UM FIO DE ESPERANÇA

Foto: goodyear.com.mx

Faz um bom tempo que tento convencer os fabricantes de pneus a relançar o pneu radial medida 155SR15 ou, como se especifica hoje, 155/80R15. Que carros usavam-no? Todos os Volkswagen sedã de aro 15 e todos os DKW-Vemag. Mas eles não saíam assim de fábrica, vinham com pneus diagonais 5,60-15 que muitos compradores mandavam trocar pela medida acima, só que de marca Pirelli modelo CF67, antes de sair com o carro zero-quilômetro da concessionária.

Isso a partir de 1962/1963, quando os pneus radiais começaram a aparecer mais no mercado de reposição. Até então só o FNM 2000 JK, o Alfa Romeo 2000 berlina (sedã em italiano) brasileiro, tinha pneus radiais de fábrica.

O mais curioso é que a Volkswagen nunca produziu carros com pneus radiais, à exceção do SP2, que durou de 1972 a 1975, e da Variant II, 1977-1980, ambos de presença tímida e curta no mercado.

A produção do VW sedã, oficializado Fusca em 1983, terminou em 1986 e sete anos depois foi reiniciada por pedido do presidente Itamar Franco. Esse VW renascido tinha algumas diferenças em relação ao 1986, entre elas catalisador e vidro do para-brisa laminado. Mas tinha também uma grande e real novidade: pneus radiais! Isso me deixou realmente contente, mas a alegria durou pouco. Quando recebemos (Quatro Rodas) o carro para teste notei algo estranho no seu visual, mais alto e desajeitado. Uma verificação mais cuidadosa e os pneus radiais não eram 155-15, mas 165-15.

Fusca "Itamar", mais alto que antes, ficou esquisito (foto saiudelinha.com.br)
Os próprios manuais de proprietário dos carros anteriores indicavam o radial 155-15 em alternativa ao diagonal 5,60-15 e agora a medida era diferente. Imediatamente liguei para a fábrica para saber o motivo da aberração, para ter a resposta de que não existia mais o 155-15 e que a solução foi aplicar o 165-15. Fiquei perplexo.

Ao dirigir o novo Fusca, logo apelidado de "Itamar", as estranhezas associadas a pneus de diâmetro maior que o previsto sem reprojeto de suspensão, direção, freios e transmissão: direção mais dura e menos precisa, freios menos eficientes, erráticos e requerendo mais força no pedal, efeito final de transmissão mais longo (a relação de diferencial havia passado de 4,125:1 para 3, 875:1 em 1984, um exagero). Ficou ruim de guiar, sentia-se nitidamente estar mais longe do solo.

Mas surgiu um fio de esperança nessa questão. Procurando na internet, no site da Goodyear do México, descobri o pneu da foto, Kelly modelo Navigator, em medida 155/80R15 (a marca Kelly pertence à Goodyear). O desenlho da banda de rodagem parecer atender bem piso seco e molhado.

Resolvei procurar na internet diante da resposta de uma pessoa do marketing da Goodyear do Brasil ter-me telefonado - eu havia solicitado ao assessor de imprensa Fabrício Migues uma reunião com o fabricante para falar do assunto - e vindo com a conversa-mole "estamos estudando, é preciso ver como seria a produção, quis lher dar uma satisfação".

Visual correto com pneus 155-15 neste Fusca alemão 1968 (foto volkswest.co.uk)

O mais curioso nessa história toda é que a Goodyear do Brasil também tem a linha Kelly, chamada Metric, e a medida é a 165-15.

Pela enésima vez eu disse à Goodyear, como tenho dito para outros fabricantes de pneus, que rodam 2 milhões de Fuscas no Brasil e perto de 10 mil DKW-Vemag, portanto um mercado que só um louco não atenderia. E pela enésima vez eu disse também que muitos que têm Fusca e DKW têm carros atuais, que de vez em quando precisam de pneus.

Antes de escrever este post mandei uma mensagem para o assessor informando que a Goodyear tem o pneu no México. É só importar, aproveitando a isenção do Imposto sobre Produtos Indistrializados, resultado do acordo bilateral de comércio Brasil-México.

Agora é ver se a esperança vira realidade.

BS

(Texto atualizado em 2/3/11, 11h10. relacao de diferencial do Fusca a partir de 1984)

77 comentários :

  1. Bob, toda essa piora dinamica em virtude de apenas 0,8 cm a mais de altura no ombro do pneu? Ou será que a largura adicional, ao contrário do que se pensa, também atrapalha? De qualquer modo, impressionante. Mas será que não ocorreram outras mudanças na suspensão, alinhamento etc?

    Abraço

    Lucas crf

    ResponderExcluir
  2. Francisco V.G.01/03/11 10:03

    Bob
    Eu me lembro que alguns Fuscas (não sei se todos), a partir de 1984, vinham com rodas aro 14" (as mesmas do Brasilia) e pneus 5,90-14, época em que o motor 1600 passou à substituir o 1300.

    ResponderExcluir
  3. O problema é que a maioria das pessoas não mantêm seus fuscas originais e não se importam e Gol Special venha com pneus 145/80R13. Por causa da falta de peças a VW saiu colocando vários tipos de pneus no Special. 155/80R13 da Michellim foi um que me surpreendeu pq nunca tinha visto. Saiu Special com pneu FateO e até com rodas e pneus aro 14" do Gol Power. Fora que o estepe muitas vezes tinha marca diferentes dos de rodagem.

    ResponderExcluir
  4. Compreendo perfeitamente tudo que você disse no post e concordo inteiramente... Mas essa questão tem outros pontos de vista...

    Mas vamos lembrar que nem todas as pessoas são auto-entusiastas como você.

    Muitos que têm um Fusca ou DKW não necessariamente tem grana para comprar os pneus "corretos" se eles forem mais caros que os similares "incorretos"...

    Aqui perto por exemplo tem um VW-TL aparentemente em ótimo estado mas com a suspensão detonada, com 1 cm de poeira... Será que esse dono vai comprar pneus?

    Sem contar que depois de tantos anos de abandono, será que esses donos vão comprar os pneus corretos agora? A maioria deve ter trocado as rodas justamente pq não havia os pneus corretos disponíveis no mercado...

    Os executivos pensam também nos gastos de logística, mais um tipo de pneu para manejar... Treinamento, capacitação... Lembre-se que o Brasil é um País continental...

    As pessoas vão comprar um pneu de marca desconhecida??? Teoricamente seria necessário uma campanha de marketing nem que fosse algumas ações direcionadas nas revistas de antigos, clubes, encontros, etc...

    No fim das contas o que parecia muito vantajoso pode não ser tanto assim. E uma operação dessas pode ficar inviável...

    A não ser que uma pequena quantidade fosse importada e colocada a disposição nos grandes centros, aí; talvez; valha a pena.

    Cruel??? É, o capitalismo é cruel mas até agora é o sistema menos ruim...

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Minha dúvida é a mesma do Francisco V.G., que equipavam os 1600. Além de dar ao carro um visual mais bonito.

    ResponderExcluir
  6. Quando tive uma Variant I nunca coloquei pneus radiais por não achar a medida correta.

    Realmente teve uma série do Fusca que saiu com aro 14.

    ResponderExcluir
  7. Meu Fusca usa pneus diagonais 5.60 15. Gosto de dirigir algo que era como na época em que ele era novo, 1970. Sei que os radiais são melhores dinâmicamente, mas nada supera o prazer de voltar no tempo, pelo menos pra mim!
    Se fosse colocar um pneu radial hoje, colocaria 165/80 R15, justamente por ser o menos errado... se sair o 155/80 R15 talvez eu até mude de idéia quanto a continuar a usar diagonais!

    ResponderExcluir
  8. Ah, desculpa aí os entusiastas do fusca, mas isso aí é "vintagismo" demais... Ou alguém vai me dizer que um fusca era uma maravilha de guiar?

    Uma perfeita obra de engenharia de alto desempenho?

    Os fãs de fusca vão me apedrejar, mas sinceramente, fazer pneu pra um carro que já saiu de linha há tempos e nunca foi referência em dirigibilidade, simplesmente não vale a pena. O Lawrence mostrou perfeitamente os pontos administrativos que impedem isso de ocorrer. Eu só falei minha opinião no que toca o veículo em si.

    ResponderExcluir
  9. Lucas
    Por ai voce ve como diametro de pneus e'critico. O carro nada mudou em detalhe de suspensao e direcao quando passou a "Itamar". De novo, oas manuais indicavam o 155-15 am alternativa ao diagnoal 5,60-15, nao o 165-15..

    ResponderExcluir
  10. Francico V.G.
    Os Fuscas 1600 (VW 1600 S e VW 1600)saiam com aro 14, roda e pneu de Brasilia, 5,90-14. Era comum trocar peloa radiais equivalentes 175/80-14, inclusive os proprios Brasilias.

    ResponderExcluir
  11. Thales SR
    Seu julgamento das caracteristicas dinamicas do Fusca estao complettamente equivocados, desculpe-me ir contra sua opiniao.

    ResponderExcluir
  12. Clésio Luiz01/03/11 13:23

    @Thales SR

    "e nunca foi referência em dirigibilidade"

    Pelo visto você nunca dirigiu um Fusca em bom estado e original. Não é nenhum esportivo, mas é mais prazeiroso de guiar que muito carro popular por aí. E um volante mais pesado tira muito desse prazer ao dirigir que o Fusca tem.

    ResponderExcluir
  13. E quando que um bom carro, gostoso de dirigir, tem que ter alto desempenho? Parece que só pensam em velocidade....

    ResponderExcluir
  14. Bob, tenho um Fusca e decidi colocar um leve veneno nele. Motor pronto, andei pesquisando a respeito de rodas e pneus, levando em conta que alterações no diâmetro do conjunto traseiro modificariam a relação final e que alterações na dianteira implicariam em erros de velocímetro – tudo isso, claro, fora alterações na altura do carro em relação ao solo.

    Pois bem. Analisemos o 5,60 x 15. Ponto pacífico a largura, 5,6 polegadas, que convertidas à razão de 25,4 mm por polegada resultam em 142,24 mm. A altura da roda, pela mesma conversão, seria de 381 mm. Para fecha o diâmetro total do 5,60x15, falta apenas a altura da banda de rodagem.

    Antes, porém, façamos as contas para os 165/80 R15 (original do Fusca Itamar) e o 155/80 R15 que você citou. Como sabemos, a série do pneu indica a razão entre altura e largura da banda – no caso de ambos os pneus, a banda tem 80% da largura. Façamos as contas, lembrando que se contam duas bandas para fechar o diâmetro e que a roda de 15” tem 381 mm de diâmetro:

    Diâmetro 155/80 R15 = 381 + 2 * (0,8 * 155) = 629 mm

    Diâmetro 165/80 R15 = 381 + 2 * (0,8 * 165) = 645 mm

    Voltemos agora ao 5,60x15. Não há indicação de série; poderíamos pressupor que ele seja de série 80:

    Diâmetro do 5,60x15 (série 80) = 381 + 2 * (0,8 * 142,24) = 608,58 mm

    A prática mostra que o 5,60x15 tem mais que 61 cm de diâmetro. Seria um série 90, como alguns pneus mais antigos?

    Diâmetro do 5,60x15 (série 90) = 381 + 2 * (0,9 * 142,24) = 637,03 mm

    Ou seja: se o 5,60x15 for série 90, seu diâmetro fica quase eqüidistante dos 629 mm do 155/80 R15 e dos 645 mm dos 165/80 R15; no caso, o 165/80 R15 sendo maior em 1,25% e o 155/80 R15 sendo menor em 1,25%. Diferenças, a meu ver, insignificantes.

    Mais: fui ao site da Firestone, que ainda produz o diagonal Campeão Supremo utilizados nos VW a ar, inclusive o citado 5,60x15 e também o 5,90x14 das Brasílias. Cliquei na opção “medidas” do seguinte link:

    http://www.firestone.com.br/PNEUS/FIRESTONE/PASSEIO/DIAGONAL/campeo-supremo.aspx

    O que diz o fabricante:
    5,60 x 15: Diâmetro 646mm
    Ou seja: na verdade, o pneu que mais se aproxima desse valor é o 165/80R15 do Fusca Itamar, com 645mm de diâmetro, e não o mexicano 155/80 R 15, com 629 mm!

    No mais, Bob, se quiser ficar ainda mais surpreso, observe mais duas coisas no link da Firestone: o 5,60x15 não tem os esperados 142,24mm de largura, e sim 150mm (por acaso, 5,9 polegadas); e que até por isso, tanto o 5,60x15 quanto o 5,90x14 tem a mesmíssima largura de 150 mm.

    Grande abraço, Bob!
    Ricardo Montero

    ResponderExcluir
  15. Nos dias atuais, o pneu do DKW é que parece fino demais, se comparado com os que carros do mesmo porte usavam. Mas tem lá suas vantagens: O motorzinho puxa o carro com certa dignidade e o consumo é baixo para um carro da época.
    Vamos esperar que a goodyear trada o pneu, já que é uma peça que temos que trocar regularmente, e influencia muito tanto no comportanmento quanto na aparência de um antigo.
    Muitos donos de fusca e DKW realmente importam-se em manter seus carros o mais original possível. Alguns são enganados por profissionais porcos e de má-fé que preferem empurrar uma outra porcaria qualquer a realmente atender as necessidades de seus clientes. Já acontece com os pneus de Opala, e para antigos mais raros a única solução com alguma dignidade é importa-los do Uruguai, cuja população não é superior nem à da região metropolitana de S.Paulo, mas por algum motivo tem seus antigomobilistas muito mais bem servidos em peças e serviços. Parece que para as fábricas, o Brasil é um mercado "grande", mas não é "importante".
    Quanto ao fusca, é obvio que ele é "uma maravilha de guiar" e "uma perfeita obra de engenharia de alto desempenho". Tudo de que a VW orgulha-se em seus carros hoje (volante preciso, mecânica robusta, ótimo câmbio) está no besourinho, que é um projeto de 70 e poucos anos fazendo a mesma coisa que modelos cuja potência supera a dos superesportivos de sua época, às vezes com mais dignidade. Reclamemos de sua estabilidade, da pouca área envidraçada e de nenhuma segurança em batidas, mas que é um ótimo projeto para sua época, é.

    ResponderExcluir
  16. Bob, tenho um fusca com os 165/80-15, que possuem diâmetro total de 646 mm. Pretendo trocá-los pelo 185/65-15, que tem diâmetro de 621 mm, ou seja, 4% a menos. A tala da roda comporta bem a nova medida já que são de 5,5 polegadas.
    Será que é viável dinamicamente? A direção ficaria muito pesada ou sobrecarregaria a suspensão? Pioraria o conforto em marcha?
    Já vi muitos fazerem essas mudanças e até com medidas maiores, mas nunca tive respondidas essas questões.
    Obrigado.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  17. Ôoooo fusca velho de guerra, desbravador valente e incansável...poucos serão os veículos, por mais rebuscados e poderosos, capazes de superar seu ronco simpático e seus defeitinhos tão "apaixonantes".
    Carros maiores e melhores se perderão esuqecidos no tempo, mas o fusca...rá...este será sempre o bom fusca!

    ResponderExcluir
  18. Bob Sharp, eu gostaria de te fazer uma pergunta: mais massa não-suspensa poderia causar o mesmo efeito no comportamento de um carro?
    Porque eu comprei um Clio ano passado, que tem uns 185/60 r14 em vez dos 175/65 r14 originais (mudança que eu não fui informado do motivo pela concessionária) em rodas de aço que passa essa impressão nos freios (mesmo tendo os discos dianteiros ventilados). A diferença dos freios estando frios ou quentes é notória.
    Ou é só mera impressão?

    ResponderExcluir
  19. Brasileiro é uma desgraça, despreza milímetros como despreza os centavos do troco. Em engenharia, décimos de milímetro podem ser suficientes para se chegar a resultados diametralmente opostos.

    V. Medardo

    ResponderExcluir
  20. Por aqui todos os fuscas rodam com pneu careca ou remold, eles não fariam parte do público-alvo da revenda da goodyear... e a maioria dos fuscas que vejo estão na mesma situação - só continua andando pq o motor é simples e suporta as macaquices do dono.

    Desses 2 milhões de fuscas brasileiros apenas uns 200 ou 300 se preocupariam em adquirir os pneus "corretos", os outros ou estão tunados ao extremo ou já estão virando ferrugem. Infelizmente.

    ResponderExcluir
  21. Lendo essa matéria fui no site da Pirelli procurar o Tornado Alfa original do meu Corcel e não achei... será que não fabricam mais essa linha? Lembro anos atrás quando comprei um par, que o Campeão Supremo da Firestone era bem mais caro..

    ResponderExcluir
  22. BOB,

    Não é só com carro antigo que existe esse problema. A Renault especifica para o Scenic 1.6 16v o pneu 185/65 R15. Tentando obedecer a especificação do fabricante, fui a caça de um jogo dessa medida. Achei apenas o Firestone, e não consegui escapar da empurroterapia do vendedor para adquirir o 195. Neguei a oferta e fui feliz, pois as reações do carro mudaram bastante, comparados com os 195/60 R15 que estavam instalados.

    ResponderExcluir
  23. Ao brauliostafora, temos de lembrar que uma sorte para os donos de Opala é que a medida 195/70R-14 é a mesma usada pelo Kia Clarus e pela geração retrasada do Camry. Dando uma pesquisada na internet, vi à venda no Brasil pneus de tal medida das marcas Kumho e Hankook (sendo marcas coreanas, fica óbvia a relação com o Clarus), Barum (marca do grupo Continental), Michelin, Dunlop, Goodyear e Pirelli. Logo, dá para ficar tranquilo em relação ao fornecimento, uma vez que cheguei a ver que os pneus Barum estão à venda, por exemplo, no Magazine Luiza. Claro que há problemas em fornecimentos de outras medidas, bastando perguntar aos donos de Galaxie sobre facilidade ou dificuldade de obtenção de radiais 205/70 R 15 de faixa branca.

    Acompanhando o debate entre o Thales SR e o Bob sobre dirigibilidade do Fusca, vou imaginar que o besouro ganhe muito em dirigibilidade com a simples troca dos pneus diagonais pelos tais 155R 15 (por sinal já vi Fusca antigo brasileiro com unidade BF Goodrich radial com faixa branca e ficou muito legal). Porém, não posso deixar de dar crédito ao Thales se levarmos em conta o detalhe de a traseira ter semieixos oscilantes (sendo que a Kombi já usava braço arrastado desde o fim dos anos 1970). Claro que ninguém vai morrer se dirigir um Fusca defensivamente, mas temos de levar em conta esses detalhes que são inconvenientes, em que pese termos sempre de levar em conta que o Fusca foi projetado para um tempo em que não havia as técnicas modernas de engenharia de hoje.

    Em tempos: ainda que se possa criticar a decisão de usar pneus 165R 15 no "Itamar", não se pode e não se deve criticar a decisão de terem adotado 18º como angulação máxima dos semieixos oscilantes. Por sinal, lembro-me de o pessoal da revista "Oficina Mecânica" ter restaurado um TL e adotado a angulação do "Itamar" para a traseira. O resultado disso foi que o carro ficou bem mais controlável e apagaram-se vestígios daquela saída de traseira súbita e sem aviso que fez com que o fastback fosse conhecido por "Tereza Louca".

    ResponderExcluir
  24. Justino, salvo engano o Corcel cai naquele lance de equivalência diagonal-radial, ainda mais que as rodas são aro 13. É mais ou menos o que ocorre no Opala, que passou a década de 1970 inteira só usando diagonais, mas que hoje só usa 195/70R 14 por causa de equivalência.

    ResponderExcluir
  25. Concordo plenamente com o Lawrence, o público alvo desse produto seria muito pequeno, apesar dos 2 milhões de Fusca que ainda rodam por aí.

    Como dono de um Fusca Itamar, eu recomendo: Bridgestone B381 ou Goodyear GPS3, na medida 175/65r15.

    A altura livre do solo diminui naturalmente e o carro ganha muito em estabilidade.

    ResponderExcluir
  26. Marconi, o inconveniente do 175/65 R15 no Fusca é que pelo menor diâmetro em relação ao original, a relação final do carro fica mais "curta" e o velocímetro passa a exibir números otimistas, acima da realidade.

    ResponderExcluir
  27. Francisco V.G.01/03/11 16:45

    Bob
    Lembrei! Em 1984, época em que o motor 1600 substituiu o 1300, somente uma série especial, chamada "love", na cor azul claro metálico, é que vinha com as tais rodas do brasília e pneus 5,90-14. De resto, era aro 15" e 5,60-15 mesmo. Curiosidade à respeito disso é que não tenho ciência de a VW ter modificado o diferencial por conta do diâmetro de rodagem diferente.

    ResponderExcluir
  28. Francisco, essas rodas de aro 14 saíram pela primeira vez no Fusca em 1974, no 1600s ("bizorrão"), e continuaram a sair em todos os modelos 1600 anteriores a 1983.

    ResponderExcluir
  29. Francisco V.G.01/03/11 18:11

    Homem-baile
    Exato. As tres coisas que eu adorava naquele fuscão: A tomada de ar preta na tampa traseia com a inscrição "1600 S", o escapamento no melhor estilo SP-2 e o conta-giros à esquerda do velocímetro. A minha dúvida era se a partir de 1984 as rodas de aro 15" foram substituídas pelas de aro 14" como você mesmo citou, até 1983. Não foram, ou seja, existiu o 1600 com aro 15" e pneus diagonais até 1986 e com pneus radiais na série Itamar.

    ResponderExcluir
  30. Felisberto01/03/11 19:02

    Bob, meu Fiesta 1.6 raspava com facilidade o protetor do cárter ou a parte inferior do para-choque dianteiro ao passar pelas inacreditáveis valetas e inúmeras (e mal feitas) lombadas existentes na cidade de Osasco. Chegada a hora de trocar os pneus, substituí os originais de fábrica,175-65-r14, por pneus com um perfil um pouco mais alto,175-70-r14, ou seja, fazendo as contas, algo como 0,8 cm a mais no raio. Bom, resolvi o problema das valetas e das lombadas. Mas, agora, lendo seu post, fiquei preocupado. Você acha que uma alteração como essa pode acarretar alterações significativas no comportamento dinâmico do veículo, principalmente na estrada em alta velocidade ?

    ResponderExcluir
  31. Tranquilo, já esperava as pedradas.
    De vez em quando é bom ser o "ponto fora da curva", rsrsrs...

    Já mudei o tamanho do pneu de um carro que tive, e sinceramente, fora a direção mais pesada e o aumento no consumo, a dirigibilidade não mudou nada...

    Trocar um pneu 165/70R13 pra um 195/50R15 (comum entre donos de 1.0 pra dar um aspecto "esportivo" a seus carros) eu acredito que realmente traga grandes mudanças na dirigibilidade, como já comprovei alguns donos de carros assim "fazendo academia" na hora de manobrar seus carros.
    Mas falar que uma alteração de menos de 10% nas medidas do pneu do fusca trazem essa gigantesca mudança na direção me fazem pensar que o fusca é uma máquina altamente afinada em todos os seus componentes, no qual a menor alteração causa queda de qualidade... E bem, tenho menos anos de vida do que alguns de habilitação, mas nunca vi alguém falando que um fusca é melhor de dirigir que os carros modernos... Não vou nem citar a MINHA experiência com fuscas porque não peguei essa "época de ouro" e vão dizer que eu só dirigi fusca detonado...

    Abraços

    ResponderExcluir
  32. Ricardo Montero
    Encontro-me na Suica. Vou estar de volta em casa no sabado e depois respondo. Anote: o pneu diagonal tem perfil 82.

    ResponderExcluir
  33. Bruno Souza01/03/11 20:43

    O New Fit/City têm uma medida não usual no Brasil que é 185/55 R16. Um pneu de perfil relativamente baixo mais sem os exageros de largura que só ajudam a aquaplanar. É muito usado na europa em várias marcas de veículos, devido suas claras vantagens.

    O problema é que aqui só existe na marca Bridgestone e Toyo.

    ResponderExcluir
  34. O Honda usa 175/65R15.

    ResponderExcluir
  35. Acho muito exagerado carros pequenos e médios com rodas de 15, 16, 17 polegadas. Quem precisa disso? Pra médios e pequenos, 13 e 14 estão na medida certa. 15 fica bom pra grandes e mais do que isso só deveria ser usado por utilitários. Acho uma aberração porcarias como o i30 desfilando com suas rodas 17, o que só faz seus discos de freio parecerem pequenos demais. À distância, chegam a lembrar CDs. Sem falar no peso dessas rodas, que é maior do que o de rodas de aço. Sou fã de rodas de aço e não abro. Mais leves, mais resistentes e, muitas vezes, mais bonitas. Pena não produzirem mais rodas de aço como antigamente, pintadas de cinza e com desenho mais elaborado.

    V. Medardo

    ResponderExcluir
  36. Bob, o diferencial adotado em 1984 pelo Fusca 1.600 foi o 3.875(31/8) e não o 4.375(33/7). O carro ficou com uma terceira marcha excepcional!!!

    Outra : Pneu Diagonal Firestone não " dá casal " com o equivalente Pirelli ou Goodyear, são de maior diãmetro que estes. Fato sabido em qualquer borracheiro. Decerto foge do Padrão 82 percento agora citado pelo Bob.

    Finalizando : Fusca é bom numa estrada de terra, é nela que ele se sente em casa e supera muito carro de grife, e na estrada de terra os diagonais pirelli 5.60-15 são imprescindíveis para ótimo comportamento do carro nessa condição, quando colocávamos novinhos então.......... era puro doce de leite!!!

    ResponderExcluir
  37. Caro Bob,

    Eu já havia lido a sua recomendação pelos 155/80R15 nos artigos da Fusca & Cia. Torço para que tenha sucesso junto ao fabricante e lhe agradeço por isso.
    Por ora preservo o meu VW Sedan 1967 com os 5,60-15 originais.
    E não posso deixar de dar a minha opinião aos autoentusiastas: dirigir um Fusca é algo muito prazeroso e divertido.

    ResponderExcluir
  38. Homem-Baile,

    Quanto ao velocímetro, deve haver mesmo uma medida de velocidade errada mas, em se tratando de Fusca, onde não há sensor eletrônico de velocidade, não vejo como um fator de tamanha preocupação. O que realmente me preocupa é o desgaste irregular dos pneus traseiros devido a variação de cambagem.

    Bruno Souza,

    A Honda usa tanto o 185/55R16 quanto o 175/65/R15, depende da versão dos City/Fit. Devem ser bem caros na hora de repor por só haver esses dois carros que utilizam. A VW deveria usar 175 ou no máximo 185 nos Gol Power/Fox/Polo, de aro 15. 195 pra mim é exagero.

    ResponderExcluir
  39. Esse 165SR15 do Fusca Itamar só atende bem aos donos de Variant I, que usava 165-380 ao invés do 5,60-15 do Fusca. E antes de vender uma Variant que tive, numa viagem o pneu rasgou num buraco lunar e tive (por falta de opção no borracheiro da cidade) de por o 5,60 na Variant. Os pus na frente, deixando o par de 165-380 que restou na traseira. Virou a primeira Variant subesterçante do país.
    Boa sorte com a solicitação para a Goodyear!

    ResponderExcluir
  40. Lawrence Jorge RS
    Lawrence Jorge RS
    Dois milhoes de Fuscas e 10.000 DKW nao e' mercado para se jogar fora. Hoje as pessoas compram diagonal Pirelli Tornado Alfa 5,60-15 ou radial Kelly 165/80-15. Portanto, mercado tem. E' injustificavel as fabricas de pneus nao oferecerem a medida 155-15.

    ResponderExcluir
  41. Jesial
    Pode usar o 185/65-15. Apenas a direcao ficara' um pouco mais pesada, mas nada que atrapalhe.

    ResponderExcluir
  42. An6nimo 1/3 21:15
    E' evidente que era 3,875:1. Mancada minha, 4,375:1 era a relacao do 1300. Ja foi corrigido no texto. Desculpem-me todos.

    ResponderExcluir
  43. Bob: não sabia dessa série 82 dos diagonais! No mais, aproveite a viagem e se possível teste algum exótico para publicar aqui.

    Marconi: eu coloquei esses 175/65 R15 no eixo dianteiro (atrás eu coloquei 195/65 R15). A diferença do meu pneu dianteiro para um diagonal é da casa de 6%, o que deixou o meu velocímetro consideravelmente otimista. Mesmo o 195/65 R15 que eu pus atrás é menor que o diagonal - no caso, pouco significativos 1%. No meu caso, mais para a frente devo alongar o câmbio.

    ResponderExcluir
  44. Sou proprietário de um fusca 1974 em vias de adquirir placa preta.
    Ele estava com 4 Pirelli 5.60/15 Tornado, um ótimo pneu mas infelizmente não é mais fabricado.
    A solução foi colocar o Firestone 5.60/15 Campeão Supremo pois queria garantir o visual de época do carro.
    Acredito que o pneu radial seja muito melhor, mas neste caso, onde o veículo não é usado para o dia a dia e sim manter as características de época.
    Vai chegar um momento que não teremos mais opção de pneus diagonais nacionais.

    ResponderExcluir
  45. Homem-Baile,

    Qual a tala das rodas que você usa?
    Indico o 175/65R15 para as rodas originais, de 4,5 Polegadas.

    Já tenho em casa um jogo de 5,5 Pol. que pretendo por depois, mas aí acho melhor partir pra algum 185 ou 195.
    Esse 195/65R15 que você usa é o do Golf, correto? Apesar de achá-lo de perfil muito alto, deve ser o ideal pra rodar nesse solo lunar de nossas ruas sem criar bolhas no pneu. É só reparar nos pneus dos Hyundai i30 pra ver que nenhum escapa ileso.

    ResponderExcluir
  46. Caramba! Esse blog é o máximo. Contato direto com os mais respeitados conhecedores de automóvel do país. Não existe outro blog assim. Não saio daqui nunca mais.
    Obrigado Bob.

    ResponderExcluir
  47. Bom, na minha percepção, nem sempre trocar a medida dos pneus de um carro piora seu comportamento dinâmico. Tenho um Vectra CD 2000, e troquei os pneus Goodyear NCT-5 medida 195/65 R15 por uns Firestone Firehawk F-700 medida 195/60 R15, e ao meu ver o comportamento do vectra nas curvas melhorou significativamente. Sinto o carro mais comunicativo e previsível. Não sei se isso tem a ver com a medida ou com a marca/modelo do pneu, mas levando em consideração que ambos são pneus modernos de marcas conceituadas, imagino que tenha sido realmente essa sutil mudança de diâmetro total do conjunto roda/pneu a responsável pela melhora. Porém, devo admitir que em quebra-molas, ele piorou um pouco, raspando com mais facilidade a proteção do cárter. Mas prefiro assim.

    Leonardo Onzi Pastori

    ResponderExcluir
  48. Marconi, eu montei tudo em rodas de desenho similar ao original, com tala 5,5. Acho que o 175/65 R15é o sapato mais largo que cabe na tala 4,5, não?

    Não sei se o Golf usa o 195/65 R15. Lembro do Ômega com sapatos dessa medida... Eu acho que o 195/60 R15 ficaria visualmente mais bonito (e permitiria um rebaixamento maior da traseira), mas preferi o série 65 por dois motivos: um, não querer encurtar mais a relação; dois, por querer uma rodas menores na frente em relação à traseira (para poder rebaixar levemente o carro todo mexendo apenas no facão traseiro, sem colocar catraca na frente).

    Realmente, o I30 não pula: nos buracos, ele quica!

    Marconi, se você estiver no Fórum Fusca Brasil, meu nickname lá é rickmoon. Abs!

    ResponderExcluir
  49. Homem-Baile,

    Aqui em Recife o mais comum é colocarem 195 em tala 4,5 (ainda por cima remold)... fica estranho demais e deve até ser perigoso. Quando coloquei os 175 em tala 4,5 fiquei com a impressão de "sobrar" pneu mas depois acostumei com o visual. Antes, nas outras rodas de 5,5 achava que faltava pneu e sobrava espaço na caixa de roda. Mas esses Bridgestone, apesar de comprá-los usados, foi uma das melhores compras que fiz pro meu carro. O que assusta é o preço dele novo, deve estar na casa dos 300 reais.

    Vou dar uma olhada lá no FFB. Geralmente só frequento o AE e o BCWS.

    Bob,

    Que tal um post falando sobre a reciclagem de carros pelo Detran do RS?

    ResponderExcluir
  50. Rafael Krauss06/03/11 04:02

    Caríssimos, também sou proprietário de um Fusca, modelo Itamar, e uso os pneus 195/50-15, na rodas originais de 4,5.
    Realmente o visual fica meio estranho, barrigudinho...So louco para colocar as rodas réplicas do 356 com tala 5,5.
    Quanto ao comportamento, não sou um motorista MUITO experiente. E uso o carro de forma bem doméstica.
    Pego bastante estrada e ando muito muito na cidade.
    Como não coloco o possante em situações extremas, o carro não apresentou quase nenhuma diferença.
    Consumo cresceu pouco, relação com os buracos piorou só um pouco...Mas nas curvas vi melhora.
    Em curvas que os 165 cantavam um pouco, os 195 andam em trilhos.
    Para mim, no meu conhecimento limitado, tem sido ótimo.

    ResponderExcluir
  51. Bob;

    Sinto informar-lhe mas na industria de pneus não existe mais esperança.

    Pneus "Made in Brazil" vendidos no Paraguai pela metade do que custam aqui.

    Importação de pneus usados, pneus Remold sendo vendidos como "pneus novos"...

    Um BF Goodrich All Terrain 265/75R16 "Made in Colombia" que no Brasil custa R$750,00 a R$800,00, no Paraguai pode ser encontrado (custando carissimo) pela metade deste valor...

    A culpa não é só dos impostos...

    ResponderExcluir
  52. Shimoto
    É por essas e outras que o Jorge Ben Jor deve ser preso, por mentir ao dizer que o patropi é abençoado por Deus! Como tenho dito, ainda estar por nascer a pessoa que dará jeito no Brasil.

    ResponderExcluir
  53. Alexandre Freitas12/03/11 13:09

    Tive a oportunidade de dirigir um Fusca "Itamar" 93 de um colecionador. Foi muito prazeroso (mesmo com os inadequados pneus 165-15) operar um carro de outra época conservado como novo. Todos os comandos justos, engates precisos, ótimo torque, e o ronco do boxer abafado. Se eu pudesse com certeza teria um desses.

    ResponderExcluir
  54. Credence Kwitschal13/04/11 16:21

    Enviei o seguinte texto via SAC no site da Goodyear Brasil:

    "Verifiquei a fabricação do pneu Goodyear GPS2 na medida 155/80 R15 pela fábrica situada no México, o qual é ideal para substituir os atuais Goodyear 165/80 R15 que equipam meu VW Fusca ano 1971 placa preta, que estão carecas. Com a isenção de incidência do Imposto de Importação sobre produtos vindos daquele país, solicito que me orientem como proceder para a importação de 5 unidades via Goodyear do Brasil".

    ResponderExcluir
  55. Rodrigo,
    Amigos, estou terminando de restaurar meu TL 1600 1972 e preciso trocar os sapatos do bólido!
    Tenho duas opções:
    1 - Pirelli 560R15 Tornado Alfa por R$ 148,00 (iguais ao que estão no carro)
    2 - Firestone 560R15 P67 Camp. Supremo por R$ 136.90.(Mercadocar!)
    O que eu faço???

    ResponderExcluir
  56. Credence Kwitschal14/04/11 17:36

    Resposta da Goodyear: "Boa tarde!!! Infelizmente não temos disponibilidade do produto que o Sr. procura e a importação de pequenas quantidades torna o custo inviável. Recomendamos que o Sr. contate empresas que são especializadas em importação. Atenciosamente, Maria Amélia Rodriguez, Central de Relacionamento de Marketing/SAC Pneus Goodyear do Brasil".

    Quem mais aqui precisa do pneu? Tô com vontade de reenviar assim: "ratificando: preciso de 5 mil pneus"... rs!

    ResponderExcluir
  57. O VW FUSCA é uma maravilhosa obra de engenharia, que na sua simplicidade e eficiencia e qualidade dos materiais aplicados em todos os seus componentes, torna-o eficiente e robusto ao longo de decadas.o VW FUSCA é o unico carro que reformando-o fica com a mesma eficiencia de um novo. Os primeiros VW FUSCA vinham com rodas de diametro 16 polegadas, e trafegavam nas auto-banh a velocidades constantes de mais de 100 km/h.
    A dirigibilidade do VW FUSCA não está apoiada no diametro externo dos pneus, mas sim no ajuste da caixa de direção, folgas dos rolamentos, pivots, embuchamento,pressão dos pneus, alinhamento da supensão: caster e cambagem, estado dos amortecedores, barra de torção, barra estabilizadora, borrachas da barra de torção, ajuste correto do facão e principlamente na distribuição de pesos no interior do veiculo. O VW FUSCA tem um comportamento peculiar, ele não anda que nem um trem nos trilhos e sim corrigindo a medida do necessario, é aí que está a graça de dirigir o VW FUSCA. proprietario de um vw sp2, Variant II e fusca pé de boi 1966.coutinhocarlos@ig.com.br

    ResponderExcluir
  58. Pessoal alguém sabe se o Karmann Ghia 68 fica bom com a medida de pneu 165-380 Tornado Alfa? É melhor do que colocar a 560-15?
    Obrigado

    ResponderExcluir
  59. Bom dia Bob,

    Você poderia me ajudar. Estou prestes a comprar um jogo de pneu pro meu fusca e gostaria de saber o que você me aconselha. Tenho em vista o Firestone Campeão Supremo e o Goodyear Kelly Metric e também Pirelli Tornado, mas não sei qual seria a melhor opção. Sei que o Metric é radial e os outros dois diagonais. Mas e a rodagem, dirigibilidade, resposta, durabilidade, etc como fica? O pior é que quando perguntei ao vendedor se o pneu era diagonal ou radial, ele ficou me olhando com cara de interrogarão como se eu perguntado o resultado de Integral. :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana
      Compre o Goodyear Kelly Metric que, como você tem ciência, é radial, medida 165/80-15. Os diagonais Firestone e Pirelli são 5,60-15. Você só terá a ganhar se usar pneus radiais, qualquer que seja o aspecto considerado. O radial de medida ideal seria o citado no post, 155/80-15, mas ele não existe mais, nem os fabricantes de pneus estão dispostos a relançá-lo, lamentavelmente.

      Excluir
  60. Rodrigo
    Lamentavelmente só vi sua pergunta hoje, véspera de Natal, desculpe. Pode usar qualquer das medidas, a 165-380 era a da Variant e a seção transversal é um pouco mais larga, vai bem no Karmann-Ghia.

    ResponderExcluir
  61. Bob Sharp sou fã de seus artigos nas Revista 4 Rodas e Fusca & Cia meu fusca 68 possui rodas originais?É possível colocar o pneu radial 165/80-15 nessa roda ou precisaria colocar roda mais larga? Isso melhoraria a estabilidade dele?

    ResponderExcluir
  62. Claylothar
    Obrigado pela atenção.
    Sim, pode usar essa medida, embora a ideal fosse 155/80-15, como está no post, mas não é mais oferecida pelas fábricas de pneus. Essa medida 165/80-15 saiu no Fusca relançado em 1993 (o Fusca "Itamar"). Não precisa mudar a roda e você perceberá um ganho notável de estabilidade.

    ResponderExcluir
  63. Eu que agradeço Bob Sharp.Agora eu gostaria de saber algumas coisas sobre como envenenar o motor do Fusca.Eu tenho um Fusca 1300 e queria saber o que poderia fazer para deixar o motor dele mais forte.Tem algum tópico no blog que fala sobre isso? Seria possível colocar um kit 1600 ou 1700 no Fusca 1300 sem precisar trocar o motor inteiro? Quanto isso iria custar e que modificações eu deveria fazer? Vi um engenheiro mecânico falando que filtros esportivos,comando de válvulas engle 110,dupla carburação e escapamento 4 por 1 ajudam o 1300 chegar a 160 por hora é verdade? Também queria saber se é possível colocar Injeção Eletrônica no 1300.Se não quiser responder por aqui me envie essas informações pelo e-mail:pailho@itelefonica.com.br. Obrigado e sucesso á todos vocês do Blog.Gostei muito de ver como vocês falam sobre essa paixão que muitos de nós temos.

    ResponderExcluir
  64. Claylothar
    Esse assunto é complexo e não existe texto pronto com a receita, tem que ser elaborado e no atual regime de trabalho não há tempo sobrando. Lamento não poder ajudá-lo nessa.

    ResponderExcluir
  65. Entendo Bob Sharp só me responde uma coisa é possível colocar kit 1600 no 1300?

    ResponderExcluir
  66. Claylothar
    Sim, perfeitamente possível, fazia-se muito isso nos anos 1960/1970. Fica bom, a potência salta dos 38 cv originais para cerca de 50 cv. Um Fusca precisa de 95 cv para chegar a 160 km/h, mas não é fácil chegar a essa potência num motor para uso na rua.

    ResponderExcluir
  67. Por que motivo usa-se pneu 195 no Opala se no manual que tenho aqui, constam as medidas 6,45x14 e 7,35-Sx14 (o que seria esse S?), e convertendo-as chega-se em 163,83 e 186,69 mm respectivamente? Não seria melhor adotar um pneu 185 se o quesito fosse maior originalidade?

    Muito obrigado
    Daniel

    ResponderExcluir
  68. Bob, tenho um fusca 74 ainda com panelas de 5 furos, estou usando rodas de aço aro 15,com o mesmo desenho das originais, mas com tala 5,5 polegadas. São rodas novas, que aceitam pneus sem camara com facilidade. Estou usando pneus radiais 185/60 x 15, casam bem com as rodas e deixam o fusca um pouco mas baixo, embora encurtando um pouco a transmissão, à exemplo do que ocorria na decada de 60/70, quando se usava muito rodas aro 13 e pneus serie 80. Com calibragem correta a dirigibilidade é bem razoável, embora os pneus largos deixem o volante (original) um pouco mais pesado.

    ResponderExcluir
  69. Erik
    Os pneus atuais têm 30 mm mais de seção do que um 155-15, é inevitável que a direção fique um pouco mais pesada. A medida ideal no seu caso seria 185/65-15, praticamente igual (1% menor) ao 155-15.

    ResponderExcluir
  70. Olá. Tenho um Fusca 1974 com rodas de Brasília aro 14. Quais os pneus mais adequados, por favor?

    ResponderExcluir
  71. Muito Obrigado!
    Veja que interessante a tabela que encontrei em: http://www.pneubeato.com/turismo.htm e em http://www.pneumix.com.br/conversao-pneus/ e, ainda, em http://jdssites.com/jdscivd/index.php/conversao-de-roda-pneu e, finalmente, em http://www.fiatistas.com/forum/index.php?topic=19910.0 (esta última, a meu ver, a mais útil).
    Saudações.

    ResponderExcluir
  72. Dirceu
    Sem dúvida, essas tabelas são de grande utilidade. O que se encontra na internet é impressionante. O segundo url que você passou não abre.
    Sds

    ResponderExcluir
  73. Olá, Bob Sharp,
    É, a internet é muito útil mesmo...
    A não abertura do 2o url talvez seja em razão da quebra de linha acima.
    Tente novamente: http://www.pneumix.com.br/conversao-pneus/
    Saudações.

    ResponderExcluir
  74. Fábio Lima03/12/13 17:21

    Bob, boa tarde.
    Acho muito importante sua opinião, até por ser um especialista e admirador da marca VW. Acabei de realizar um sonho que era comprar uma brasília. Aprendi a dirigir em uma, a do meu pai, que tinha desde zero. Furtaram ela em 1994. Qual medida de pneu radial é ideal para a Brasíli? Até achei aqui no RJ os originais tornado alfa da pirelli, mas talvez seja melhor optar pela segurança. O que acha?
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  75. Olá meu amigo Bob Sharp preciso tirar uma dúvida.Será que não fica bom os pneus 155/60R15 radiais no lugar do original 5.60 R15?

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.