É ESSE!

Foto: Autor

Na recente viagem à Alemanha e visita a Wolfsburg, fui mais uma vez ao Museu Volkswagen, onde sempre há o que se  ver, não importa quantas vezes se vá. Pelo menos sob a ótica antoentusiasta.

A entrada do Museu VW. A temperartura estava - 2 °C

Coincidiu de eu passar por um chassi completo de Fusca mexicano, o "Vocho", como é chamado lá. Aproveitei para tirar uma foto do pneu 155-15, o tal que sumiu por aqui, fato que já comentei algumas vezes neste AE.

Fiz a foto para mostrar como a medida é perfeita para o Fusca (e DKW-Vemag) e que não há mesmo explicação para não a oferecerem aqui, já que se fabrica normalmente o pneu 145-13, portanto de mesmo perfil (80).


Nessa outra foto têm-se uma visão de conjunto do motor, transmissão e suspensão traseira do VW que era farbricado no México, novamente ficando visível o acerto da medida que as fábricas de pneus se recusam a produzir, abandonando um mercado de 2 milhões de Fuscas e 10.000 DKW.

Esta semana recebi um e-mail de um conhecido que é da área técnica da Yokohama e aproveitei para lhe falar dessa medida. Vamos ver se aproveitam a sugestão.

Aproveitando, há no Museu dois velhos conhecidos nossos, o Puma GT e o VW SP2, lado a lado:


BS

23 comentários :

  1. Rômulo Rostand13/03/11 16:39

    Bob Sharp,
    Esse pneu da foto é radial ou diagonal?
    Espero que tenha uma resposta positiva da Yokohama.
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Rômulo Rostand
    É radial. E vamos torcer!

    ResponderExcluir
  3. Bob;

    Faz falta mesmo pneu radial para o fusca. Quando houver pneus radiais para o Fusquinha arranco os aro 14 e devolvo os 15 no meu!

    Agora impressionante como a VW mexicana caprichou mais no Fusca se comparada com a VW brasileira: Cabeçote de dupla entrada com Solex 34 enquanto no Brasil ficamos com o Solex 30 atee o fim (carburação simples)

    Um grande Abraço

    ResponderExcluir
  4. Shimomoto
    Isso sem contar a carroceria pré-diluviana que usamos até fim aqui. Você precisa ver como é outro carro, com carroceria de área envidraçada maior. Tive um 1967 de mercado americano, velocímetro em mph. O que a VW fez com o mercado brasileiro é imperdoável.

    ResponderExcluir
  5. Romero Florio13/03/11 18:19

    Tenho um fusca 1300 74 desde 86. Em 2000, depois de ficar parado por 7 anos, fiz uma revisão mecânica completa e troquei as rodas e pneus, que eram de medidas originais, pelas rodas do porsche 356b da Mangels, medidas 5,5 x 15 e pneus Woosung, coreanos, medida 165, provavelmente série 80. Coloquei caixa de Brasília, com seu respectivo semi-eixo, ganhando, assim, sua bitola. Com motor 1600 e dois carburadores originais com difusores 24, o carrinho ficou bem divertido e com uma estabilidade bem legal (pra quem sabe lidar com fuscas). Onze anos se passaram ( sei que estou errado), e , pesar de não apresentar ressecamento visível, um pneu começou a desprender a borracha da banda de rodagem... em baixa velocidade, não houve problemas.... Pesquisei.... e na mesma medida, só encontrei o tal Kelly, pertencente à Good Year. O Fusca não precisou de alinhamento e com o balanceamento feito com as rodas no carro, a primeira impressão foi de grande melhora na leveza da direção e uma maciez de rodagem que eu não lembrava desde que ele usava pneus convencionais. Mas o carro ficou extremamente "bobo" de direção e soltando a traseira com muita facilidade. Conferi a calibragem e coloquei 20 lbs na dianteira e 24 na traseira, tinha uma pequena diferença para menos......e vi que era isso mesmo, muito pior em estabilidade. Futuramente, vou trocar ao menos os traseiros por outros mais largos e baixos. Não terá sido essa a experiência de você, Bob, achar o Fusca Itamar tão pior em dirigibilidade ? já que ele usava esses pneus????

    ResponderExcluir
  6. Ao Daniel, salvo engano, o Fusca mexicano também usava tuchos de válvula hidráulicos, o que significa uma coisa a menos para se preocupar na tão simples mecânica, bem como um ruído mais agradável saindo do escapamento.
    Apenas no que ele pecou foi em não ter usado as especificações do Super Beetle/1303, que ficariam ainda mais interessantes (e que no Brasil seriam possíveis de se adotar, uma vez que suspensão dianteira McPherson foi usada na Variant II e braço arrastado não só equipou o Variantão como equipa a Kombi até hoje).

    Chega a ser engraçado ver um chassi de Fusca descoberto, pois essa é uma daquelas ocasiões em que vemos o quão mais eficiente é a montagem central-traseira transversal com bloco inclinado para trás (Mitsubishi i e, radicalizando na inclinação do bloco, o Tata Nano). Enquanto no Fusca fica um balanção traseiro e a obrigação de subir muito o assoalho na parte traseira, i e Nano conseguem plataformas de carga bem baixas e planas e balanços traseiros irrisórios o suficiente para aproveitar muito de seus pequenos comprimentos. E a VW marcou uma touca daquelas ao não ter seguido firme e forte com a proposta de motor atrás no up! (motor esse que, pelo que vi do protótipo exposto no Salão do Automóvel, seria central-traseiro transversal).

    ResponderExcluir
  7. Romero Florio
    Exatamente, o Itamar ficou estranho, tipo qualquer coisa não rima. Tudo piorou. Mexer em diâmstro da roda completa (roda mais pneu) é mesmo complicado. O Porsche 911 passou 42 anos (1963-2005) com o mesmo diâmetro de roda completa, só variando diâmetro de roda, perfil e seção transversal. Quando mudou, fizeram as alterações de acordo.

    ResponderExcluir
  8. Bob, acho que mesmo com 2 milhões de Fusca rodando por aí seria difícil engrenar no mercado o 155. Na minha visão boa parte desses Fuscas estão na mão de quem tem baixo poder aquisitivo e põe qualquer coisa que seja redonda e de borracha. Seja remold, recauchutado, reformado, riscado; e de todas as medidas. E uma outra parte dos Fuscas estão na mão de quem acha que "quanto mais grande mais bom é o pneu".

    ResponderExcluir
  9. Romero Florio13/03/11 22:17

    Bob, qual pneu vc recomenda que eu coloque na traseira de meu fusca? já que pretendo manter os dianteiros da Kelly, pois eles trouxeram um comportamento bom de frenagem (mencionado agora), um rodar bem mais macio e a leveza da direção, que acho que compensam certa imprecisão da mesma, para que eu(ele) tenha uma relação final de transmissão (Relação do diferencial = 4,125:1, da Brasília gasolina) que seja coerente com a rotação do torque máximo, e melhore as chateantes bobeadas da traseira? Agradeço de antemão!

    ResponderExcluir
  10. Vamodoido
    Há pneus para modelos em volume bem menor que o Fusca. O número de carros absolutamente em ordem rodando é grande. E ess medida 155-15 existe no México sob marca Kelly, que pertence à Goodyear. As fábricas de pneus não o fazerem aqui tem um nome: cegueira.

    ResponderExcluir
  11. Romero Florio
    Se você está com o Kelly 165/80-15 na frente. pode usar o 185/65-15 atrás, que tem diâmetro próximo daquele, 621 contra 646 milímetros. O problema é que não existe Kelly com essa medida, apenas Goodyear DuraPlus.

    ResponderExcluir
  12. Bob,

    Se no México ainda existem os 155, por que os Vocho Ultima Edición saíram com 165?

    ResponderExcluir
  13. Sou só eu ou tem mais alguém que vê beleza em pneu? Achei esse pneu da foto que o Bob postou bem bonito! Elegante, flancos que aparencia de serem macios... sei lá! Será que eu sou louco?

    ResponderExcluir
  14. Lembrei do meu primeiro carro o fuscão branco 1971 no qual eu usavano eixo traseiro espasador e pneus cinturatos da pirelli e lembro de ter colocado esses 2 Kelly no lugar o carro ficou muito ruim.
    acho que tenha perdido 50% da estabilidade que já era taõ puca nos fuscas

    ResponderExcluir
  15. Marconi
    Duas hipóteses. Uma, terem deixado de produzir o 155 (e ter voltado); outra, erro de avaliação da fábrica. Também, é possível que a VW mexicana tenha se inspirado no "Itamar", achado boa ideia. Fusca não precisa de seção 165 mm. O 165-15, por exemplo, era o pneu do primeiro Porsche 911, boxer de seis cilindros, 2-litros, 130 cv. Mas o principal problema do 165-15 no Fusca é o diâmetro exagerado.

    ResponderExcluir
  16. Oi Bob, Vc tem toda razão tá falando com muita sabedoria, pena que os fabricante de pneus não acredite ainda no potencial do fusca!

    ResponderExcluir
  17. Eu uso 195/65/15 no meu Itamar, e tirando o peso um pouco maior na direção, o carro ficou ótimo de guiar.

    Como leigo pergunto: Não seria interessante para a estabilidade se houvesse um pneu 175/70/15?

    Ao Guilherme, vc não está sozinho, eu também acho pneus bonitos. rsrs

    Abs
    Bonini

    ResponderExcluir
  18. A Maggion faz pneu de Fusca e cia., mas é diagonal. Inclusive ela faz os pneus "riscado" e cia. das motos antigas.

    ResponderExcluir
  19. A linha TL/Variant vinha com os
    165/380, que cheguei a usar, por transplante direto no meu KG 1500 1967
    Ficou bom, porquê alongou um pouco
    a relação final e ficou tambem uma
    b... porque a traseira desgarrava a toa, não importando a calibração dos pneus. Já que colocar barra estabilizadora estava fora de questão (caro e complicado!), apelei e coloquei alargadores de bitola de 20 mm. Ficou muito bão. Melhor ainda quando coloquei o 1600...
    abraços

    ResponderExcluir
  20. Credence Kwitschal14/04/11 08:59

    Verifiquei que além do Kelly citado, na medida 155/80 R15, também é oferecido pela Goodyear mexicana (ver site www.goodyear.com.mx) o pneu GPS2 na mesma medida, com a inscrição "Goodyear" na lateral (que na minha opinião é muito mais interessante do que estar grafado "Kelly" no pneu).

    ResponderExcluir
  21. Credence Kwitschal24/04/11 20:01

    Outras opções na medida 155/80 R15 podem ser visualizadas no site www.oponeo.it

    Aliás, estou inclinado a importar 5unidades da marca Vderestein, modelo Sprint Classic, para meu 1500, pois tenho um amigo que mora em Roma, e achei o desenho dos pneus simplesmente o máximo!

    ResponderExcluir
  22. Prezado Bob, qual seria hoje no Brasil, a melhor opção de pneus radiais R 15? Está sendo anunciado uma medida 175/60X15, qual sua opinião sobre esta medida?

    ResponderExcluir
  23. Você não informou para que carro e/ou nem a medida original dele. Diga-me quais, por favor.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.