LOMBADAS DE DAR NOJO

Fotos: Autor

Guarde bem esss enome: Rodovia Eng. Cândido do Rêgo Chaves, SP-039. Um exemplo e uma lição para essas autoridades de trânsito irresponsáveis e sobretudo burras que não hesitam em construir lombadaa físicas a esmo, qualquer que seja o lugar, tornando o dirigir um verdadeiro inferno.

Eu já conhecia essa estrada. É a que leva ao Paradise Golf and Lake Resort em Mogi das Cruzes, um cinematográfico hotel de lazer bastante requisitado pelos fabricantes de automóveis para lançamentos. Sua principal vantagem é estar próximo da serra para Bertioga, no litoral norte de São Paulo, o que facilita bastante testes e avaliações. No caso, tratava-se do novo VW Jetta (post em alguns dias).

Pois justamente no litoral foi que me veio - mais uma vez - a indignação com as lombadas. A quantidade delas até em plena reta da SP-055 é algo inadmissível, chega a parecer pesadelo. A coisa chega  ao ponto de, após uma sucessão delas, avisado por placa, já se avistar nova placa de lombada. Coisa de mentes doentias.

Mesmo não sendo qualificado para dar tal opinião, é coisa de doente mental, muito pior que ser burro. Como venho dizendo, essas bestas estão transformando motorista brasileiro num perfeito idiota que só diminui  velocidade quando há lombada. A responsabilidade e observação à sinalização estão virando coisa do passado.

Além da aplicação absurda em número, noventa por cento delas estão fora das dimensões regulamentares que, segundo o tipo, é 8 cm de altura em 1,5 m e 10 cm distribuídos em 3 m   Tais dimensões são de ondulações - como são chamadas pelo Código de Trânsito, ondulações transversais - e não as verdadeiras montanhas que vê neste trecho e por toda parte. Uma vergonha, coisa de Brasil "abençoado por Deus" mesmo.

Por isso, mais para o fim da tarde de anteontem peguei um dos carros  2012 que estavam à disposição para experimentar - um Golf 1,6 Sportline, fraco de motor, apenas 103 cv com etanol, mas como conjunto, irrepreensível - e fui até uma localidade na SP-039, um lugarejo chamdo Barroso, a uns dez quilômetros do hotel. Pois Barroso é cortada pela SP-039 e lá não existe lombada.

Na aproximação, uma placa pede para reduzir velocidade. Nada de radar ou detector de velocidade, só a placa.


Um pouco mais à frente, outro aviso.


Depois vem o indispensável  aviso para reduzir velocidade, por meio de placa de regulamentação.



Ao entrar em Barroso, outra placa avisa sobre a existência de pedestres.



Atravessa-se o vilarejo, que tem construções dos dois lados, há algumas faixas de pedestres e cerca de trezentos metros depois ele fica para trás. Nada de lombada, é aquilo que vemos ao dirigir na Europa. Lá chega a haver moradias em que a porta da frente não dá para a calçada, mas para o asfalto da rua.

Veja no breve vídeo feito com a câmera do telefone celular um tira-gosto de como seria viver num lugar em que o cidadão-motorista é bem-vindo e não odiado por autoridades idiotas.


video

O vídeo mostra como era no Brasil até o prefeito de Curitiba, Jaime Lerner, inventar a lombada no começo dos anos 1980. De lá para cá sabe-se o que aconteceu.

BS

35 comentários :

  1. Além das lombadas fora das medidas regulamentares, existem ainda as lombadas que não são sinalizadas, seja por meio de placa ou por cores que as destaquem do resto da pista. Eu já topei com várias assim... várias mesmo, são muitas as lombadas por aí que não contam com qualquer tipo de sinalização, verdadeiras armadilhas para os motoristas. Em muitos casos, só se consegue ver essas lombadas quando já se está muito em cima delas... e aí ou motorista passa rápido e quebra seu carro ou tenta frear bruscamente e cria um risco enorme de acidente envolvendo os outros veículos que o seguem. Lombada é lixo mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo 26/2 09:23
    Tem essa também, falta de sinalização correta, bem lembrado.

    ResponderExcluir
  3. Por que existe esse exercício "cívico" das autoridades em complicar hein Bob?

    Será que somos animais tão sanguinários no trânsito que não somos capazes de obedecer a uma lógica e coordenada sucessão de placas de sinalização?

    Eles bem que poderiam tentar um pouco mais!

    Meio off topic: o conjunto desses Golfs é mesmo uma beleza não? A desova das peças do finado GTI- especial edition - especificamente do volante com fundo achatado, deu uma pitadinha a mais de sabor na condução deliciosa, linear e envolvente desses carros. Como precisariam de um upgrade melhor de motor...

    Penso que o Jetta - sim, estou ansioso por ele - vai tentar cativar os motoristas usando a mesma fórmula de condução "conectada", mas após ler sua avaliação do Corolla ontem, e conhecendo os dotes relativamente atléticos do Fluence, penso que a briga nesse campo será muito dura para a Volks.

    abraço

    Mister Fórmula Finesse

    ResponderExcluir
  4. Aqui na minha cidade,acredito que a maioria senão todas as lombadas são irregulares,não respeitando a altura máxima estabelecida em lei.

    Irei fazer contato com um amigo,editor de um dos jornais da cidade,para tentar providenciar uma matéria denunciando isso ao povo,que em sua maioria não sabe que essas porcarias tem altura máxima estabelecida por lei.

    ResponderExcluir
  5. Apoio essa iniciativa também Bob. Se ninguém reclamar os imbecis fazem o que querem.

    Só para ilustrar...vou mostrar o caso de Aracaju-Sergipe:

    12 de março, o 'Fantástico' apresentou a reportagem indicando as irregularidades na licitação, propinas, radares mal instalados...

    13-15 de março, o prefeito e médico 'secretário de trânsito' fala que a Globo veio investigar Aracaju e não encontrou nada. Disse que a licitação foi feita corretamente...

    18 de março, o prefeito volta atrás e diz que as empresas que 'administram' os aparelhos (Eliseu Kopp e Splice) devem ser investigadas e manda suspender o contrato por 60 dias. E manda a 'secretaria' administrar o sistema de radares (que a empresa ganha pra fazer-tirar foto, reconhecer o carro, verificar se é 'carro de importante')

    21 de março - A secretaria SMTT se reúne com diretores das empresas para suspender o serviço e ver como fariam para apropriar do sistema de cobrança. As empresas contestam a suspensão do contrato e a perda do sistema de cobrança.

    24-25 de março - O ministério público encontra várias irregularidades nos contratos e licitações como (ausência de acidentes nos locais de instalação por exemplo, como os imbecis afirmavam existir), falta de estudos... e presença de aparelhos instalados por meio de carta-convite (sem licitação) como um de 40 km/h escondido e num lugar ermo.

    25 de março - Diante da pressão da imprensa (rádio/tv) e do "E na bunada não vai dinha?" das empresas operadoras da indústria da multa, o prefeito afirma que vai suspender definitivamente o contrato, remover os aparelhos e realizar a fiscalização através de agentes municipais (segundo uma portaria municipal, eles podem desrespeitar a constituição...).
    Depois ele falou que ia realizar outra licitação no final do ano... acho que se não fizer isso ele não paga a casa nova que ele comprou.

    Só para esclarecer, o prefeito é da aliança PCdoB-PSDB-PT-PMDB-PeETC..??? e todas as ideologias que você imaginar, portanto não quero falar que isso é coisa partidária que muitos adoram falar. São ladrões, coronéis, imbecis e exploradores independentemente do partido que estão no momento.

    Notícias da secretaria de trânsito: http://www.mobilidade.smttaju.com.br/noticias
    Globo local:
    http://emsergipe.globo.com/noticias/editoria/cidade/Aracaju

    Nesse site acima, vi que a prefeitura vai participar da Hora do Planeta. Vão para o centro da cidade e desligar a iluminação do local. É uma vergonha isso.

    ResponderExcluir
  6. Lombadas/quebre-molas em estradas já não deveriam existir há muito tempo, imagina sem sinalização. É certo que os motoristas em geral não sabem respeitar sinalização (é fato, não há o que argumentar contra), mas este tipo de artifício gera mais perigo ainda.

    ResponderExcluir
  7. Sugestão para mudança do:

    Mapa do Brasil:
    http://midia.iplay.com.br/Imagens/Fotos/000581.jpg

    Bandeira do Brasil:
    http://www.escribacafe.com/wp-content/uploads/lombadrasilxo3.jpg


    Só uma pergunta... Alguém consegue passar a 20 ou 30 km/h numa 'ondulação transversal' das que você encontra nas cidades por aí? Pois as regulamentadas são assim:
    http://img217.imageshack.us/i/72762228.jpg/

    Tem algumas que são feitas por "líderes das comunidades" com blocos de paralelepípedo que são um crime. Não se passa a mais de 1 km/h acelerando (por que se não o carro volta). O salvador da pátria está tão errado quanto. Em vez de ensinar as pessoas a atravessar a rua ou fazer áreas de lazer, dificultam o acesso aos locais para a polícia, bombeiros, ambulâncias e transporte privúblico que depois reclamam nas reportagens.

    ResponderExcluir
  8. Lendo a resolução do Contran, nota-se que as lombadas que vemos não são somente irregulares pelo fato mais notório - as dimensões - mas por vários outros motivos: http://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/resolucao039_98.doc

    Denucie as lombadas irregulares da capital paulista aqui: http://sac.prefeitura.sp.gov.br/

    ResponderExcluir
  9. André Andrews
    Boa ideia, farei isso.

    ResponderExcluir
  10. Daniel,
    Tudo isso chega a ser surreal, não?

    ResponderExcluir
  11. Certa vez, quando ainda morava em Curitiba, resolvi contar as lombadas desde onde eu morava até o meu trabalho. Passava todo dia por elas, na ida e na volta, sabia que eram muitas, mas nunca tinha me dado ao trabalho de contar. Pois bem, trabalhava em um município próximo, na região metropolitana e rodava cerca de 25km de casa até o trabalho. Pois bem, havia nada menos que 28! lombadas neste trecho. Ou seja, diariamente para ir ao trabalho e voltar, passava por 56 lombadas, a impressionante média de 1,12 lombadas por quilômetro.

    ResponderExcluir
  12. vcs não conhecem atibaia, lombadas gigantes, valetas misteriosas de tão profundas, paralelepípedos soltos, e isso no centro da cidade, a zona rural tá em melhor condição, até off-road quebra

    ResponderExcluir
  13. Então foi Jaime Lerner o "gênio" que inventou essas coisas surreais chamadas de lombadas?

    Tem um parente meu que, desde os tempos pré-radar, já fazia uma afirmação meio forte, mas que não deixa de ser um pouco de verdade: "O atraso de uma cidade se mede pela quantidade de lombadas".

    Pior que as lombadas em si, é a total despadronização das mesmas (ainda mais sabendo que existe norma mas ninguem usa). Uma lombada desconhecida sempre é um mistério, nunca se sabe em que velocidade vai ser possível passar sem raspar embaixo e nem bater o bico do carro no chão ao sair.

    Em Campinas, dentro da Unicamp, tiveram a "genial" idéia de inventar um híbrido de lombada com faixa de segurança, que na verdade nada mais é que uma grande lombada de perfil trapezoidal! Isso mesmo, as rampas de subida e descida são retas, não são arredondadas! Portanto existem "quinas" entre as rampas e o meio que é plano. As mais recentes tiveram seus ângulos reduzidos, mas as primeiras (mais fortes), mesmo abaixo de 30 km/h, já davam um tranco considerável na suspensão...

    ResponderExcluir
  14. Xará,
    Essas lombadas híbridas também existem em Botucatu. E, se elas são horríveis, você precisa ver as que foram colocadas na avenida que liga o centro de Bauru ao recinto de exposições.
    Todo mundo sabe que as lombadas devem ser transpostas com as duas rodas de cada eixo ao mesmo tempo, para não torcer a estrutura do carro, certo?
    Mas, nessa avenida de Bauru, não dá: as malditas são enviesadas, obrigando as vítimas (nós) a passar com uma roda de cada vez. Quem tentar pôr o carro na perpendicular para passar com um eixo de cada vez invadirá a faixa ao lado.

    ResponderExcluir
  15. Vindo de Jacareí a Mogi das Cruzes pela estrada velha, chegando nesta última cidade, há uma sequência de lombadas, sendo a primeira com a sinalização bem em cima. Não preciso dizer que, quando passei pela primeira vez, tive que frear bruscamente e mesmo assim, quase decolei pra Lua.

    João Paulo

    ResponderExcluir
  16. Alexandre

    Na entrada e na saída da Ciretran em Bauru há uma lombada na "diagonal" da via. Eles entendem de burocracia, mau atendimento e não de carro ou de trânsito.

    Há inúmeras valetas em Bauru que também ficam nesta situação. Quando dá, ajeito o carro pra passar da maneira certa. Sem contar que há tantas valetas abissais em algumas vias preferenciais, como a Rua Treze de Maio, que deveriam mudar a preferencial para as ruas perpendiculares a ela, em nome da fluidez.

    ResponderExcluir
  17. Alexandre,
    Estamos ferrados mesmo. As autoridades desconhecem trânsito.

    ResponderExcluir
  18. Vou-me embora pra Pasárgada

    Vou-me embora pra Pasárgada
    Lá não sou “amigo” de ninguém
    Mas dando o duro
    Consigo tudo o que quiser
    Lá tenho a mulher que amo
    Na cama que ajudei a arrumar
    Vou-me embora pra Pasárgada

    Vou-me embora pra Pasárgada
    Aqui só os Outros são felizes
    Lá a existência não é uma desventura
    De tal modo justa e bem governada
    Que as Olimpíadas e a Copa do Mundo
    Organização e Infraestrutura.
    Tão minuciosamente estudada
    Hoje mesmo ou daqui a cem anos
    Podem tranquilamente ser realizadas

    E como pagarei feliz os meus impostos
    Comprarei de tudo despreocupado
    Tomarei banho de mar sem sustos
    Farei o percurso da minha casa ao trabalho
    Em trânsito ágio desfrutando do meu carro
    Jamais duvidarei da palavra de ninguém
    E de noite quando voltar cansado
    Ouvirei o noticiário versando
    Sobre o quanto eficientes não foram as autoridades
    Em prestarem socorro às mínimas catástrofes naturais

    Em Pasárgada tem tudo
    É outra civilização
    Tem leis que funcionam
    E não existe corrupção
    O transporte urbano é gratuito
    As escolas são de primeiro mundo
    Tem futebol e também carnaval
    Mas mulher nenhuma
    Precisa vender o corpo pra viver

    E quando eu estiver mais triste
    Mas triste de não ter jeito
    Quando de noite me der
    Vontade de me matar
    - Lá dando o duro tudo se tem –
    Pego a mulher que eu amo
    Em meu belo Mustang
    E saio por seguras rodovias
    Por lugares deslumbrantes
    Vou-me embora pra Pasárgada.

    ResponderExcluir
  19. Aqui em Sorocaba-SP, onde moro, também existem as "mutantes" lombada-faixa de pedestres, mas pelo menos são pintadas de vermelho, dá para ver de longe... Porém, vi algo do gênero em Eindhoven, na Holanda, quando fiz um treinamento por lá. Será que a Europa está se deixando contaminar pelo vírus dos dejetos viários?! Só faltava essa...

    Bob, além de "botar a boca no trombone", existe algo mais que possamos fazer para limpar a cidade dessas melecas transversais?

    ResponderExcluir
  20. A minha rua, no bairro, é a única que não possui lombadas. Quando me mudei para cá achei maravilhoso, pois não precisaria transpor tais empecilhos, mas logo a alegria se foi: por saberem que a rua não tem obstáculos os motoristas a utilizam como "corte", correndo rápido a quase 100km/h uma rua residencial cheia de crianças, pontos de ônibus, gente manobrando e com a maior parte da população idosa - malditos motoristas desgraçados.

    Sou totalmente contra lombadas, mas vamos ter que fazer um abaixo-assinado para que instalem ao menos uma ou duas aqui, para evitar alguns absurdos que estamos presenciando.

    Só assim pro povo mal acostumado entender. Ainda sou contra lombadas, mas sou também a favor da vida.

    ResponderExcluir
  21. Anonimo das 20:48:

    Nesse caso, vc pode pedir à prefeitura um radar!

    Pelo menos não vai dar rachadura nas casas como as lombadas.

    ResponderExcluir
  22. Anônimo 26/3 20:48
    E assim o Brasil vai se tornando o país das lombadas, por causa de raciocínio como o seu. Até que vocês consigam que construam e um carro bata numa, se desgoverne e mate uma criança na calçada. Já pensaram em requerer sinalizaçào para a rua? Tipo uma placa de 40 km/h ou "Devagar, rua residencial". bem posicionadas? Por que será que em Barroso, o vilarejo do vídeo, vive-se bem sem lombadas, sendo ali uma rodovia onde até carretas trafegam?

    ResponderExcluir
  23. um marginal jogando uma pedra de cima de uma passarela e uma lombada enorme e mal sinalizada, ambos tem a mesma intenção

    ResponderExcluir
  24. Lembrei de uma viagem pela Europa e resumindo entrei no belo país Holanda e de repente vejo uns ´´quebra molas´´não era como os daqui eram patinhas de elefantes feitos em isopô coloridas para alertar que bem próximo havia um obstáculo[dique] e realmente era perigoso.
    Voltando ao tema

    Penalizar todos os motoreistas por causa de alguns é como deixar toda a classe de castigo porque um dos alunos cometeu um delito.

    ResponderExcluir
  25. Uma coisa é certo: somente placas informando a velocidade limite para o local e qualquer motivo que seja para isto não adianta...infelizmente o motorista brasileiro é sem noção, não está nem aí pra sinalização e só o que importa é o que ele pensa e acha que tem que ser. Faz o que der na cabeça e pronto.

    E estas faixas de segurança elevadas não são criação brasileira. Sei de um conhecido que foi à Europa a um bom tempo atrás e viu isto por lá. Neste caso nós é que estamos copiando. Aqui em Porto Alegre temos pelo menos uma via com isto.

    ResponderExcluir
  26. Opa, concordo com você, Bob, sou um motorista iniciante (5 anos de habilitação) e o que percebo entre os da minha faixa etária é justamente essa falta de educaçã: ACELERAR AO MÁXIMO ENQUANTO NÃO HÁ EMPECILHOS E REDUZIR DIANTE DESTES. Esta é a máxima de 9 entre cada dez motoristas entre 18 e 25 anos.

    Mas mudando completamente de assunto: chamou-me atenção você falar do golf sportline 1.6 como fraco, seria muito pedir que partilhasse um pouco dessa impressão? (estou pensando em adquirir o carro.

    Wescley Braga

    ResponderExcluir
  27. Bob;

    Por mais ridiculo que isso possa parecer tem até estrada de terra com prefeituras construindo lombadas!!! Nao estou confundindo com curvas de nivel, feitas para reduzir a velocidade da água. Estou falando em lombada mesmo!

    A propósito Bob você conhece a Praça Panamericana em Pinheiros??? Semana passada, além do CET, cheguei a conclusão que o motorista também é culpado pelo transito de São Paulo por não saber dirigir.

    Quando passar pela Praça Panamericana, observe qiue a maioria dos motoristas simpelsmente nao sabem dirigir em curva de maneira continua: Eles o fazem sempre apertando e fechando algum dos lados, entupindo o transito pois o que vem atrás fica com medo de emparelhar e a rua onde caberiam com folga 3 automóveis em 3 faixas, mal fica com 2 por medo do motorista do lado fechar e abalroar o que está ao lado.

    Um abração!

    ResponderExcluir
  28. Bob, em resposta, sou o cara da rua ruim... aqui já existem placas, mas as pessoas não as respeitam, eles cortam caminho por aqui pra ir rápido mesmo, gente com seus grandes e dispendiosos carros e alguns ônibus fazem isso diariamente.

    Não adianta pedir radar, como sugeriram, a prefeitura os instala em lugar de maior fluxo, que garante a arrecadação, e radar só segura no lugar onde ele está.

    Quer saber? É fácil achar soluções quando não se está passando por uma situação difícil. Como falei, sou contra lombadas, sou contra radares, mas também sou contra os retardados que andam dirigindo hoje em dia. Se, pra segurar a onda da molecada idiota que faz barbáries a gente precisar instalar um muro na entrada da rua, vamos fazer. Certo aqueles que se fecham em condomínios de alto padrão, vivem a vida isolados do mundo, fingindo que não há violência, e onde as pessoas seguem as regras pois se envergonhariam de atropelar um filho de um vizinho ou levar uma multa de condomínio.

    ResponderExcluir
  29. Daniel Shimomoto

    Aqui na minha cidade ocorre a mesma coisa, numa praça em "S", bem movimentada. Os mAUtoristas fazem uma lambança, ziguezagueando pelas 2 faixas. Será que esse povo nunca dirigiu em estrada de pista simples, ou eles invadem a contramão?

    ResponderExcluir
  30. Bob Sharp, me desculpe ... mas você deve pensar que estamos na "Ilha da Fantasia" ou em algum país de primeiro mundo ... Quero que você seja TOTALMENTE HONESTO: Você acredita, de verdade, que os motoristas brasileiros respeitam PLACAS DE TRÂNSITO, SEM FISCALIZAÇÃO POR PERTO ???? Dúvido que algum motorista dirija a 40 km/h, só por causa da placa ... se não houver RADAR, 99,90% dos brasileiros não respeitam a orientação de trânsito ... eu mesmo, ANTES da fiscalização ferrenha (a tal indústria das multas - por volta de 1998), dificilmente respeitava a sinalização de trânsito e dirigia na velocidade que EU achava correta ... Assim como você, eu adoraria que não houvessem lombadas e os motoristas brasileiros fossem educados e respeitassem SIMPLES PLACAS ... porém, nossa realidade é outra ... Nessa cidade que você falou que não tinha lombada e não tinha radar, você respeitou o limite de velocidade ??? Porque no seu video, você não mostrou o velocímetro de seu carro ... Você percebeu outros motoristas respeitando o limite de velocidade ??? Eu concordo que as lombadas são terríveis .. mas o que é pior: a lombada ou o motorista em excesso de velocidade ????

    Geraldo

    ResponderExcluir
  31. Sabe Bob, já até cansei de me lamentar, visto que no Rio e cidades vizinhas as lombadas parecem dar cria, juntamente com os buracos. Até as faixas de pedestres se transformaram em lombadas por aqui...

    ResponderExcluir
  32. Realmente, o amigo explicitou bem sobre estas malditas e odiosas lombadas que ao invés de prevenir acidentes fazem é provocar mais, pois um motorista desavisado, quando não enxerga estas porcarias pode, numa frenagem repentina e pelo susto tomado, pode capotar o carro ou espatifa-lo ao meio devido ao choque que esta desgraça provoca contra a plataforma do veiculo e contra a coluna cervical do coitado do motorista devido ao impulso.

    Sei que Mogi das Cruzes é mesmo uma cidade com um sistema viario, critico e perigoso devido ao monitoramento do transito com parafernalhas eletronicas que só induzem o motorista ao erro com seus limites de velocidade pífios e estupidos alem das malditas e odiosas lombadas fisicas.

    Outra cidade que é uma desgraça para lombadas é ATIBAIA-SP, morei naquela porcaria de cidade alguns anos e uma vez cheguei contar cerca de 200 lombadas em pouco mais de 8 Km2 de area urbana, uma estupidez sórdida é o transito naquela cidade, e eu desafio a quem consiga me mostrar um percurso central naquela cidade que não tenha uma lombada longe da outra a menos de 300m, eu desafio.

    Só mesmo estas "otoridades" burras e incompetentes para penalizar tanto assim os motoristas.

    ResponderExcluir
  33. e quem vai penalizar os motoristas irresponsaveis que sao verdadeiros criminosos,que matam e no outro dia ja estao fora da cadeia e quando vao presos

    ResponderExcluir
  34. Aqui em Mogi Mirim chegaram ao cúmulo de deixar uma lombada, 5 metros após um semáforo. Socorro!

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.