhã e cá estou eu acordado, desesperado com a festa lado, com funk no último volume, risadas estridentes e gritos bizarros. A polícia disse que meu sono disputa viaturas com assassinatos e emergências no bairro inteiro. E adivinha como estão estacionadas a mAKinas LoKas dos malditos funkeiros? Não reparei no espaço entre cada quebra mato e reboque, ainda mais com adesivos enriquecedores como "Prostituto", "Sua inveja é a velocidade do meu sucesso" e "De ladinho: A Festa"; mas reparei quando cheguei em casa que tem uma desgraça de um Uno parado em frente à garagem do meu vizinho, coitado, e com hectares de espaço atrás dele.
    Me pergunto até que ponto as pessoas vão continuar regredindo.
    Todo mundo acha que pode fazer o que bem entender, e danem-se os outros. E ai da gente se reclamar, nossas esposas logo nos chamam de irresponsáveis, e nos dizem que é melhor que a gente que fique quieto em casa/no carro com medo de tomar um tiro...
    Pelo menos reparei que um dos carros é amarelo :-)

    ResponderExcluir
  19. Marcelo Augusto29/11/09 03:15

    Um dos culpados desta praga é o "engate".

    O idiota instala o equipamento para "proteger" o para-choque, outro idiota igual a ele com o dito cujo, dá ré, e amassa o seu para-choque. Um círculo vicioso.

    Não sei que tanta frescura tem esse povo com esta porcaria de para-choque, eles não amassam ou perdem a tinta só de encostar.

    O pior é que vejo este tipo de atitude em locais como porta de hospitais, onde ninguém vai lá estacionar para se divertir.

    ResponderExcluir
  20. Não sei se é certo criticar o que fizeram, num país tão sem civilidade como o nosso. Quantas vezes a gente não estaciona corretamente e os outros nos prendem na vaga, tipo "achei minha vaga e fo**-se os outros". Ou que tenha danificado os parachoques com aquela porcaria de engate que infesta as ruas?
    E outra, parar muito perto de entrada de garagem atrapalha os moradores a manobrar, principalmente em ruas mais apertadas. Eu mesmo já tive muitos problemas com isso.

    ResponderExcluir
  21. Todos
    Inúmeras vezes também voltei ao carro para acertar sua posição, como falaram o Lucas e o Mário. Questão de pensar no próximo.

    ResponderExcluir
  22. Murilobonato
    Faltou eu dizer que o número de carros que cabem ali é sem risco da danificar para-choques, mesmo havendo engate.

    ResponderExcluir
  23. Rafael Ruivo,
    Na próxima vez ligue para a PM e diga que ouviu dois tiros e há uma pessoa caída na porta. Vem até a TV Globo.

    ResponderExcluir
  24. Anônimo,
    Há uma diferença: para fora da vaga atrapalha os outros; trafegar rápido e ignorar rodízio, não.

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. Ontem estacionei o carro e, quando retorno, tem um New Civic prata estacionado na frente do meu carro, com o parachoque traseiro dele colado no meu parachoque dianteiro, só que o detalhe é que o miseravel tinha engate para reboque!
    O engate para reboque dele ficou enfiado na entrada de ar do radiador do meu carro, acabou só arranhando um pouco o meu parachoque.... Mas eu não tenho nem palavras para descrever um sujeito que instala um engate para reboque e encosta o parachoque traseiro no carro dos outros.

    Na hora eu fiquei tão irritado com a situação que acabei deixando por isso mesmo, passei o dia todo ontem de mau humor por causa disso, e como bem disse o Mario lá em cima, sinceramente tem horas que dá vontade de vender o carro.

    ResponderExcluir
  27. É surreal como o brasileiro é sem noção em quase tudo!!!

    Isso é com certeza uma mistura das duas coisas, falta de educação e egoísmo!

    ResponderExcluir
  28. Sempre aprendemos na escola a seguir regras e não a pensar. Me dá a impressão que as pessoas não param mais pra pensar. Dói. Agem por instinto, como um animal.

    O cara não consegue entender que ele vive com outras pessoas. O cara não entende que quanto melhor aproveitarmos as vagas, mais rápido e fácil ele vai achar as dele.

    O cara não pensa que ao lado do funk (em que ele sairá bêbado dirigindo provavelmente) podia morar a mãe dele...

    Não pensa.

    O que esperar de um povo em que a maioria joga lixo na rua?

    Temos que achar um jeito de voltarmos a pensar (em nós todos e não em nós mesmos somente).

    ResponderExcluir
  29. Tudo isso tem apenas uma explicação. Infelizmente não existe mais uma mercadoria chamada "civilidade". Eu resolvo o meu problema,o resto, ora o resto....

    ResponderExcluir
  30. A tendncia é piorar sempre, a coisa é apocalíptica, quer animal mais sem noção,estúpido e egoísta que o ser humano?O que o Bob disse é só um exemplo das 567 atrocidades que os merdoristas fazem durante o dia ......

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. Antonio Nunes !30/11/09 16:10

    O murilobonato, Marcelo Augusto, tem razão.

    Quem nunca tomou uma batidinha ou batidona nos pachoques e deixou aquela marca bonita. Ou nunca voltou para pegar o carro na rua e vi que algum infeliz entrou com o engate nas aletas do parachoque dianteiro.

    Hoje em dia, colocam-se engate em qualquer uno mille economy 1.0, effa M100, qualquer carro que mal consiga carregar a propria carroceria tem engate. E Ecospot e TRW tem quebramatos na dianteira

    E são poucos os carros que tem sensor de estacionamento.

    E são muitos os motoristas que tiram a carta pelo telefone, internet, msn, orkut, . . .

    Prefiro ocupar duas vagas a ter meu bem danificado por algum "FDP", desastrado ou não, bem instruído ou não.

    O pessoal acha que é facil comprar um carro, que não precisa cuidar, estaciona a onde der, "uma batidinha não é nada". 500 reais de funileiro/lanternagem é baratinho. Não é bem assim para quem batalha para conseguir comprar um carrinho !

    Não precisa ser individualista/sem noção para ocupar espaço.

    Quem nunca teve o carro preso por 2 babacas que te coloram nos para choques dianteiro e traseiro. E teve que fazer para-frente-para-tras umas 200 vezes para sair em danificar o seu bem e o alheio.


    Em estacionamentos gratuitos, e pagos, é pior ainda, as vagas são "projetadas" para smarts4two. Repito, é melhor ocupar duas vagas a ter o risco de ter o carro danificado.

    Ninguém, nem extra, nem estapar, nem sondas, nem morumbishopping, nem o kassab vão ressarcir o dano causado. Por mais levinho que ele seja.

    Sou a favor de pintarem as vagas mesmo ! Mas todas padrão Omega, HiluxSW4, Defender130, Landau etc. Ai sim ninguem vai precisar prejudicar o proximo para defeder o que é SEU !

    Pois ninguem pensa no proximo na hora de entrar com o engate na sua traseira. Mesmo que "foi sem querer !"

    ResponderExcluir
  33. Antonio,
    Respeito sua opinião mas é um comportamento conivente...

    É como o pai que pega a filha transando no sofá da sala... e resolve tirar o sofá (!).

    ResponderExcluir
  34. O dito pelo Antônio Nunes também precisa ser levado em conta, embora esta praga maldita dos engates já venha diminuindo, ainda bem. Na minha garagem, resolvi o problema colocando um pneu encostado na frente do meu pára-choque dianteiro, mas na rua... E o outro problema que ele lembrou é o dos babacas que te prendem, sem sobrar 1/2 centímetro para manobra, tanto para frente, quanto para trás. Situação ainda mais agravada por aquela escória da raça humana, os filhos da p*ta dos flanelinhas, que querem que o sujeito deixe o carro solto, para colocar um grudado no outro. E quando a vaga é em 90 graus, você chega, e às vezes mal dá para abrir a porta do carro. Resultado: mossas e riscos na lataria. Portanto, em alguns casos aquilo que o Bob considera como má educação ou egoísmo, é mesmo má educação ou egoísmo. Em outros, é apenas cuidado com seu patrimônio, e o dos outros.
    Mr. Car.

    ResponderExcluir
  35. Pois é... sou educado, muitas vezes não ocupo o espaço de 2 vagas. Meu carro nem direção hidráulica tem. Nem engate na traseira. Faço o que posso ao estacionar para maximizar o espaço para vagas.
    O que eu ganho? Tirando a minha consciência tranquila, o meu parachoque traseiro totalmente "arregaçado", quebrado de tanta porrada por barbeiragem de outros motoristas que não sabem fazer baliza...

    ResponderExcluir
  36. Deixo meu carro SEMPRE afastado dos demais para proteger meu patrimonio. Mesmo pq ninguém irá me ressarcir por um ralado no meu pára-choque ocasionado por uma baliza mal-sucedida. E não é questão de egoísmo. Se eu não cuidar do meu patrimônio, quem é que vai cuidar?

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.