DE TOCAR O CORAÇÃO



O cinema tem uma grande parcela de responsabilidade no sucesso do automóvel como máquina: foi através das lentes das câmeras que muitos automóveis tornaram-se objeto do desejo da noite para o dia, graças ao papel coadjuvante (às vezes principal) exibido em uma despretensiosa matinê.

Alguns filmes ficam marcados pelos carros que apresentam: "Corrida contra o destino" (Vanishing Point, 1971), tem como astro principal Barry Newman, um ator mediano que nunca se destacou fora do círculo dos diretores de orçamento barato, mas o Dodge Challenger branco com 7,2 litros de cilindrada e freios a tambor nas quatro rodas arranca suspiros em qualquer época, ainda que seja uma verdadeira bigorna aos entusiastas que prezam pelo bom comportamento dinâmico de um automóvel.

Foi assim com "Bullitt" (idem,1968), "Mad Max" (idem, 1979), "Ronin" (idem,1998)... Mas para mim, nada supera "Um golpe à italiana" (The Italian Job, 1969), estrelado pelo grande Michael Caine e pelos famigerados Mini Coopers, além de Alfas, Jaguares, Aston Martins e o Lamborghini Miura da abertura, cortando o lado italiano dos Alpes.

Ah, aquela abertura... O som do V-12 paulatinamente cedendo lugar ao vozeirão de Matt Monro, de uma maneira tão sutil e elegante que só poderia ser obra de Quincy Jones. Um carro sendo tocado da maneira correta, na finesse, com o respeito à máquina, sem movimentos bruscos, por um motorista que demonstra saber o que faz (começando pela forma como segura o volante) até mesmo fumando...

Melhor do que isso, só imaginando a bela mulher que o espera em seu destino. Pobre moçoila, deve esperar sentada.

FB


34 comentários :

  1. Belíssimo! Obrigado por compartilhar... não sei como ainda não havia visto este filme!

    ResponderExcluir
  2. Mais recentemente, Gran Torino me surpreendeu.

    ResponderExcluir
  3. Mas não como car movie, certo? Excelente filme, mas nadica de carro, que é só um gancho.

    ResponderExcluir
  4. É, pode não ser car movie, mas na cena final você também gostaria de estar no lugar do chinesinho dirigindo o carro, não?

    ResponderExcluir
  5. ''Two-Lane Blacktop''... Este sim! Com as aparições daquele malvado Chevy 1955, e do lindíssimo Pontiac GTO 1970!.

    Henrique

    ResponderExcluir
  6. Essa é a grande sacada dos filmes que o Bitu citou: nenhum deles é um car movie, mas a forma como os carros são apresentados ao longo do filme, fazem uma diferença danada! (com excessão de Vanishing Point, onde o Challenger R/T é o centro das atenções - ao menos para mim... hehehe!!!) Para os autoentusiastas, os carros são um "plus" para a boa história dos filmes.

    ResponderExcluir
  7. LEgal, todo filme, principalmente de época, sempre fico com um olho para os carros...
    Aliás, não sei se alguém conhece, mas nas histórias do Tintin, do Hergé, tem sempre belos carros, a grande maioria europeu, claro...

    ResponderExcluir
  8. Depois da batida no tunel.O carro azul seria um Fiat Dino ou Fiat spider coupê? A roda indica um ou outro, pois Ferrari Dino parece não ser.

    ResponderExcluir
  9. Um muito bom é o "The Driver" com Ryan O'neal e a belíssima Isabele Adjani!

    Dizem que Ryan superou Steve McQueen no teste de pilotagem e faturou o papel...

    Mas, o fato é que é um puta filmaço, com um monte de charangas da pesada!

    Talles

    ResponderExcluir
  10. resguardadas as devidas proporções, é claro, essa introdução, de imediato, me lembrou um filme do Roberto Carlos...

    Mais alguém se lembra qual é?


    Talles

    ResponderExcluir
  11. Vanishing Point é um caso à parte, bem à parte. Pode ser considerado o primeiro road movie mas mesmo assim é muito mais que isso. É algo existencial e parece que Kowalski e o Challenger se completam na história, um não seria a mesma coisa sem o outro. E mesmo que branco não seja a primeira opção para um Dodge com um Magnum 440 no início dos anos 70, essa cor combina perfeitamente com o filme, parece que trasnpira pureza mesmo tendo sido escolhido apenas por se adequar melhor aos tipos de filmagem.
    E quanto a dirigibilidade do Challenger, ainda acho que os do filme tinham freios dianteiros a disco. Mesmo que não seja um primor de direção - nem precisa, quase que só tem reta e deserto o filme inteiro - ele mostra o quanto é resistente e companheiro ao longo da história, tudo isso com uma aura que os carros atuais perderam há muito tempo.

    ResponderExcluir
  12. B2,

    Compartilho o sentimento.

    Essa cena me deixa sem palavras. E olha que isso é uma coisa difícil, kkkkkkkk

    MAO

    ResponderExcluir
  13. Rafael Machado31/03/11 22:28

    Tb gosto do Gran Torino.

    E o último bom car movie, pra mim, é o Ronin. Muitos carros, muitas perseguições e pouca forçada de barra. Tudo muito real.

    ResponderExcluir
  14. Bacana, nunca tinha visto esse italian job original, só o novo com os mini coopers modernos.

    no vanishing point, o centro das atenções pra mim é a motoqueira no deserto.

    e alguns outros filmes bacanas também que tem carros como "personagens" é

    Curtindo a vida adoidado - Ferrari 250 califórnia

    Top gun - porsche 356 speedster
    e kawasaki 1000

    Loucuras de verão - Ford coupé Hot amarelo da déc de 30 e vários carros americanos da déc de 50 e 60

    ResponderExcluir
  15. AINDA SOU MAIS O CARRO FLEX!

    ResponderExcluir
  16. Veramente bello........é de tirar o folego, e o rodar suave nos alpes da Itália dá até vontade de transportar imediatamente para aquele cenário já que é o berço da minha família.

    ResponderExcluir
  17. O Filme do Roberto Carlos não é o do Charger Verde ? Aliás, essa relação carro/filme/coração de entudiasta é uma boa troca de sentimentos. Até mesmo no desenho animado "Carros" que apesar de não ter a realidade de um filme, os personagens (os carros) conversam e se relacionam... isso, pra quem é entusiasta como a gente, é como se fosse nossa garagem com nossos carros conversando. Não sei se é assim com tudo mundo aqui, mas... eu pelo menos converso com meu Uirapuru. Eu ja me vi várias vezes pedindo desculpas para ele por não ter toda a grana que quero para restaura-lo decentemente.

    ResponderExcluir
  18. Que coisa linda essa cena com o Lamborghini... Adoro guiar em estradinhas cheias de curvas , Santos X SP subida de serra para mim tem que ser pela velha Anchieta..
    Esses alpes italianos sao bem convidativos, nao sei se iria desfrutar o carro ou apreciar a lindissima paissagem..
    Lamborghini Miura: um sonho entusiastico.. ha um branco em SP , ja o vi em acao, em algumas provas de autos classicos .. Tem uma arrancada feroz e o uivo do V12 e lindo !
    Tenho o filme em DVD e ja o vi uma 10 X.. As cenas de persiguicao entre os Minis e as fantasticas Alfas Giulia da policia Italiana sao inesqueciveis ..
    Obrigatorio para os amantes de carros ..
    Ciao

    ResponderExcluir
  19. Francisco V.G.01/04/11 13:05

    Bitu
    Fiquei fã do Mini justamente depois de ver esse filme, quando criança. E isso me fez lembrar de um outro filme da mesma época que nunca mais esqueci por causa das cenas de perseguição contidas, filme esse estrelado por Jean-Paul Belmondo e Omar Sharif. Só me lembro de um dos carros. Era um Fiat 124 vermelho, conduzido por Belmondo.

    ResponderExcluir
  20. Johnconnor01/04/11 13:41

    Adorei Vanish Point,tanto o original como o remake.Também gostei muito de Atraidos pelo Perigo,titulo nacional idiota para No Man's Land (1987).Charlie Sheen interpreta um ladrão mauricinho que só rouba Porsches(quem tem mais de 40 acho que vai se lembrar.
    http://www.youtube.com/watch?v=C2XPA4TJ198&feature=related

    Tem também aquele belissimo curta de Claude Lelouch.Quem for assistir este deixe o som alto e tentem contar quantos sinais vermelhos ele avança.
    http://www.youtube.com/watch?v=Eidtc55ZqoU
    O malucão foi preso logo no final da filmagem

    ResponderExcluir
  21. Ainda acho o Ronin o mais "real"... Aquele S8 arrancando com as 4 rodas jogando cascalho pro alto, o M5 enfurecido na contra-mão, o Mercedão S450 emburacando um monte de Peugeot e Citroen... Ótimo!!
    Pelo visual, 60 Segundos também foi muito legal.

    ResponderExcluir
  22. João Gabriel Porto Bernardes01/04/11 15:56

    Filmes nos fazem sonhar,ainda mais se tratando de filmes com belos carros,fazem um entusiasta automobilístico sonhar em dobro...No entanto é uma pena que uma pequena parcela de nossos colegas adoradores de automóveis possam tornar esses sonhos em realidade enquanto a minha realidade e a realidade da maioria é bem diferente....

    Abraços!

    ResponderExcluir
  23. E hoje em dia a molecada só quer saber de "Velozes e Furiosos" com suas tosqueiras tunadas....Triste!!

    ResponderExcluir
  24. Ô loco meu01/04/11 20:36

    Sr. Songa,

    Acredito que o mais salutar seja o Sr. comparecer lá no meu consultório.
    Se preferir, pode deixar seus carros em casa.

    Dr. Phillipe
    Membro Fundador do
    Instituto Philippe Pinel - Rio de Janeiro - RJ

    ResponderExcluir
  25. Huhahuauhuahua xD
    Eu Ri do "O lôco meu" agora kkk

    @Johnconnor: andei pesquisando sobre o filme do link e o nome verdadeiro é "C'était un rendez-vous". Foi filmado nas imadiações da Champs Eliseé e por incrível que pareça foi tudo filmado com a camera fixada na frente de uma Mercedes-Benz 450SEL !!!
    O som da Ferrari 275 foi "dublagem" !
    Segue o link da pesquisa:
    http://www.darkroastedblend.com/2007/11/most-radical-car-movie-of-all-time.html

    Agora uma coisa que eu não sabia era que Vanishing Point já teve uma versão original. Me lembro, muito vagamente, de ter visto o remake dele na casa da minha tia nun canal de TV a cabo: peguei o filme pela metade, mas curti cada momento do filme.

    Até hoje eu não sabia qual era o nome do filme, mas bastou ver esse post para me relembrar! :D

    Ainda bem que existe este blog \o/

    Abraços
    ass
    Kiko Molinari - http://carros rarosbr.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Os filmes do Roberto Carlos dos anos 60 e 70 também tem algo de car movies: em "RC em ritmo de aventura" tem uma perseguição na estrada que leva ao Cristo Redentor, acho que o carrinho dele era uma Ferrari perseguida por um enorme Cadillac. Também tem uma cena que eles descem um Esplanada GTX do alto de um prédio, e umas tomadas aéreas do Rio de Janeiro em um helicóptero, fantásticas. Em "RC a 300 por hora" ele é um mecânico de concessionária Chrysler que pega um R/T de um cliente e vai para Interlagos escondido, tentando baixar tempos de volta. O dono da revenda tem um carro de corrida que no final ele, RC, pilota e vence. Bons filmes.

    ResponderExcluir
  27. O carro dos bandidos é um Fiat Dino, não é?

    ResponderExcluir
  28. Bah se o começo é assim, o final deve ser bom também, de pena, só o Lamborguini, o ator eu não conhecia mesmo hehehehe

    ResponderExcluir
  29. Bitu,

    Valeu por ter mencionado que alguém comentou sobre o filme no post do Imp vs Mini. hahaha

    Que cara chorão, dizaê!

    Pena que entra a música no início do filme, né?
    A expressão do Michael Caine saindo da cadeia é impagável... kkkk... Tenho o filme aqui no note.

    "The Driver", Talles? Despertou o interesse vou baixar! hehehe
    Valeu!

    Ahhh fiz uma busca... acho que vai interessar a rapaziada!
    http://www.hotrod.com/thehistoryof/hdrp_0610_top_car_movies/index.html

    Abs

    ResponderExcluir
  30. Mas Talles, não acredito que o Steve McQueen perdeu o filme em razão de um teste de pilotagem... A vida do astro foi muito conturbada, o cara era total ogro style! "Mestre!" hahaha
    abs

    ResponderExcluir
  31. Busquei The Driver no youtube, não curti muito não...

    http://www.youtube.com/watch?v=43zcvKPnc60

    O q vcs acham?

    ResponderExcluir
  32. Two-Lane Blacktop parece ser badass!
    Filme com o James Taylor... hahaha

    ResponderExcluir
  33. Caro Fabio,

    Eu tenho o VCD desse filme, ainda não encontrei o DVD.

    Legal essa do Youtube!

    Ainda o acho um filmaço! Aquela cena em que ele destrói um Mercedes e a cena em que ele está em uma Pickup valem o filme todo!

    O legal é que o Ryan quase não fala nada o filme todo.

    Outro filme legal, que é mais famoso pelas cenas dos carros é o Bullit, se econimizaram no roteiro, na direção e na história, gastaram na cena da perseguição do Mustang e do Dodge.

    E tem mais um também é o "Encurralado" onde o motorista de um Dodge foge de um caminhão... esqueci o nome original do filme.

    ResponderExcluir
  34. Bullitt é demais! Steve McQueen!

    Procurei pelo "Encurralado" parece ser o "Duel", vou assistir o trailer pra ver se entusiasma.
    sds

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.